Revivendo os campeonatos

NESTE ARQUIVO, VOCÊ CONFERE AS ÚLTIMAS POSTAGENS 
DE REVIVENDO OS CAMPEONATOS

 TERÇA-FEIRA, 24 DE SETEMBRO DE 2013

A Copa Piauí de 2007
Felipe: campeão da II Copa Piaui com o time do Barras.
Criada em 2006 pela Federação de Futebol do Piauí, a Copa Piauí tem tido vida relativamente irregular, embora seja uma necessidade para manutenção de um calendário permanente, com os clubes em atividade e os profissionais envolvidos com o futebol devidamente empregados e proporcionando o emprego indireto que faz parte do universo do futebol.

Apesar de sua importância, a competição não foi disputada em 2010 e 2011. E em outras duas ocasiões - 2007 e 2008 - foi jogada em sistema de mata-mata, por apenas duas agremiações. Vamos reviver a primeira, em 2007, quando Barras logrou êxito sobre o Piauí e ficou com a segunda vaga do futebol piauiense na Copa do Brasil do ano seguinte. 

II COPA PIAUÍ 

1° jogo
05/12/2007
PIAUI 1x2 BARRAS

2° jogo
09/12/2007
BARRAS 1x0 PIAUÍ

O JOGO DO TÍTULO

09/12/2007
BARRAS 1x0 PIAUÍ 
Local: Estádio Juca Fortes (em Barras); 
Arbitragem: Leonardo Marques Fortes.
 Gol: Joniel (pênalti) 41 do 2º tempo.
 Cartões amarelos: Wildinho, Mateus, Zuza (PIA) e Totonho (BAR).
 Obs.: Com este resultado o Barras sagrou-se campeão da Copa Piauí 2007.
 Barras - Ivan; Niel (Márcio Panda), Juba, Veloso e Leandro; Totonho, Montanha (Felipe), Luciano e Pantico; Joniel (João Paulo) e Rodriguinho. Técnico: Cristiano Carvalho.
 Piauí - Jaílson; Aelton (Juninho), Mateus, Veloso e Tato; Edilson, Anderson (Leonardo), Zuza e Dacha; André (Fábio) e Pretinho. Técnico: Emerson Matheus.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

Campeão - Barras Futebol Club
Vice-campeão - Piauí Esporte Clube

ARTILHEIROS

2 gols - Joniel (Barras).
1 gol - João Paulo (Barras) e Dacha (Piauí).

GOLEIROS

0,50 - Ivan (Barras) - 1 gol em 2 jogos
1,50 - Jaílson (Piauí) - 3 gols em 2 jogos


TERÇA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2013

A Taça Joffre do Rêgo Castelo Branco de 1969

Em 1969, em homenagem ao prefeito de Teresina, Joffre do Rêgo Castelo Branco, River e Flamengo disputaram uma taça com o seu nome, numa série de três clássicos logo no início da temporada. O Flamengo venceu o primeiro, enquanto os demais terminaram empatados. Com 4 pontos, o time rubro-negro sagrou-se campeão e ficou com o troféu.

Um dos destaques da competição foi o atacante Paulinho (foto ao lado), principal goleador do torneio, com 3 gols marcados. José Vitalino Ferreira era seu verdadeiro nome. Foi  o maior artilheiro da história do próprio Flamengo.

Abaixo, em foto recente, o ex-zagueiro Paraíba, que jogou aquele torneio pelo time do River. Recorde como foi esta disputa, ocorrida no período de 26 de janeiro a 05 de fevereiro de 1969.

TAÇA JOFFRE CASTELO BRANCO 

26/02/1969
RIVER 0x3 FLAMENGO
02/02/1969
RIVER 0x0 FLAMENGO

05/02/1969
RIVEER 1x1 FLAMENGO

O JOGO DO TÍTULO

05/02/1969 - RIVER 1x1 FLAMENGO
Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Antonio Pereira dos Santos, auxiliado por Jamil de Miranda Gedeon Filho e Francisco de Assis Carvalho Paiva Dias.
Gols: Paulinho 20 do 1º tempo e Mariola 12 do 2º.
River – Douglas; Paulo da Banana, Paraíba, Quelé e Louro; Mariola e Vilmar; Waldeck (Jair), Mano (Clemilton), Sanega e Escurinho. Técnico: Ivo Hoffmann.
Flamengo – Wilson; Maneca, Amadeu, Matintim e Minusca; Zé Carlos (Antonio José) e Baé; João Neto, Evandro, Paulinho e Humberto (Sabará). Técnico: Francisco de Sousa (Salvador).

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1° Esporte Clube Flamengo (Teresina), com 4 pontos ganhos
2° River Atlético Clube (Teresina), com 2 pontos ganhos

ÁRBITROS QUE APITARAM

2 jogos - Antônio Pereira dos Santos, o Bola 7.
1 jogo - Antônio Rodrigues Santa Rosa.

ARTILHEIROS

3 gols - Paulinho (Flamengo).
1 gol - Evandro (Flamengo) e Mariola (River).

MELHORES GOLEIROS

0 gol por jogo - Renê (Flamengo) - 0 gol em 1 jogo
0,50 - Wilson (Flamengo) - 1 gols em 2 jogos
1,33 - Douglas (River) - 4 gols em 3 jogos





 TERÇA-FEIRA, 26 DE FEVEREIRO DE 2013

O Torneio Irineu Oliveira de 1993

O repórter Irineu Oliveira em atividade, entrevistando o meia Flaviano, do Piauí. Falecido em 1993, Irineu foi homenageado com o torneio ganho pelo Caiçara.
Em 1993, em homenagem ao então recém falecido repórteer esportivo Irineu Oliveira, a Federação de Futebol do Piauí promoveu um torneio envolvendo quatro equipes do interior - Cori-Sabbá  (Floriano), SEP (Picos), Caiçara e Comerical (Campo Maior). Um torneio de tiro curto, na base do mata-mata.

Ao final da competição, o Caiçara ficou com o título, ganho sobre o Cori-Sabbá na disputa dos tiros livres da marca do pênalti. O time campo-maiorense também teve os dois goleadores do torneio - Catita e Zé Augusto, ambos com 3 gols. Foi o principal título do time caiçarino após o advento do futebol profissional.

Por outro lado, o homenageado, Irineu Oliveira, teve uma atuação efêmera no rádio esportivo, mas bastante eficiente. Atuou nos quadros da Rádio Clube e da Rádio Difusora e faleceu em decorrência de desastre automobilístico, na via que dá acesso ao Conjunto Morada Nova, atropelado numa noite de domingo (21-06-1992).

TORNEIO IRINEU OLIVEIRA 

Primeira Fase – Jogos de ida
14/04/1993
PICOS 1x2 CORI-SABBÁ

18/04/1993
CAIÇARA 5x0 COMERCIAL

Jogos de volta
21/04/1993
CORI-SABBÁ 0x0 PICOS
COMERCIAL 1x3 CAIÇARA

Decisão – 1º jogo
25/04/1993
CORI-SABBÁ 2x0 CAIÇARA

2° jogo
02/05/1993
CAIÇARA 3x2 CORI-SABBÁ
Nos pênaltis - Caiçara 4x3 Cori-Sabbá

Catita foi um dos goleadores da competição.
O JOGO DO TÍTULO

02/05/1993 - CAIÇARA 3x2 CORI-SABBÁ
Local: Deusdeth de Melo (Campo Maior)
Arbitragem: Emilio Porto, auxiliado por Epitácio Soares Gondinho e Raimundo Farias.
Renda: Cr$ 9.690.000,00 com 303 pagantes.
Gols: Bitonho 2, Zé Augusto 4 e Paulo Isidoro 28 do 1º tempo; Bitonho 30s e Marquinhos 3 do 2º.
Cartões amarelos: Bitonho, Alemão, Paulo Roberto e Luciano.
Expulsões: Francinaldo e Catita, aos 26 do 1º, por agressão mútua.
Pênaltis – Sérgio (Cai 1x0), Bitonho (Cori 1x1), Luciano (Cai 2x1), Alemão (Cori 2x2), Alencar (Cai 3x2), Walberto (Cori 3x3), Branco (Cai 3x3 – Álvaro defendeu), Vanim (Cori 3x3 – Guará defendeu), Brinquedo (Cai 4x3) e Carlos Silva (Cori 3x4 – Guará defendeu).
Obs.: Com este resultado o Caiçara sagrou-se Campeão do Torneio Irineu Oliveira.
Caiçara – Guará; Paulo Cesar, Paulo Roberto, Luciano e Alencar; Xixá, Paulo Isidoro e Sergio; Deri (Branco), Brinquedo e Catita. Técnico: Francisco Lopes de Oliveira (Boguem).
Cori-Sabbá – Álvaro; Valdir (Francinaldo), Manoel, Edilson e Vanim; Alemão, Valdo e Walberto; Cazega, Ernô e Bitonho. Técnico: Rilmar Barbosa (Mocó).

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1° Caiçara Esporte Clube (Campo Maior)
2° Associação Atlética Cori-Sabbá (Floriano)
3° Sociedade Esportiva de Picos (Picos)
4° Comercial Atlético Clube (Campo Maior)

ARTILHEIROS

3 gols - Catita e Zé Augusto (Caiçara).
2 gols - Paulo Isidoro (Caiçara), Bitonho e Walberto (Cori-Sabbá)..
1 gol - Marquinhos, Paulo Roberto, Paulo Isidoro (Caiçara), Etevaldo (Comercial), Cazega, Ernô (Cori-Sabbá), Haroldo (Picos).

MELHORES GOLEIROS

1 gol por jogo - Álvaro (Cori-Sabbá) - 4 gols em 4 jogos
1,25 - Guará (Caiçara) - 5 gols em 4 jogos - e Carlinhos (Picos) - 2 gols em 2 jogos.
4 gols por jogo - Elon (Comercial) - 8 gols em 2 jogos




QUARTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2013

O Torneio Acilino Sousa de 1991

O time tricolor que conquistou o Torneio Acilino Sousa de forma invicta.
Para movimentar os times da capital que não estavam participando do Campeonato Brasileiro, a Federação de Futebol do Piauí organizou um torneio com River, Flamengo, Tiradentes e Piauí, levando o nome do então recém falecido chefe de torcida do River, Acilino Sousa, fundador e presidente da torcida Embriagalo. No final, River campeão com 100% de aproveitamento.

Disputada em menos de um mês, a competição teve apenas um turno único, onde os dois melhores colocados decidiram o título, em uma só partida. Duas atrações movimentaram as torcidas de River e Flamengo - os atacantes Pita e Jacozinho, respectivamente, este último depois de ter sido muito badalado, na década anterior, pelo repórter Márcio Canuto, na Rede Globo de Televisão.

Jacozinho não fez mujito sucesso, mas PIta, mesmo sem apresentar um grande futebol, consagrou-se ao marcar três gols no clássico Rivengo e terminar o torneio como goleador máximo. Veja um resumo daquela competição, onde o River ficou com o troféu que homenageava seu apaixonado torcedor.

TORNEIO ACILINO SOUSA
1ª Fase
1ª rodada
24/03/1991
RIVER 2x0 TIRADENTES

2ª rodada
31/03/1991
FLAMENGO 2x3 PIAUÍ

3ª rodada
07/04/1991
RIVER 2x1 PIAUÍ
FLAMENGO 1x0 TIRADENTES

4ª rodada
14/04/1991
TIRADENTES 2x1 PIAUÍ
RIVER 3x0 FLAMENGO

Classificação da 1ª Fase

 1° River, 9 pontos, 3 vitórias e 6 gols de saldo
2° Piauí, 3 pontos, 1 vitória e saldo -1
3° Tiradentes, 3 pontos, 1 vitória e saldo -2
4° Flamengo, 3 pontos, 1 vitória e saldo -3
Obs.: o regulamento prevê a decisão do título entre os dois times de melhor índice técnico, no caso, River e Piauí.

Noite de Rivengo, o baiano Pita marca o primeiro de seus três gols na vitória do Galo sobre o rival.

Final
21/04/1991
RIVER 4x1 PIAUÍ

O JOGO DO TÍTULO

21/04/1991 - RIVER 4x1 PIAUÍ
Local: Estádio Albertão (em Teresina).
Arbitragem: Edmílson Timóteo da Silva, auxiliado por Francisco das Chagas Lima e José Ribamar da Silva.
Renda: Cr$ 399.400,00 com 1.251 pagantes.
Gols: Sousa 31 e Pita 38 do 1° tempo; Miolinho 12, Zezé (pênalti) 20 e Pita 31 do 2°.
Expulsões: Kennedy, aos 15, por jogo violento; Sousa e Alemão, aos 30, por agressão mútua, todos no 2° tempo.
River - Fernando Congo; Biriba, Marcelo, Zezé e Nildo; Luiz Eduardo, Miolinho (Alemão) e Malta; Catita (Paulinho II), Pita e Nonatinho. Técnico: Derivaldo Domingos Barbosa.
Piauí - Val; Marcelo Frank, Carlos Alberto, França e Moreira; Kennedy, Hélio Rocha e Flaviano; Sousa, Reginaldo e Paraná. Técnico: Raimundo Francisco Chaves do Nascimento.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1° River Atlético Clube
2° Piauí Esporte Clube
3° Sociedade Esportiva Tiradentes
4° Esporte Clube Flamengo

ARTILHEIROS

6 gols - Pita (River).
4 gols - Sousa (Piauí).
1 gol - Coxinha, Fernando, Vieirinha (Flamengo), Flaviano, França (Piauí), Malta, Miolinho, Paulinho II, Zé Filho, Zezé (River), Sócrates e Toreca (Tiradentes).

MELHORES GOLEIROS

0,50 - Fernando Congo (River) - 2 gols em 4 jogos
1,33 - Elon (Tiradentes) - 4 gols em 3 jogos
1,50 - Cristiano (Flamengo) - 3 gols em 2 jogos
2 gols por jogo - Juraci (Piauí) - 4 gols em 2 jogos
3 gols por jogo - Ribamar (Flamengo) - 3 gols em 1 jogo - e Val (Piauí) - 6 gols em 2 jogos.




 QUARTA-FEIRA, 30 DE JANEIRO DE 2013

O Torneio Interestadual Pedro Freitas de 1989
Didi, Sabará, Flávio e Pereira: campeões com o 4 de Julho no Torneio Pedro Freitas.
No início de 1989, a Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Piauí resolveu, em parceria com a Federação de Futebol do Piauí, promover um torneio interestadual em que resolveu homenagear o ex-governador Pedro de Almendra Freitas. Tomaram parte da competição as equipes do River, 4 de Julho e Fortaleza.

Na realidade, foi um torneio relâmpago, onde os dois times piauienses fizeram o primeiro jogo e o vencedor disputou o título com o quadro alencarino. Deu 4 de Julho, que derrotou o River e, após empate com o Fortaleza no tempo normal, conquistou o troféu ao vence-lo na cobrança de tiros livres da marca do pênalti. Foi o primeiro título do time colorado. 

TORNEIO PEDRO FREITAS

1° jogo
03/03/1989
RIVER 0x1 4 DE JULHO

Final
05/03/1989
4 DE JULHO 3x3 FORTALEZA
(Nos pênaltis: 4 de Julho 4x3 Fortaleza

Na disputa por pênaltis, Júnior cobra e converte, fechando a série em 4 a 3 para o Colorado.
O JOGO DO TÍTULO

05/03/1989 - 4 DE JULHO 3x3 FORTALEZA
Local: Estádio Municipal Lindolfo Monteiro (Teresina).
Arbitragem: Lineu Antônio de Lisboa Júnior Santos, auxiliado por José Francisco Raimundo de Moraes e Waldir Lilma Vieira.
Renda: NCz$ 479,00
Gols: João Luis 11, Júnior 39 e Edson 44 do 1° tempo; João Luis 5, Didi 20 e Junior (pênalti) 40 do 2°.
Decisão por pênaltis - 4 de Julho 4x3 - Marcelo (Fort 1x0), Flávio (4J 1x1), Edson (perdeu - defesa de Guará), Cordeiro (4J 2x1), Expedito (perdeu - chute para fora), Batistinha (perdeu - chute para fora), João Luis (Fort 2x2), Perivaldo (4J 3x2), Celso (Fort 3x3) e Júnior (4J 4x3).
Expulsão: Erivando, no 2° tempo, por agressão ao adversário.
4 de Julho - Guará; Roberto, Marco Antonio, Perivaldo e Chico Barros; Pereira, Xixinha (Cordeiro) e Júnior; Batistinha, Didi e Flávio. Técnico: Abelardo Cesário da Silva (Coca-Cola).
Fortaleza - Aranha (Malafaia); Expedito, Toni, Celso e Edson; Marcelo, Alberto (Erivando) e João Luis; Catinha (Charles), Meireles e Gilberto (Selmar). Técnico: Cesar Vieira de Moraes.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1° 4 de Julho Esporte Clube (Piripiri)
2° Fortaleza Esporte Clube (Fortaleza)
3° River Atlético Clube (Teresina)

ARTILHEIROS

2 gols - Júnior (4 de Julho) e João Luis (Fortaleza).
1 gol - Didi, Sabará (4 de Julho) e Edson (Fortaleza).

GOLEIROS

1 gol por jogo - Deoclécio (River) e Malafaia (Fortaleza) - 1 gol em 1 jogo
1,50 - Guará (4 de Julho) - 3 gols em 2 jogos
2 gols por jogo - Aranha (Fortaleza) - 2 gols em 1 jogo


  QUARTA-FEIRA, 09 DE JANEIRO DE 2013

O Torneio Seletivo de 1973

O Tiradentes, campeão do Torneio Seletivo: Murilo, Célio Rodrigues, Eliézer, Artur e Paulo Figueiredo (em pé); Mano, Sima, Ventilador, Joel e Xavier (agachados). O lateral esquerdo Tinteiro não chegou a tempo para sair na foto. (Acervo Severino Filho).
Quando foi preciso escolher qual o time piauiense que iria disputar a Série A do Campeonato Brasileiro pela primeira vez, a Federação Piauiense de Desportos (hoje FFP) resolveu promover um torneio que levou o nome de Torneio Seletivo. Com a participação de River, Flamengo e Tiradentes. O equilíbrio técnico entre as equipes foi tão evidente que, dos 6 jogos disputados, 5 terminaram empatados.

Disputada no sistema ida-e-volta, a competição teve seis jogos sensacionais, todos com grande público presente ao Estádio Lindolfo Monteiro que, àquela época, por não ter a Semel e os vestiários atrás da meta, tinha muito espaço para torcedores assistirem os jogos em pé, resultando numa capacidade muito maior que os dias de hoje.

A ponto do maior público da história do Lindolfiniho pertencer ao jogo Tiradentes 0 x Flamengo 0, pelo Torneio Seletivo, que registrou o total de 15.210 pagantes, no dia 29 de abril. No final dos seis jogos, o Tiradentes sagrou-se campeão e assim ganhou o direito de, pela primeira vez, representar o futebol do Piauí na divisão principal do futebol brasileiro.

Ventilador chuta, tentando furar o bloqueio da defesa rubro-negra, no empate de 0 a 0.
22/04/1973
TIRADENTES 2x1 RIVER

29/04/1973
FLAMENGO 0x0 TIRADENTES

03/05/1973
RIVER 0x0 FLAMENGO

06/05/1973
TIRADENTES 1x1 FLAMENGO

09/05/1973
RIVER 1x1 TIRADENTES

13/05/1973
FLAMENGO 1x1 RIVER

O JOGO DO TÍTULO

O Tiradentes foi o campeão, mas o título só foi definido no clássico Flamengo 1x1 River, quando o empate garantiu a vaga para o time amarelo da Polícia Militar.

 13/05/1973 - FLAMENGO 1x1 RIVER
Local: Lindolfo Monteiro (Teresina).
Arbitragem: Oscar Scolfaro (São Paulo).
Público: 11.083 pagantes.
Gols: Chumbinho 28 do 1° tempo; Gringo (pênalti) 48 do 2°.
Flamengo - Edson; Zé do Braga, Carlão, Matintim e Edair; Carlinhos (Décio Costa) e Ercy; Gringo, Mota, Roberto (Lelé) e Leo. Técnico: Moacir Bueno.
River - Dé; Birunga, Nelson, Osíris e Luizinho; Gerson (Paulo da Banana) e Paulo Choco; Batata, Chumbinho (Dezoito), Derivaldo e Batistinha. Técnico: Paulo Alves da Silva (Paulo Choco).

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1° Tirdentes, 5 pontos ganhos
2° Flamengo, 4 pontos ganhos
3° River, 3 pontos ganhos

ÁRBITROS QUE APITARAM

1 jogo - Sebastião Rufino Ribeiro (Pernambuco), Nivaldo Santos, Luís Carlos Félix Ferreira (Guanabara), Oscar Scolfaro (São Paulo), Artur Braz e Valdimir Soares da Silva.

ARTILHEIROS

1 gol - Gringo, Mota (Flamengo), Chumbinho, Derivaldo (River), Sima, Ventilador e Soares (Tiradentes)..
Obs.: Eliézer (Tiradentees) e Luizinho (River) marcaram 1 gol contra, beneficiando River e Tiradentes, respectivamente.

MELHORES GOLEIROS

2 gols - Edson (Flamengo).
3 gols - Paulo Figueiredo (Tiradentes).
 4 gols -  Dé (River)



 SEGUNDA-FEIRA, 31 DE DEZEMBRO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 1962

Na temporada de 1962, o River ainda mandava no futebol piauiense. A ponto de arrebatar o penta com um jogo de antecedência. Infelizmente, alguns registros da época são dispõem da data de várias partidas. Mesmo assim, montamos o resumo que foi possível para você dispor, também, de informações sobre o último Campeonato Piauiense realizado antes do advento do futebol profissional, ocorrido no ano seguinte.

Um dos pontos fortes do time campeão, o ataque voltou a ser eficiente e terminou o certame com três de seus coponentes nas primeiras colocações da artilharia - Valdinar, o principal goleador, Waldeck e Tassu. Agora vamos aos numeros, para você ler e arquivar.

A propósito de Valdinar (foto ao lado), a última informação que temos é de que o mesmo tornou-se músico e é um dos componentes da Orquestra Filarmônica de Juiz de Fora, interior de Minas Gerais. Observe na foto que, também nesta ocasião, início dos anos 60, o River utilizava um escudo semelhante ao do São Paulo Futebol Clube.
 
 1º turno
10/06/1962
PIAUÍ 0x0 RIVER

16/06/1962
FLAMENGO 5x0 RIO NEGRO

17/06/1962
AUTO ESPORTE 1x0 FLUMINENSE

23/06/1962
RIO NEGRO 1x0 FLUMINENSE

24/06/1962
PIAUÍ 2x2 AUTO ESPORTE

27/06/1962
RIVER 2x1 AUTO ESPORTE

01/07/1962
AUTO ESPORTE 0x1 COMERCIAL

04/07/1962
PIAUÍ 2x0 FLAMENGO

07/07/1962
RIO NEGRO 1x0 COMERCIAL

08/07/1962
FLAMENGO 1x0 FLUMINENSE

21/07/1962
AUTO ESPORTE 1x0 RIO NEGRO

22/07/1962
FLUMINENSE 1x2 COMERCIAL

25/07/1962
RIVER 6x2 FLUMINENSE
28/07/1962
AUTO ESPORTE 2x0 FLAMENGO

29/07/1962
PIAUÍ 2x2 COMERCIAL

01/08/1962
PIAUÍ 2x1 FLUMINENSE

05/08/1962
RIVER 4x2 FLAMENGO

08/08/1962
RIVER 3x1 COMERCIAL

11/08/1962
FLAMENGO 0x1 COMERCIAL

12/08/1962
RIVER 3x0 RIO NEGRO

12/09/1962
PIAUÍ 1x1 RIO NEGRO

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 11 pontos
2º Piauí, 8 pontos
3º Auto Esporte e Comercial, 7 pontos
5º Rio Negro, 5 pontos
6º Flamengo, 4 pontos
7º Fluminense, 0

2º Turno
23/09/1962
RIVER 2x1 COMERCIAL
FLAMENGO 7x0 AUTO ESPORTE (data não disponível)
FLUMINENSE 0x2 COMERCIAL (dnd)

29/09/1962
AUTO ESPORTE 0x0 RIVER

AUTO ESPORTE 1x1 PIAUÍ (dnp)
FLAMENGO 2x1 RIO NEGRO (dnp)

14/10/1962
RIVER 2x0 PIAUÍ

20/10/1962
PIAUÍ 5x1 COMERCIAL

21/10/1962
AUTO ESPORTE 2x1 RIO NEGRO

RIO NEGRO 1x1 PIAUÍ (dnd)

10/11/1962
RIVER 5x1 RIO NEGRO

11/11/1962
FLAMENGO 5X1 FLUMINENSE

15/11/1962
RIVER 11x1 FLUMINENSE

18/11/1962
FLAMENGO 3x4 PIAUÍ

25/11/1962
FLAMENGO 3x0 RIVER

Datas não disponíveis
FLAMENGO 2x1 COMERCIAL
PIAUÍ 1x0 FLUMINENSE
RIO NEGRO 0x0 COMERCIAL
AUTO ESPORTE 1x0 COMERCIAL
AUTO ESPORTE 3x1 FLUMINENSE
RIO NEGRO 3x1 FLUMINENSE

Classificação (pontos ganhos)

1° Flamengo, 10 pontos
2º River, 9 pontos
3º Piauí e Auto Esporte, 8 pontos
5º Rio Negro, 5 pontos
6º Comercial, 2 pontos
7º Fluminense, 0

Classificação dos dois turnos (pontos ganhos)

De acordo com o regulamento do Campeonato, a classificação geral dos dois turnos é que definirá as quatro associações classificadas para o terceiro e decisivo turno da competição. Esta classificação ficou assim.
            
1º River, 20 pontos 
2º Piauí, 16 pontos
3º Auto Esporte, 15 pontos
4º Flamengo, 14 pontos
5º Rio Negro, 10 pontos
6º Comercial, 9 pontos
7º Fluminense, 0

* River, Piauí, Auto Esporte e Flamengo disputarão o turno final. Rio Negro, Comercial e Fluminense estão eliminados)
* Os pontos dos dois primeiros turnos continuam valendo para o terceiro e último turno.

3º Turno
01/12/1962
RIVER 4x2 FLAMENGO

02/12/1962
PIAUÍ 2x0 AUTO ESPORTE

08/12/1962
RIVER 2x2 AUTO ESPORTE

09/12/1962
FLAMENGO 1x0 PIAUÍ

15/12/1962
FLAMENGO 1x0 AUTO ESPORTE

16/12/1962
RIVER 3x2 PIAUÍ

Classificação do Turno Final (pontos ganhos)

1º River, 25 pontos
2º Flamengo e Piauí, 18 pontos
4º Auto Esporte, 16 pontos
O JOGO DO TÍTULO

08/12/1962 - RIVER 2x2 AUTO ESPORTE
Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Valdimir Soares da Silva, auxiliado por Severiano Alves Teixeira e Antonio Milton Vilanova.
Renda: Cr$ 21.400,00
Gols: Tassu 15 do 1º tempo; Carlos (contra) 3, Tassu 10 e Paulo 18 do 2º.
Obs.: com este resultado, o River sagrou-se pentacampeão piauiense por antecipação.
River – Carlos; Marcos, Astolfo e Murilão (Giri); Carlos Augusto e Quincas; Waldeck, Fortaleza, Gereba, Vilmar e Tassu. Técnico: Manoel da Silva, o Né.
Auto Esporte – Manoel; Gordinho, Luis Carlos e Paulo; Priguilim e Gasolina; Delmiro, Geraldo Pinto, Toinho, Bacram (Leonardo) e Bicudo.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º River Atlético Clube (Teresina)
2º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
3º Piauí Esporte Clube (Teresina)
4º Auto Esporte Clube (Teresina)
5º Rio Negro Esporte Clube (Teresina)
6º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
7º Fluminense Esporte Clube (Teresina)
ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM
12 jogos – Francisco das Chagas Oliveira, o Pirrita
10 jogos – Valdimir Soares da Silva
7 jogos – Francisco de Assis Castelo Branco
6 jogos – Dagmar Bangoim

PRINCIPAIS GOLEADORES
12 gols – Valdinar (River).
11 gols – Waldeck (River) e Ribamar (Flamengo).
9 gols – Tassu (River).
6 gols – Maçarico (Flamengo) e Edson (Piauí).
5 gols - Geraldo Pinto (Auto Esporte), Écio e Carminho (Piauí).


TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 1981

Veludo, Vidal, Ari, Queiróz, Tico, Bitonho e o preparador físico Neto Camarço (em pé); Vitor, Nivaldo, Acir, Hélio Rocha e Reginaldo (agachados) - River bicampeão piauiense em 1981.
Mesmo sem contar com sua principal referência dos quatro anos anteriores - o artilheiro Sima - o River ganhou os dois turnos do Campeonato Piauiense de 1981 e levou o título sem necessidade de uma série decisiva. Tempos de Hélio Rocha, Vitor, Acir, Nascimento, Bitonho e tantos outros. Um bicampeonato bastante comemorado pela torcida tricolor, mas já sem a mesma multidão que comemorou o bi de 77/78.

Infelizmente, o futebol piauiense já começava um processo de decadência. No jogo do título, por exemplo, 3 mil pessoas foram ao Albertão para ver o River bicampeão. Dois anos antes, na conquista do bi de 77/78, mais de 14 mil torcedores pagaram para ver o jogo do título - 2 a 1 sobre o Piauí. 

Um outro detalhe que merece registro. Por muitos anos, creditou-se unicamente a Sousa, do Parnahyba, a artilharia da competição daquele ano. Há pouco tempo, revendo todas as súmulas no arquivo da Federação de Futebol do Piauí, constatamos que Flávio, do Tiradentes - o hoje técnico Flávio Furtado de Mendonça - também terminou aquele campeonato com igual número de gols. Mas vamos à estatística para recordar o bicampeonato tricolor conquistado em 81.

1º Turno – 1ª Fase
1ª rodada
14/06/1981
PIAUÍ 6x0 AUTO ESPORTE
RIVER 4x1 COMERCIAL
CAIÇARA 0x0 TIRADENTES
PARNAHYBA 2x1 FLAMENGO

2ª rodada
20/06/1981
RIVER 2x1 AUTO ESPORTE

21/06/1981
TIRADENTES 7x2 PARNAHYBA
FLAMENGO 3x2 CAIÇARA
COMERCIAL 1x2 PIAUÍ

3ª rodada
28/06/1981
TIRADENTES 2x1 AUTO ESPORTE
PIAUÍ 4x0 CAIÇARA
COMERCIAL 0x0 FLAMENGO
PARNAHYBA 1x1 RIVER

4ª rodada
04/07/1981
FLAMENGO 3x1 AUTO ESPORTE

05/07/1981
PARNAHYBA 3x0 CAIÇARA
COMERCIAL 0x3 TIRADENTES
RIVER 1x1 PIAUÍ

5ª rodada
12/07/1981
AUTO ESPORTE 1x3 COMERCIAL
FLAMENGO 2x3 TIRADENTES
PARNAHYBA 1x0 PIAUÍ
CAIÇARA 1x1 RIVER

6ª rodada
18/07/1981
RIVER 1x1 TIRADENTES

19/07/1981
AUTO ESPORTE 1x3 PARNAHYBA
FLAMENGO 1x2 PIAUÍ
COMERCIAL 1x1 CAIÇARA

7ª rodada
26/07/1981
TIRADENTES 1x3 PIAUÍ
RIVER 1x1 FLAMENGO
CAIÇARA 0x1 AUTO ESPORTE
PARNAHYBA 1x1 COMERCIAL
 
Classificação (pontos ganhos)

1º Piauí, 11 pontos
2º Tiradentes e Parnahyba, 10
4º River, 9
5º Flamengo, 6
6º Comercial, 5
7º Caiçara, 3
8º Auto Esporte, 2
Obs.: Piauí, Tiradentes, Parnahyba e River classificaram-se para a segunda fase do turno.

River x Auto Esporte: Reginaldo ganha a jogada de Santiago, que fica no chão. Vernaldo (3) e Jair (2) acompanham o lance.
1º TurnoQuadrangular Decisivo
1ª rodada
02/08/1981
TIRADENTES 0x0 PARNAHYBA
PIAUÍ 2x2 RIVER

2ª rodada
09/08/1981
TIRADENTES 1x3 PIAUÍ
RIVER 4x1 PARNAHYBA

3ª rodada
16/08/1981
PIAUÍ 3x2 PARNAHYBA
RIVER 3x2 TIRADENTES

Classificação (pontos ganhos)

1º Piauí e River, 5
3º Tiradentes e Parnahyba, 1
Obs.: Como terminaram com igual número de pontos, River e Piauí tiveram que fazer um jogo-extra para se conhecer o campeão do 1º turno.

Jogo-Extra
19/08/1981
RIVER 1x0 PIAUÍ
Obs.: Com este resultado o River sagrou-se campeão do 1° turno.

2º Turno – 1ª Fase
1ª rodada
23/08/1981
PIAUÍ 1x1 COMERCIAL
AUTO ESPORTE 0x3 RIVER
CAIÇARA 1x2 FLAMENGO
PARNAHYBA 1x2 TIRADENTES

2ª rodada
26/08/1981
AUTO ESPORTE 0x3 TIRADENTES
FLAMENGO 1x1 COMERCIAL

3ª rodada
30/08/1981
RIVER 4x0 PARNAHYBA
CAIÇARA 0x0 PIAUÍ

4ª rodada
02/09/1981
AUTO ESPORTE 0x1 FLAMENGO
TIRADENTES 0x0 COMERCIAL

5ª rodada
06/09/1981
PIAUÍ 1X0 RIVER
CAIÇARA 0x1 PARNAHYBA

6ª rodada
09/09/1981
PIAUÍ 2x2 PARNAHYBA
RIVER 2x0 CAIÇARA

7ª rodada
13/09/1981
TIRADENTES 0x1 FLAMENGO
COMERCIAL 2x1 AUTO ESPORTE

8ª rodada
16/09/1981
AUTO ESPORTE 1x0 PIAUÍ
TIRADENTES 3x0 CAIÇARA

9ª rodada
20/09/1981
PIAUÍ 2x0 FLAMENGO
PARNAHYBA 3x4 AUTO ESPORTE
COMERCIAL 0x2 RIVER

10ª rodada
24/09/1981
AUTO ESPORTE 0x1 CAIÇARA
FLAMENGO 3x0 PARNAHYBA

11ª rodada
27/09/1981
COMERCIAL 0x0 CAIÇARA
TIRADENTES 0x1 RIVER

12ª rodada
04/10/1981
FLAMENGO 0x1 RIVER
COMERCIAL 1x1 PARNAHYBA

13ª rodada
11/10/1981
PIAUÍ 0x3 TIRADENTES

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 12
2º Tiradentes e Flamengo, 9
4º Piauí, 7 (2 vitórias)
5º Comercial, 7 (1 vitória)
6º Auto Esporte, Caiçara e Parnahyba, 4
Obs.: River, Tiradentes, Flamengo e Piauí classificaram-se para a segunda fase do 2° turno.

River x Tiradentes, o jogo do título: Nascimento disputa a bola com Janilson. Sabará (8), Gilberto (goleiro), Vitor (7), Zé Lima e Reginaldo observam. Neste jogo, o Tricolor ganhou o 2° turno e o título de bicampeão.
2º Turno
Quadrangular Decisivo
1ª rodada
18/10/1981
RIVER 2x0 PIAUÍ

2ª rodada
25/10/1981
FLAMENGO 3x0 TIRADENTES

3ª rodada
01/11/1981
RIVER 1x1 FLAMENGO

4ª rodada
04/11/1981
TIRADENTES 1x1 PIAUÍ

5ª rodada
08/11/1981
FLAMENGO 1x4 PIAUÍ

6ª rodada
15/11/1981
RIVER 1x1 TIRADENTES

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 4
2º Piauí e Flamengo, 3
4° Tiradentes, 2
Obs.: Como o River ganhou os dois turnos, não houve necessidade de uma série decisiva do Estadual 1981.

O JOGO DO TÍTULO

15/11/1981 - RIVER 1x1 TIRADENTES
Local: Albertão (Teresina).
Arbitragem: Lineu Antônio de Lisboa Júnior Santos, auxiliado por Luiz Antônio Caminha Veloso e Emílio Porto.
Renda: Cr$ 200.600,00 com 3.080 pagantes.
Gols: Tico 15 e Sabará 18 do 1° tempo.
Cartões amarelos: Waldinar, Jânio Lopes e Bitonho.
Obs.: Com este resultado, o River sagrou-se campeão do 2° turno. E como já havia ganho também o 1°, tornou-se bicampeão piauiense 1980/81.
River – Veludo; Vidal, Ari, Queiroz e Bitonho; Tico, Acir e Nascimento (Nivaldo); Vitor, Reginaldo (Paraná) e Hélio Rocha. Técnico: Paulo Alves Neto.
Tiradentes – Gilberto; Waldinar, Zuega, Zé Lima e Roberto Café; Janilson, Sabará e Flávio; Luiz Sérgio (Jânio Lopes), Abel (Etevaldo) e Gerardo. Técnico: Aurelino Esteves. 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º River Atlético Clube (Teresina)
2º Piauí Esporte Clube (Teresina)
3º Sociedade Esportiva Tiradentes (Teresina)
4º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
5º Parnahyba Sport Club (Parnaíba)
6º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
7º Caiçara Esporte Clube (Campo Maior)
8º Auto Esporte Clube (Teresina)

ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM

19 jogos – Luiz Antônio Caminha Veloso (foto ao lado).
14 jogos – José Cavalcante Ferreira.
9 jogos – Artur Braz.
8 jogos – Lineu Antônio de Lisboa Júnior Santos e Paulo César Eckhardt.
4 jogos – Waldir Lima Vieira.
2 jogos – Emílio Porto e Gustavo Adolfo Maia.

PRINCIPAIS GOLEADORES

10 gols - Sousa (Parnahyba) e Flávio (Tiradentes).
8 gols – Carlinhos Bacurau (Flamengo) e Catita (Piauí).
7 gols - Reginaldo e Vitor (ambos do River).
6 gols – Mocó (Piauí).
5 gols – Evandro (Comercial), Décio Costa (Flamengo), Paulinho Portela (Parnahyba), Xavier (Piauí), Abel, Luiz Sérgio e Sabará (Tiradentes). 

MELHORES GOLEIROS (média de gols por jogo)

0,46 – Veludo (River) – 6 gols em 13 jogos
0,89 – Batista (Piauí) – 17 gols em 19 jogos
1,07 – Mazinho (Tiradentes) – 15 gols em 14 jogos
1,11 – Kleber (Comercial) – 10 gols em 9 jogos
1,12 - Neto (Flamengo) – 18 gols em 16 jogos
1,45 – Lili (Parnahyba) – 16 gols em 11 jogos



 SEXTA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 1971

Uma das formações do Flamengo no ano do bicampeonato.
Com apenas seis times participando, o Campeonato Piauiense de 1971 foi mais uma edição em que tomaram parte apenas equipes da capital. Com isso, todos os jogos foram disputados em um único gramado - o do Estádio Municipal Lindolfo Monteiro. Disputada em três turnos, a competição foi decidida pela dupla Rivengo.

O Flamengo ganhou dois turnos, mas o regulamento não previa nenhuma vantagem contra o vencedor de um turno só. Assim, River e Flamengo foram para a decisão do Campeonato Piauiense em pé de igualdade. Uma série decisiva onde seria campeã a equipe que primeiro atingisse a soma de 3 pontos. Deu Flamengo, bicampeão piauiense 70/71.

O time rubro-negro venceu o primeiro jogo, por 3 a 0, e foi para o segundo necessitando de um simples empate. O River teria que vencer para forçar o terceiro jogo. E ganhava até os 35 minutos do 2° tempo. Aos 36, Dias recebeu uma bola próximo ao meio de campo, na linha intermediária tricolor. Chutou dali mesmo. Com muitos jogadores à frente, o goleiro Batista teve sua visão prejudicada e acabou levando o gol que o narrador Dídimo de Castro batizou de "gol das 200 milhas".

O River que entrou em campo no primeiro jogo da final, com camisas tingidas de verde (Foto: Jornal O Estado)
 Detalhe pitoresco da decisão. No primeiro jogo, Reinaldo Ferreira, à época diretor do River, mandou tingir as camisas brancas com tinta verde. Esperava-se que a cor da esperança desse sorte ao Galo. O Flamengo venceu por 3 a 0 e aí, no jogo seguinte, que decidiu o título, o time foi mesmo com seu tradicional uniforme - camisa vermelha. Mas naquele ano, o título já tinha suas cores definidas - era vermelho e preto.

1º turno
1ª rodada
04/04/1971
PIAUÍ 1x2 AUTO ESPORTE

07/04/1971
RIVER 4x1 FLUMINENSE

2ª rodada
11/04/1971
FLAMENGO 3x0 FLUMINENSE

14/04/1971
BOTAFOGO 1x4 PIAUÍ

3ª rodada
18/04/1971
AUTO ESPORTE 1x2 RIVER

21/04/1971
FLAMENGO 4x0 BOTAFOGO

4ª rodada
25/04/1971
FLUMINENSE 1x1 AUTO ESPORTE
RIVER 2x0 PIAUÍ

28/04/1971
FLAMENGO 5x1 AUTO ESPORTE

5ª rodada
02/05/1971
BOTAFOGO 1x0 FLUMINENSE
PIAUÍ 0x2 FLAMENGO

05/05/1971
RIVER 4x1 BOTAFOGO

6ª rodada
09/05/1971
FLAMENGO 1x1 RIVER

12/05/1971
AUTO ESPORTE 0x3 BOTAFOGO

15/05/1971
FLUMINENSE 0x3 PIAUÍ

Classificação (pontos ganhos)

1º Flamengo e River, 9 pontos
3º Piauí e Botafogo, 4 pontos
5º Auto Esporte, 3 pontos
6º Fluminense, 1 ponto

OBS.: Como o regulamento não previa critérios-desempate em caso de igualdade de pontos ganhos, foi realizado um jogo-extra entre River e Flamengo para se conhecer o campeão do 1º turno.

Jogo-extra
12/05/1971
FLAMENGO 3x2 RIVER

Obs.: Com este resultado o Flamengo sagrou-se campeão do 1º turno.

2º turno
1ª rodada
16/05/1971
BOTAFOGO 0x0 RIVER

19/05/1971
AUTO ESPORTE 0x2 FLAMENGO

2ª rodada
23/05/1971
AUTO ESPORTE 1x3 PIAUÍ

26/05/1971
FLUMINENSE 1x4 RIVER

3ª rodada
30/05/1971
FLUMINENSE 1x6 FLAMENGO

02/06/1971
PIAUÍ 4x1 BOTAFOGO

4ª rodada
06/06/1971
FLUMINENSE 0x2 BOTAFOGO
FLAMENGO 3x0 PIAUÍ

09/06/1971
RIVER 5x2 AUTO ESPORTE

5ª rodada
13/06/1971
AUTO ESPORTE 2x0 FLUMINENSE
PIAUÍ 1x2 RIVER

16/06/1971
PIAUÍ 6x1 FLUMINENSE

6ª rodada
20/06/1971
BOTAFOGO 2x0 AUTO ESPORTE
RIVER 1x0 FLAMENGO

23/06/1971
BOTAFOGO 2x0 FLAMENGO

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 9 pontos
2º Botafogo, 7 pontos
3º Flamengo e Piauí, 6 pontos
5º Auto Esporte, 2 pontos
6º Fluminense, 0 ponto

Obs.: Auto Esporte e Fluminense, 5º e 6º colocados na soma geral de pontos dos dois turnos, respectivamente, foram eliminados da competição, ficando fora do último turno.

3º turno
1ª rodada
27/06/1971
RIVER 2x2 PIAUÍ

2ª rodada
04/07/1971
FLAMENGO 2x1 BOTAFOGO

07/07/1971
BOTAFOGO 1x2 PIAUÍ

3ª rodada
10/07/1971
FLAMENGO 1x0 RIVER

15/07/1971
RIVER 2x1 BOTAFOGO

4ª rodada
17/07/1971
FLAMENGO 3x1 PIAUÍ

Classificação (pontos ganhos)

1º Flamengo, 6 pontos
2º River e Piauí, 3 pontos
4º Botafogo, 0 ponto

DECISÃO DO CAMPEONATO
1º jogo
25/07/1971
RIVER 0x3 FLAMENGO

2° Jogo
01/08/1971
FLAMENGO 2x2 RIVER

Flagrante do 1° gol do Flamengo nas finais de 71: Décio Costa. (Foto: Jornal O Estado).
O JOGO DO TÍTULO

01/08/1971 - FLAMENGO 2x2 RIVER
Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina).
Arbitragem: Luis Carlos Félix Ferreira (Guanabara), auxiliado por Valdimir Soares da Silva e Artur Braz.
Público: 9.750 pagantes.
Gols: Pinto (cabeça) 22 e Décio Costa 23 do 1º tempo; Júlio 14 e Dias 36 do 2º.
Flamengo – Edson; Zé do Braga, Dias, Matintim e Louro; Carlinhos e Décio Costa (Eliézer); Gringo, Odaci, Nadinho e Iratan (Mota). Técnico: Edésio Leitão.
River – Batista; Birunga (Telino), Nonato II, Aílton e Claudemir; Paulo da Banana e Pinto; Carrinho, Júlio, Nido e Waldir. Técnico: José Ronaib de Oliveira.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
2º River Atlético Clube (Teresina)
3º Piauí Esporte Clube (Teresina)
4º Botafogo Esporte Clube (Teresina)
5º Auto Esporte Clube (Teresina)
6º Fluminense Esporte Clube (Teresina)

ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM

11 jogos – Artur Braz.
10 jogos – Valdimir Soares da Silva.
6 jogos – Antonio Rodrigues Santa Rosa e Diogo Brasil Lustosa.
3 jogos – Luis Carlos Félix Ferreira (Guanabara).
2 jogos – Airton Vieira de Moraes (Guanabara).
1 jogo – Edílson Silva.

PRINCIPAIS GOLEADORES

16 gols – Sima (Piauí).
14 gols – Nadinho (Flamengo).
13 gols – Júlio (River).
8 gols – Nido (River).
7 gols – Mota (Flamengo).

MELHORES GOLEIROS (média de gols por jogo)

0,66 – Edson (Flamengo) – 10 gols em 15 jogos
1,00 – Beroso (River) – 9 gols em 9 jogos
1,42 – Toinho (Piauí) – 10 gols em 7 jogos
1,57 – Batista (River) – 11 gols em 7 jogos
1,69 – Gonzaga (Botafogo) – 22 gols em 13 jogos
1,83 – Wilson (Piauí) – 11 gols em 6 jogos


DOMINGO, 09 DE SETEMBRO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 2008
Barras ficou com o título da temporada 2008.
O Campeonato Piauiense de 2008 foi marcado, principalmente, pela falta de jogos em Teresina, devido o fechamento dos estádios Lindolfo Monteiro e Albertão, em face de algumas reformas em suas respectivas instalações. A saída para River e Piauí foi fazer, do Estádio Jacó Almendra, em José de Freitas, a casa para abrigar seus jogos quando o mandode campo lhes pertenciam.

E o Flamengo? Onde jogou? Não jogou. Rebaixado para a 2ª Divisão no ano anterior, o Flamengo ficou fora do Campeonato Piauiense de 2008. E no ano que a torcida do River torcia pelo bicampeonato, o título voltou para o interior, com a equipe do Barras sagrando-se campeã após decisão contra a Sociedade Espsortiva de Picos. Ou seja, o título, inevitavelmente, ficaria mesmo fora de Teresina.

Assim como a artilharia que, ao final do certame, ficou em poder de Neném, do 4 de Julho, com 9 gols, seguido por Naná, do Barras, que marcou dois a menos. Em termos de público, o certame não foi tão ruim, com os ingressos da nota fiscal fazendo o público melhorar bastante. A Federação, porém, em várias oportunidades, deixou de divulgar este quesito, o que se configurou numa grande falha. Agora vamos à síntese do certame.

1ª Fase
1ª rodada
01/03/2008
PICOS 0x0 PARNAHYBA

02/03/2008
BARRAS 1x1 4 DE JULHO
CAIÇARA 0x0 PIAUÍ

2ª rodada
09/03/2008
4 DE JULHO 0x0 RIVER
PIAUÍ 1x2 PICOS
COMERCIAL 1x1 BARRAS
PARNAHYBA 0x0 CAIÇARA

3ª rodada
15/03/2008
PICOS 1x1 COMERCIAL

16/03/2008
CAIÇARA 1x0 4 DE JULHO
RIVER 2x2 PIAUÍ
BARRAS 2x1 PARNAHYBA

4ª rodada
22/03/2012
PICOS 0x1 RIVER
COMERCIAL 3x2 CAIÇARA

23/03/2008
PIAUÍ 1x4 BARRAS
4 DE JULHO 2x2 PARNAHYBA

5ª rodada
29/03/2008
CAIÇARA 0x0 RIVER

30/03/2008
PARNAHYBA 3x1 PIAUÍ
COMERCIAL 1x0 4 DE JULHO
BARRAS 2x2 PICOS

6ª rodada
12/04/2008
CAIÇARA 0x1 BARRAS
PARNAHYBA 0x2 RIVER
PIAUÍ 1x3 COMERCIAL

13/04/2008
4 DE JULHO 2x1 PICOS

7ª rodada
19/04/2008
PICOS 4x1 CAIÇARA
RIVER 2x0 BARRAS

20/04/2008
COMERCIAL 2x2 PARNAHYBA
4 DE JULHO 2x0 PIAUÍ

Jogo adiado da 1ª rodada
23/04/2008
RIVER 0x0 COMERCIAL

8ª rodada
30/04/2008
CAIÇARA 1x1 PICOS

01/05/2008
PARNAHYBA 1x1 COMERCIAL
BARRAS 3x0 RIVER
PIAUÍ 2x7 4 DE JULHO

9ª rodada
04/05/2008
RIVER 1x2 PARNAHYBA
COMERCIAL 2x0 PIAUÍ
BARRAS 1x0 CAIÇARA

05/04/2008
PICOS 3x3 4 DE JULHO

10ª rodada
07/05/2008
PIAUÍ 1x0 PARNAHYBA

08/05/2008
PICOS 2x0 BARRAS

Erivan, volante do Barras, foi o craque do campeonato, ganhando o Troféu Rui Lima.
11ª rodada
11/05/2008
PARNAHYBA 3x2 4 DE JULHO
RIVER 1x1 PICOS
CAIÇARA 2x0 COMERCIAL
BARRAS 2x0 PIAUÍ

Jogos adiados da 10ª rodada
14/05/2008
RIVER 2x1 CAIÇARA
4 DE JULHO 3x1 COMERCIAL

12ª rodada
18/05/2008
PIAUÍ 1x3 RIVER
PARNAHYBA 3x2 BARRAS
COMERCIAL 0x0 PICOS
4 DE JULHO 3x0 CAIÇARA

13ª rodada
22/05/2008
PICOS 1x0 PIAUÍ
CAIÇARA 1x3 PARNAHYBA
BARRAS 1x1 COMERCIAL
RIVER 0x2 4 DE JULHO

14ª rodada
25/05/2008
COMERCIAL 2x1 RIVER
PIAUÍ 0x3 CAIÇARA
PARNAHYBA 0x1 PICOS
4 DE JULHO 1x2 BARRAS

Classificação da 1ª fase

1º Barras, 25 pontos ganhos.
2º 4 de Julho, 22 pontos ganhos e 6 vitórias
3º Picos, 22 pontos ganhos, 5 vitórias e 6 gols de saldo
4º Comercial, 22 pontos ganhos, 5 vitórias e 3 gols de saldo
5º Parnahyba, 20 pontos ganhos, 5 vitórias e 2 gols de saldo
6º River, 20 pontos ganhos, 5 vitórias e 1 gol de saldo
7º Caiçara, 13 pontos ganhos
8º Piauí, 5 pontos ganhos

Fase Semifinal
Jogos de ida
01/06/2008
PICOS 1x0 4 DE JULHO
COMERCIAL 0x0 BARRAS

Jogos de volta
08/06/2008
4 DE JULHO 0x1 PICOS
BARRAS 3x1 COMERCIAL

Decisão do Campeonato
1° jogo
14/06/2008
PICOS 3x1 BARRAS

2° jogo
22/06/2008
BARRAS 3X0 PICOS

O JOGO DO TÍTULO

22/06/2008 - BARRAS 3x0 PICOS
Local: Estádio Juca Fortes (em Barras);
Arbitragem: Paulo César de Oliveira (FIFA-São Paulo), auxiliado por Wanderson dos Santos Lima e Rogério de Oliveira Braga.
Gols no tempo normal: Juba 5 do 2º tempo.
Gols na prorrogação: Máiquel 10 do 1º tempo e Cláudio 13 do 2º (prorrogação).
Cartões amarelos: Nal, Rodolfo (PIC), Quirino e Máiquel (BAR).
Barras - Marcelo Silva; Michel, Juba, Nildo e Josivan; Erivan, Cláudio, Totonho e Quirino (Gilkley); Cipó (Carlinhos Maranhão) e Máiquel. Técnico: Flávio José Araújo.
Picos - Val; Adriano (Jamaica), Gefferson, Rodolfo e Guarilha; Boni (Wellington), Suede (Marcinho), Nal e Dudé; Fabián e Rigoberto. Técnico: Pedro de Siqueira Manta.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

Campeão: Barras Futebol Clube (Barras)
Vice: Sociedade Esportiva de Picos (Picos)
3º lugar: Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
4º lugar: 4 de Julho Esporte Clube (Piripiri)
5º lugar: Parnahyba Sport Club (Parnaíba)
6º lugar: River Atlético Clube (Teresina)
7º lugar: Caiçara Esporte Clube (Campo Maior)
8º lugar: Piauí Esporte Clube (Teresina)

ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM

16 jogos - Afonso Amorim de Sousa.
7 jogos - Antonio José Lopes Trindade de Sousa.
5 jogos - Francisco de Assis Almeida Filho (Ceará).
4 jogos - Cleston Santino Pereira e Wladierysson Silva Oliveira (ambos do Ceará).
3 jogos - Marco Antonio Silva Sampaio, Paulo Ferreira (ambos do Ceará), Leonardo Marques Fortes e Júlio Cesar Oliveira Gonçalves.

Com 9 gols pelo 4 de Julho, Neném sagrou-se o principal artilheiro da competição.
PRINCIPAIS ARTILHEIROS

09 gols - Neném (4 de Julho).
07 gols - Naná (Barras).
06 gols - Rigoberto, Wellington (Picos) e Alcimar (4 de Julho).
05 gols - Marcos Túlio (Parnahyba).
04 gols - Máiquel (Barras), Maradona (Comercial), Belo (Parnahyba), Dudé (Picos) e Joniel (4 de Julho).

MELHORES GOLEIROS

0,37 - Sílvio (Picos), 3 gols em 8 jogos.
0,66 - Fábio (River), 6 gols em 9 jogos.
1 gol por jogo - Herivelton (Comercial), 15 gols em 15 jogos
1,09 - Marcelo Silva (Barras), 12 gols em 11 jogos.
1,14 - Ivan (Barras), 8 gols em 7 jogos.
1,27 - Val (Picos) e Isaías (4 de Julho), 14 gols em 11 jogos.



SEXTA-FEIRA, 31 DE AGOSTO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 1980

Neto Camarço (fisicultor), Bitonho, Ubirani, Carioca, Luis Caucaia, Ari e Duílio, em pé; Vitor, Sima, Edilson, Meinha e Edmael (agachados). Na reta final para conquistar o título, o River utilizou esta formação como time-base.
O primeiro campeonato piauiense da década de 1980 foi dominado pelos principais clubes da capital. A rodada de abertura já foi um aviso - River 4x0 Auto Esporte, Parnahyba 0x1 Flamengo, Comercial 0x4 Piauí e Picos 0x1 Tiradentes. Não por ocincidência, a classificação final, pela ordem, apontou os quatro vencedores da 1ª rodada nas quatro primeiras colocações (River campeão, Tiradentes vice, Flamengo 3° e Piauí 4°).

No aspecto público pagante, quanta saudade. Acredite, caro leitor, todos os times participantes tiveram média de público superior a 1 mil pagantes em seus jogos. Todos, sem exceção. O River, campeão de público, teve a média de 6 mil pagantes por jogo. O Flamengo, segundo colocado, teve uma média de 4.800 pagantes por partida. E o Tiradentes, 3.300.

E olhem que o regulamento foi complicado. Prá se ter uma idéia, no jogo que foi definido o campeão, o campeão não estava em campo. Deu prá entender? Explicando melhor, o River foi o campeão com o empate entre Piauí e Tiradentes, motivo pelo qual publicamos duas fichas no item JOGO DO TÌTULO. Você também pode ficar sem entender o motivo de Sima, ainda em grande forma, não foi o goleador máximo.

Simples. Sima jogou apenas os 10 últimos jogos do River, pois estava jogando no Leônico, da Bahia. Marcou 12 gols em 10 jogos (média 1,20), ao passo que o artilheiro principal, Edilson, também do River, fez 19 gols em 21 jogos (média de 0,90). Em síntese, confira abaixo como foi o Campeonato Piauiense de 1980, conquistado pelo River Atlético Clube. 

1° Turno
1ª rodada
06/07/1980
RIVER 4x0 AUTO ESPORTE
PARNAHYBA 0x1 FLAMENGO
COMERCIAL 0x4 PIAUÍ
PICOS 0x1 TIRADENTES

2ª rodada
13/07/1980
FLAMENGO 3x2 TIRADENTES
COMERCIAL 1x1 AUTO ESPORTE
PARNAHYBA 2x2 PIAUÍ
PICOS 1x4 RIVER

3ª rodada
16/07/1980
PIAUÍ 3x2 AUTO ESPORTE
RIVER 5x2 PARNAHYBA

4ª rodada
20/07/1980
PICOS 2x0 COMERCIAL
TIRADENTES 2x2 PIAUÍ

5ª rodada
23/07/1980
TIRADENTES 2x0 AUTO ESPORTE
FLAMENGO 2x1 PICOS

6ª rodada
27/07/1980
COMERCIAL 1x1 PARNAHYBA
RIVER 1x1 TIRADENTES

7ª rodada
03/08/1980
FLAMENGO 1x1 PIAUÍ
COMERCIAL 3x4 TIRADENTES
PARNAHYBA 4x0 PICOS

8ª rodada
06/08/1980
AUTO ESPORTE 0x3 PARNAHYBA
RIVER 2x1 COMERCIAL

9ª rodada
10/08/1980
RIVER 5x0 FLAMENGO

10ª rodada
14/08/1980
PIAUÍ 1x0 PICOS
FLAMENGO 1x0 AUTO ESPORTE

11ª rodada
17/08/1980
RIVER 2x0 PIAUÍ
PARNAHYBA 1x0 TIRADENTES
COMERCIAL 1x0 FLAMENGO
PICOS 1x0 AUTO ESPORTE

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 13 pontos
2° Piauí e Flamengo, 9 pontos
4º Parnahyba, 8 pontos e 4 gols de saldo
5º Tiradentes, 8 pontos e 2 gols de saldo
6º Comercial e Picos, 4 pontos
8° Auto Esporte, 1 pontos

Obs.: River, Piauí, Flamengo e Parnahyba classificaram-se para a fase semifinal do 1º turno.

1° Turno – Fase Semifinal
20/08/1980
FLAMENGO 1x0 PARNAHYBA
RIVER 3x1 PIAUÍ

Decisão do 1º Turno - 1º jogo
24/08/1980
RIVER 1x0 FLAMENGO

2º jogo
31/08/1980
FLAMENGO 0x2 RIVER

Neste Tiradentes x Flamengo de 1980, o duelo do lateral direito Waldinar contra o ponta esquerda Santos. Sob o olhar atento do árbitro Paulo César Eckhardt.
2º Turno
1ª rodada
03/09/1980
AUTO ESPORTE 2x3 COMERCIAL
FLAMENGO 2x0 PARNAHYBA

2ª rodada
07/09/1980
TIRADENTES 0x2 PIAUÍ
COMERCIAL 0x1 RIVER
PARNAHYBA 2x1 AUTO ESPORTE
PICOS 1x1 FLAMENGO

3ª rodada
10/09/1980
PIAUÍ 0x0 PARNAHYBA
AUTO ESPORTE 1x2 FLAMENGO

4ª rodada
14/09/1980
AUTO ESPORTE 1x2 PICOS
RIVER 1x5 TIRADENTES

5ª rodada
17/09/1980
TIRADENTES 3x0 COMERCIAL
RIVER 0x1 PICOS

6ª rodada
21/09/1980
AUTO ESPORTE 0x7 TIRADENTES
PIAUÍ 3x1 FLAMENGO
PARNAHYBA 3x2 COMERCIAL

7ª rodada
28/09/1980
AUTO ESPORTE 2x6 PIAUÍ
FLAMENGO 3x0 COMERCIAL
PICOS 1x0 PARNAHYBA

8ª rodada
01/10/1980
TIRADENTES 4x1 PICOS
AUTO ESPORTE 2x12 RIVER

9ª rodada
05/10/1980
FLAMENGO 0x2 RIVER

10 ª rodada
08/10/1980
PIAUÍ 3x1 COMERCIAL
TIRADENTES 0x0 PARNAHYBA

11ª rodada
12/10/1980
PIAUÍ 0x1 RIVER
COMERCIAL 1x2 PICOS

12ª rodada
19/10/1980
TIRADENTES 1x1 FLAMENGO
PARNAHYBA 1x2 RIVER
PICOS 0x0 PIAUÍ

Classificação (pontos ganhos)

1º Tiradentes, River, Piauí e Picos, 10 pontos.
5º Flamengo, 8 pontos.
6º Parnahyba, 6 pontos.
7° Comercial, 2 pontos.
8° Auto Esporte, 0 ponto.

Obs.: Tiradentes, River, Piauí e Picos classificaram-se para a fase semifinal do 2º turno.

2º Turno - Fase Semifinal
23/10/1980
TIRADENTES 3x0 PICOS
RIVER 3x1 PIAUÍ

Decisão do 2º Turno
1º jogo
26/10/1980
RIVER 1x1 TIRADENTES

2º jogo
29/10/1980
TIRADENTES 0x4 RIVER
Obs.: Com este resultado o River sagrou-se campeão do 2º turno.

3° Turno
1ª rodada
05/11/1980
FLAMENGO 1x0 PIAUÍ

2ª rodada
09/11/1980
TIRADENTES 1x1 RIVER

3ª rodada
12/11/1980
RIVER 6x1 PIAUÍ
FLAMENGO 1x2 TIRADENTES

4ª rodada
16/11/1980
RIVER 2x0 FLAMENGO

5ª rodada
19/11/1980
PIAUÍ 1x1 TIRADENTES

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 5 pontos.
2º Tiradentes, 4 pontos.
3° Flamengo, 2 pontos
4º Piauí, 1 ponto.
Obs.: O River sagrou-se campeão do 3° turno. E como já havia ganho também os dois turnos anteriores, o time tricolor sagrou-se campeão piauiense de 1980, sem necessidade de decisão contra outra associação.

Clássico Rivengo: a defesa do Flamengo, com Marins, Wagner e Pepeta (no cantinho direito, encoberto) numa missão quase impossível: segurar Edilson e Sima, os principais goleadores do Campeonato Piauiense naquela temporada.
OS JOGOS DO TÍTULO

16/11/1980 - RIVER 2x0 FLAMENGO
Local: Albertão (Teresina).
Arbitragem: Artur Braz, auxiliado por Luiz Antônio Caminha Veloso e Lineu Antonio de Lisboa Junior Santos.
Renda: Cr$ 454.510,00 com 9.489 pagantes.
Gols: Vitor 15 e Edílson 25 do 2° tempo.
Cartão amarelo: Décio Costa (FLA).
Expulsão: Joel, aos 40 do 2° tempo, por ofensas morais ao árbitro.
River – Duílio; Carioca, Ari (Zé Carlos), Luis Caucaia e Bitonho; Ubirani, Meinha e Sima; Vitor, Edílson e Edmael (Nascimento). Técnico: João Pereira da Silva (Mormaço).
Flamengo – Hindemburgo; Pepeta, Wagner, Marins e Jorge; Augusto, Joel e Carlinhos Bacurau; Mano (Décio Costa), Bodó e Edu (Santos). Técnico: Ênio Silva.

19/11/1980 - PIAUÍ 1x1 TIRADENTES
Local: Albertão (Teresina).
Preliminar: Parnahyba 3x2 Picos (Camp. Piauiense de Juvenis).
Arbitragem: Waldir Lima Vieira, auxiliado por Emílio Porto e Epitácio Soares Gondinho.
Renda: Cr$ 42.840,00 com 888 pagantes.
Gols: Zuega 12 e Derivaldo (pênalti) 24 do 1° tempo.
Cartões amarelos: João da Cruz (PIA), Zé Lima e Baiano (TIR).
Piauí – Batista; Washington, João da Cruz (Queiroz), Raimundo e Chico; Chicão, Catita (Mocó) e Maninho; Pilinguiça, Derivaldo e Zé Ramundo. Técnico: Dario de Souza.
Tiradentes – Duarte; Waldinar, Lambau, Baiano e Zé Lima; Zuega, Etevaldo e Hélio Rocha; Luiz Sérgio (Sabará), Flávio (Panzilão) e Acir. Técnico: Aurelino Esteves.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º River Atlético Clube (Teresina)
2º Sociedade Esportiva Tiradentes (Teresina)
3º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
4º Piauí Esporte Clube (Teresina)
5º Parnahyba Sport Club (Parnaíba)
6º Sociedade Esportiva de Picos (Picos)
7º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
8° Auto Esporte Clube (Teresina)

ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM

15 jogos – Artur Braz e Paulo César Eckhardt.
9 jogos – Waldir Lima Vieira.
8 jogos – José Cavalcante Ferreira.
6 jogos – Gustavo Adolfo Maia.
5 jogos – Lineu Antônio de Lisboa Júnior Santos e Luiz Antonio Caminha Veloso.
2 jogos – José Roberto Ramiz Wright (Rio de Janeiro) e Valdílio Souza Falcão.

PRINCIPAIS GOLEADORES

19 gols – Edílson (River).
12 gols – Sima (River).
11 gols – Mocó (Piauí), Meinha (River) e Luiz Sérgio (Tiradentes).
8 gols – Flávio (Tiradentes).
7 gols – Hélio Rocha (Tiradentes).

MELHORES GOLEIROS (média de gols por jogo)

0,81 – Duílio (River) – 18 gols em 22 jogos
1,14 – Mário Boi (Parnahyba) – 8 gols em 7 jogos
1,17 – Cida (Tiradentes) – 20 gols em 17 jogos
1,20 – Batista (Piauí) – 18 gols em 15 jogos
1,25 – Lili (Parnahyba) – 10 gols em 8 jogos
1,26 – Hindemburgo (Flamengo) – 19 gols em 15 jogos



DOMINGO, 12 DE AGOSTO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 1970

River e Flamengo, os mais populares times da capital, iniciavam mais um Campeonato Piauiense com o objetivo de acabar com a supremacia do Piauí. Tetracampeão em 1966/67/68 e 69, o time rubroanil voltava a figuar como franco favorito. E o início avassalador, com vitórias sobre Botafogo, Caiçara, Comercial, Fluminense e Auto Esporte, culminando com o título do 1° turno, dava a certeza disso.

No returno, porém, o Flamengo cresceu de produção e arrancou para um título histórico. Título que começou a ser ganho quando, no dia 11 de outubro, venceu o Piauí e acabou com a magia da "mandinga da camisa azul", usada pelo Piauí nos clássicos e que, acreditava-se, tornara-se imbatível. Nas finais, contra o mesmo Piauí, duas vitórias e o título arrebatado para festa rubro-negra no Lindolfo Monteiro.

Um fato curioso ocorreu naquela temporada. O jogo Flamengo  x Comercial, do dia 16 de setembro, foi suspenso e teve seu prosseguimento dois dias depois, no dia 18. Sima, então um jovem artilheiro ainda desconhecido do sul do país, marcou 21 gols em 13 partidas, estabelecendo a invejável média de 1,6 gols por jogo. Adiante, uma síntese do Campeonato Piauiense de 1970.

1° Turno
1ª rodada
05/07/1970
PIAUÍ 6x1 BOTAFOGO
COMERCIAL 3x0 AUTO ESPORTE

08/07/1970
FLAMENGO 7x0 FLUMINENSE

2ª rodada
12/07/1970
FLAMENGO 1x0 COMERCIAL
CAIÇARA 2x4 PIAUÍ
.
15/07/1970
RIVER 6x1 BOTAFOGO

3ª rodada
19/07/1970
PIAUI 3x0 COMERCIAL
CAIÇARA 2x0 AUTO ESPORTE

22/07/1970
RIVER 0x0 CAIÇARA

4ª rodada
26/07/1970
FLAMENGO 2x0 AUTO ESPORTE
COMERCIAL 0x0 BOTAFOGO

29/07/1970
FLUMINENSE 1x10 PIAUÍ

5ª rodada
02/08/1970
FLUMINENSE 1x4 RIVER

05/08/1970
BOTAFOGO 7x0 AUTO ESPORTE

6ª rodada
09/08/1970
RIVER 5x3 AUTO ESPORTE
CAIÇARA 2x0 FLUMINENSE

12/08/1970
FLAMENGO 3x1 BOTAFOGO

7ª rodada
16/08/1970
BOTAFOGO 0x1 CAIÇARA
COMERCIAL 1x1 RIVER

19/08/1970
PIAUÍ 6x1 AUTO ESPORTE

8ª rodada
23/08/1970
FLAMENGO 1x2 RIVER
COMERCIAL 1x2 FLUMINENSE

26/08/1970
FLUMINENSE 4x0 AUTO ESPORTE

9ª rodada
30/08/1970
RIVER 2x2 PIAUÍ
COMERCIAL 1x1 CAIÇARA

02/09/1970
FLUMINENSE 0x0 BOTAFOGO

10ª rodada
06/09/1970
FLAMENGO 2x2 PIAUÍ
Obs.: Com este resultado o Piauí sagrou-se campeão do 1º turno.

10/09/1970
FLAMENGO 4x0 CAIÇARA

CLASSIFICAÇÃO DO 1º TURNO

1º Piauí, 12 pontos.
2º Flamengo e River, 11 pontos.
4º Caiçara, 8 pontos.
5º Fluminense e Comercial, 5 pontos
7º Botafogo, 4 pontos
8º Auto Esporte, 0 ponto.

Decisão da 5ª vara para o returno
10/09/1970
FLUMINENSE 2x5 COMERCIAL

2º TURNO
1ª rodada
13/09/1970
RIVER 5x0 CAIÇARA

16 e 18/09/1970
FLAMENGO 0x1 COMERCIAL
Obs.: O jogo foi suspenso aos 6 do 2º tempo, na quarta-feira (16), quando o placar apontava 0 a 0. Os 39 minutos restantes foram disputados dois dias depois, na sexta-feira (18), oportunidade em que o Comercial marcou o único gol da partida.

2ª rodada
20/09/1970
PIAUÍ 2x0 COMERCIAL

23/09/1970
PIAUÍ 2x2 CAIÇARA

3ª rodada
27/09/1970
FLAMENGO 2x1 CAIÇARA

30/09/1970
RIVER 4x0 COMERCIAL

4ª rodada
04/10/1970
PIAUÍ 2x0 RIVER

07/10/1970
CAIÇARA 1x1 COMERCIAL

5ª rodada
11/10/1970
PIAUÍ 2x3 FLAMENGO

08/12/1970
RIVER 0x2 FLAMENGO
Obs.: Com este resultado, o Flamengo sagrou-se campeão do 2º turno.

CLASSIFICAÇÃO DO 2º TURNO

1º Flamengo, 6 pontos
2º Piauí, 5 pontos
3º River, 4 pontos
4º Comercial, 3 pontos
5º Caiçara, 2 pontos

DECISÃO DO CAMPEONATO

1º jogo – 13/12/1970
FLAMENGO 3x1 PIAUÍ

2º jogo – 16/12/1970
PIAUÍ 0x1 FLAMENGO

O JOGO DO TÍTULO

16/12/1970 - PIAUÍ 0x1 FLAMENGO
Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Artur Braz, auxiliado por Valdimir Soares da Silva e Diogo Brasil Lustosa.
Renda: Cr$ 18.189,50
Gol: Odacy 11 do 2º tempo.
Expulsões: Lelé e Batata, aos 40 do 2º.
Obs.: O árbitro escalado para dirigir o jogo foi Manoel Araújo (Ceará), que não compareceu, sendo substituído por Artur Braz. Com este resultado o Flamengo sagrou-se campeão piauiense de 1970.
Piaui – Wilson; Dias, Valdivino, Manoelzinho e Aluisio; Batata e Edmilson Leite (Baé); Carrinho, Sima, Lelé e Batistinha.
Flamengo – Edson; Carlinhos, Dias, Matintim e Franklin; Eliézer e Décio Costa; Gringo, Mota, Odacy e Pedrinho.

Sima, em 70, já era artilheiro implacável.
 CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
2º Piauí Esporte Clube (Teresina)
3º River Atlético Clube (Teresina)
4º Caiçara Esporte Clube (Campo Maior)
5º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
6º Fluminense Esporte Clube (Teresina)
7º Botafogo Esporte Clube (Teresina)
8º Auto Esporte Clube (Teresina)

ÁRBITROS QUE APITARAM

10 jogos – Antonio Pereira dos Santos (Bola 7) e Valdimir Soares da Silva.
9 jogos – Artur Braz.
6 jogos – Diogo Brasil Lustosa.
2 jogos – José Leandro de Castro Serpa (Ceará).
1 jogo – José Gilberto Farias Ferreira, Lourálber Monteiro (ambos do Ceará), e Antonio Rodrigues Santa Rosa.

PRINCIPAIS GOLEADORES

21 gols – Sima (Piauí).
13 gols – Lelé (Piauí).
10 gols – Nido (River).
6 gols – Batistinha (Piauí) e Geraldino (River).
5 gols – Paulo Paraibano (Botafogo), Deca (Caiçara), Júlio (Comercial), Gringo, Mota e Nadinho (Flamengo).

MELHORES GOLEIROS

0,66 – Rômulo (Flamengo) – 6 gols em 9 jogos – e Édson (Flamengo) – 4 gols em 6 jogos
1,00 – Luiz Mário (River) – 8 gols em 8 jogos
1,41 – Beroso (Comercial) e Wilson (Piauí) – 17 gols em 12 jogos
1,90 – Chiquinho (Caiçara) – 19 gols em 10 jogos
2,00 – Chiquinho (Fluminense) – 10 gols em 5 jogos
2,80 – Gonzaga (Botafogo) – 14 gols em 5 jogos


QUINTA-FEIRA, 26 DE JULHO DE 2012

O Campeonato Piauiense (de Teresina) de 1925

Os registros do futebol piauiense, no período de sua implantação até finais da década de 1950, são bastante escassos. Embora muita coisa seja conhecida, a verdade é que, a grande maioria das informações perdeu-se no tempo, sem registros em qualquer publicação, seja qual for o documento. Mas algumas coisas ficaram. Como a tabela do 1° turno do Campeonato de 1925, promovido pela Liga Piauhyense de Sports Terrestres, sediada em Teresina

Esta tabela foi publicada, na íntegra, pelo jornal A Imprensa, do dia 17 de setembro de 1925. Os jogos daquele primeiro turno do certame realizado em Teresina, tiveram como palco o campo do quartel do 25° Batalhão de Caçadores. Você vai perceber que constam os resultados de apenas cinco jogos, mas somente esses jogos tiveram divulgação na imprensa da época.

Fato dos mais curiosos ocorreu no jogo em que o América goleou o Paysandu, por 9 a 0, no dia 04 de outubro. Noticia o mesmo jornal A Imprensa, em sua edição do dia 06 (dois dias depois do jogo) que "um dos gols do sr. Soeiro (Alfredo Soeiro), se deu na cobrança de um pênalti, de costas, com o calcanhar." O autor da proeza é avô do advogado Mário Soeiro, e o árbitro daquela partida, Adão Vieira de Carvalho (foto ao lado), é avô do ex-jogador Marcos Grilo.

O campeão do Campeonato Piauiense de 1925, realizado pela Liga Piauhyense de Sports Terrestres, de Teresina, foi o Tiradentes Atlético Clube, cujo time base era formado por Durico; Moba e Pereira; Almir, Bicanca e Genésio; Euclydes, Elpídio, Abreu, Zé Maria e Raymundo. Agora confira a tabela do 1° turno daquele distante campeonato.

TABELA DO 1° TURNO DE 1925

20/09/1925 - Santa Cruz x Nacional
27/09/1925 - Artístico 2x1 Tiradentes
04/10/1925 - Paysandu 0x9 América
11/10/1925 - Artístico 1x1 Nacional
18/10/1925 - Tiradentes 1x0 Paysandu
25/10/1925 - Santa Cruz 1x4 América
01/11/1925 - Nacional x Tiradentes
08/11/1925 - Artístico x Paysandu
19/11/1925 - Nacional x América
22/11/1925 - Santa Cruz x Arítisco
29/11/1925 - Nacional x Paysandu
06/12/1925 - Santa Cruz x Tiradentes
13/12/1925 - Arítisco x América
20/12/1925 - Santa Cruz x Paysandu
25/12/1925 - Tiradentes x América


QUINTA-FEIRA, 28 DE JUNHO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 2007

A média de quase 2 mil pagantes por jogo foi um grande destaque do Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais, encerrado na semana passada. Mas o aumento da média de público em Teresina, na ordem de mais de 300% em relação a 2006 pode ser considerado o fato mais expressivo nos números oficiais divulgados pela Federação de Futebol do Piauí.

Em 2006, os 22 jogos disputados na capital apresentaram um total de público de 11.292 torcedores, correspondendo a fraca média de 513 por partida. Com o implemento da campanha da nota fiscal, o Estádio Albertão foi palco de 25 jogos, registrando-se um público total de 52.500 torcedores, com média 2.100 expectadores por partida.

Realizada em três meses, a competição apresentou 62 jogos e um público geral de 118.518 torcedores, resultando a média de 1.916 por partida, recorde dos últimos vinte anos no futebol piauiense. Foram assinalados 157 gols, com média de 2,53 por partida. O jogo de maior público foi River 3x1 Barras, que decidiu o título, com 11.863 torcedores. O recorde negativo, de 666 torcedores, pertenceu ao jogo Piauí x Comercial, também no Albertão. Nesta ocasião, Flamengo e Cori-Sabbá foram rebaixados para a 2ª Divisão.

O River do último título, em 2007. Depois desta tarde veio o jejum, que perdura até hoje.
Fase Classificatória
1ª rodada
11/03/2007
PIAUÍ 1x2 RIVER
PARNAHYBA 1x0 BARRAS
COMERCIAL 2x2 FLAMENGO
4 DE JULHO 0x0 CORI-SABBÁ

2ª rodada
14/03/2007
RIVER 2x0 COMERCIAL
FLAMENGO 2x1 4 DE JULHO
CORI-SABBÁ 2x0 PARNAHYBA
BARRAS 3x0 PIAUÍ

3º rodada
18/03/2007
PARNAHYBA 2x2 RIVER
FLAMENGO 0x0 PIAUÍ
COMERCIAL 0x0 CORI-SABBÁ
4 DE JULHO 1x2 BARRAS

4ª rodada
21/03/2007
RIVER 1x0 CORI-SABBÁ
PARNAHYBA 1x0 COMERCIAL
BARRAS 0x0 FLAMENGO
PIAUÍ 1x2 4 DE JULHO

5ª rodada
25/03/2007
CORI-SABBÁ 1x2 PIAUÍ
RIVER 1x0 FLAMENGO
COMERCIAL 2x1 BARRAS
4 DE JULHO 2x1 PARNAHYBA

6ª rodada
01/04/2007
4 DE JULHO 1x2 RIVER
PIAUÍ 0x0 COMERCIAL
PARNAHYBA 2x0 FLAMENGO
CORI-SABBÁ 0x1 BARRAS

7ª rodada
07/04/2007
BARRAS 0x3 RIVER
COMERCIAL 3x1 4 DE JULHO

09/04/2007
PIAUÍ 0x1 PARNAHYBA
FLAMENGO 4x0 CORI-SABBÁ

8ª rodada
15/04/2007
RIVER 2x1 4 DE JULHO
FLAMENGO 0x3 PARNAHYBA
COMERCIAL 0x0 PIAUÍ
BARRAS 3x0 CORI-SABBÁ

9ª rodada
21/04/2007
COMERCIAL 1x1 RIVER
PIAUÍ 1x0 BARRAS
PARNAHYBA 2x0 CORI-SABBÁ
4 DE JULHO 1x1 FLAMENGO

10ª rodada
25/04/2007
RIVER 4x2 PARNAHYBA
FLAMENGO 2x3 PIAUÍ
CORI-SABBÁ 1x0 COMERCIAL
BARRAS 3x3 4 DE JULHO

11ª rodada
28/04/2007
PARNAHYBA 1x1 4 DE JULHO
BARRAS 2x0 COMERCIAL
FLAMENGO 0x1 RIVER

12ª rodada
01/05/2007
CORI-SABBÁ 1x2 RIVER
FLAMENGO 2x2 BARRAS
COMERCIAL 1x0 PARNAHYBA
4 DE JULHO 3x0 PIAUÍ

13ª rodada
05/05/2007
CORI-SABBÁ 1x0 4 DE JULHO
RIVER 0x5 PIAUÍ
BARRAS 4x1 PARNAHYBA

Complemento da 11ª rodada
09/05/2007
PIAUÍ 2x0 CORI-SABBÁ

Jogo da 13ª rodada
09/05/2007
FLAMENGO 1x4 COMERCIAL

14ª rodada
13/05/2007
RIVER 1x1 BARRAS
PARNAHYBA 1x0 PIAUÍ
CORI-SABBÁ 1x2 FLAMENGO
4 DE JULHO 6x3 COMERCIAL

Classificação (pontos ganhos)

1° River, 33 pontos
2° Parnahyba, 23 pontos
3° Barras, 22 pontos
4° Piauí, 18 pontos
5° Comercial, 17
6° 4 de Julho, 16
7° Flamengo, 14
8° Cori-Sabbá, 11

Obs. 1 - River, Parnahyba, Barras e Piauí classificaram-se para as semifinais do campeonato.

Obs. 2 - Flamengo e Cori-Sabbá foram rebaixados para a 2ª Divisão.

Barras ficou com o vice-campeonato na temporada de 2007 (Foto: Severino Filho - Buim)
Fase Semifinal
20/05/2007
PIAUÍ 0x4 RIVER
BARRAS 0x0 PARNAHYBA

27/05/2007
PARNAHYBA 1x2 BARRAS
RIVER 0x0 PIAUÍ

Decisão do Campeonato
1° jogo
03/06/2007
BARRAS 1x4 RIVER

2° jogo
10/06/2007
RIVER 3x1 BARRAS

O JOGO DO TÍTULO
  
2° jogo - 10/06/2007
RIVER 3x1 BARRAS
Local: Estádio Albertão (em Teresina).
Arbitragem: Carlos Eugênio Simon (FIFA - Rio Grande do Sul), auxiliado por Antonio José da Silva Monteiro e João Batista Lucas Correial (ambos do Celará).
Público com ingresso comprado no estádio: 6.034 pagantes.
Público com ingresso da nota fiscal: 5.829 torcedores
Total de público: 11.863 torcedores.
Gols: Osvaldo 6 e Lira (cabeça) 29 do 1º tempo; Marcelo 5 e Zezé (falta) 34 do 2º.
Cartões amarelos: Wanderson (RIV), Juba, George e Montanha (BAR).
River - Fábio; Flávio, Cláudio, Zezé e Eusébio; Alberto, Gladstone, Wanderson (Daniel) e Lira (Índio); Maurício (Joãozinho) e Osvaldo. Técnico: José Fernando Polozi.
Barras - Dida; Nenem (Cleitinho), Juba, Veloso e Ricardo; Lano, Montanha, Magno (George) e Marcelo; Edu Brasil (Ivaldo) e Joniel. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º River Atlético Clube (Teresina)
2º Barras Futebol Clube (Barras)
3º Parnahyba Sport Club (Parnaíba)
4º Piauí Esporte Clube (Teresina)
5º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
6º 4 de Julho Esporte Clube (Piripiri)
7º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
8º Associação Atlética Cori-Sabbá (Floriano)


PRINCIPAIS ARTILHEIROS

8 gols - Wanderson (foto ao lado - River).
7 gols - Maradona (Comercial).
6 gols - Didi, Edu Brasil (Barras), Antonio Carlos (Parnahyba), Dudu, Zezinho (4 de Julho) e Osvaldo (River).
5 gols - Quirino (Piauí).
4 gols - Perivaldo (Comercial), Anderson Kamar (Cori-Sabbá), Curiri, Lira e Maurício (River).

MELHORES GOLEIROS

0,94 - Fábio (River) - 17 gols em 18 jogos
1 gol por jogo - Genivaldo (Parnahyba) - 8 gols em 8 jogos
1,10 - Ivan (Barras) - 11 gols em 10 jogos
1,18 - João Paulo (Piauí) - 19 gols em 16 jogos
1,25 - Preto (Parnahyba) - 10 gols em 8 jogos
1,28 - Neto (Comercial) - 18 gols em 14 jogos



QUINTA-FEIRA, 21 DE JUNHO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 2003 

Os gols de Sílvio ganharam destaque na imprensa.
Dez clubes participaram do certame, que trouxe algumas novidades. A principal delas o rebaixamento de quatro clubes para a segunda divisão. Foi neste particular que houve a maior surpresa: foram rebaixados 4 de Julho, Oeiras, Picos e Cori-Sabbá. Após 90 jogos o Flamengo quebrou um jejum de 14 anos e voltou a dar a volta olímpica como campeão piauiense, conquistando também a artilharia da competição, fato registrado pela última vez em 1986 com o atacante China.

1º Turno
Jogo de abertura
13/03/2003
CAIÇARA 2x0 COMERCIAL

1ª rodada
16/03/2003
FLAMENGO 2x1 PICOS
RIVER 0x1 PIAUÍ
CORI-SABBÁ 0x1 OEIRAS
4 DE JULHO 0x0 COMERCIAL (este jogo foi suspenso no intervalo, devido a fortes chuvas)
PARNAHYBA 1x0 CAIÇARA

2ª rodada
19/03/2003
PARNAHYBA 2x0 CORI-SABBÁ
OEIRAS 2x3 FLAMENGO

20/03/2003
RIVER 1x0 4 DE JULHO
PICOS 1x2 PIAUÍ

3ª rodada
22/03/2003
COMERCIAL 3x3 RIVER
FLAMENGO 3x0 CAIÇARA
OEIRAS 0x0 PICOS
CORI-SABBÁ 2x3 PIAUÍ

23/03/2003
4 DE JULHO 3x1 PARNAHYBA

Jogo suspenso na 1ª rodada
26/03/2003
4 DE JULHO 4x2 COMERCIAL

4ª rodada
29/03/2003
PICOS 1x0 CORI-SABBÁ (O jogo foi suspenso aos 31 do 1º tempo devido as fortes chuvas.

30/03/2003
PIAUÍ 0x1 COMERCIAL
RIVER 2x1 OEIRAS
PARNAHYBA 2x3 FLAMENGO
CAIÇARA 2x0 4 DE JULHO

5ª rodada
02/04/2003
CORI-SABBÁ 1x3 RIVER
PICOS 2x0 4 DE JULHO
PARNAHYBA 2x1 COMERCIAL
OEIRAS 2x1 CAIÇARA

6ª rodada
04/04/2003
CORI-SABBÁ 1x1 CAIÇARA

05/04/2003
PICOS 1x1 PARNAHYBA

06/04/2003
4 DE JULHO 2x1 PIAUÍ
RIVER 2x2 FLAMENGO
COMERCIAL 4x1 OEIRAS

09/04/2003
Jogo adiado da 4ª rodada
PICOS 2x0 CORI-SABBÁ

Jogo adiado da 5ª rodada
FLAMENGO 2x1 PIAUÍ

7ª rodada
RIVER 1x1 CAIÇARA

12/04/2003
FLAMENGO 1x0 CORI-SABBÁ

13/04/2003
COMERCIAL 2x0 PICOS
OEIRAS 3x0 4 DE JULHO
PIAUÍ 2x1 PARNAHYBA

8ª rodada
19/04/2003
CAIÇARA 2x0 PIAUÍ
PICOS 0x3 RIVER

20/04/2003
4 DE JULHO 0x0 CORI-SABBÁ
OEIRAS 1x1 PARNAHYBA
COMERCIAL 0x1 FLAMENGO

9ª e última rodada
27/04/2003
CAIÇARA 1x1 PICOS
PIAUI 4x3 OEIRAS
CORI-SABBÁ 0x1 COMERCIAL
4 DE JULHO 1x2 FLAMENGO
PARNAHYBA 1x1 RIVER

Classificação (pontos ganhos)

1º Flamengo, 25 pontos
2º River, 16 pontos
3º Piauí, 15 pontos
4º Comercial, 13 pontos
5º Caiçara e Parnahyba, 12 pontos
7º Oeiras, 11 pontos
8º 4 de Julho, 10 pontos
9º Picos, 9 pontos
10º Cori-Sabbá, 2 pontos

Obs.: Oeiras, 4 de Julho, Picos e Cori-Sabbá foram rebaixados para a Segunda Divisão.

O Flamengo de 2003, campeão depois de um longo jejum (Foto: Cícero Rocha)
Semifinal do 1º Turno
01/05/2003
COMERCIAL 2x1 FLAMENGO
PIAUÍ 1x1 RIVER

04/05/2003
FLAMENGO 4x1 COMERCIAL

05/05/2003
RIVER 4x3 PIAUÍ

Decisão do 1º turno
08/05/2003
RIVER 0x1 FLAMENGO

11/05/2003
FLAMENGO 2x1 RIVER

Obs.: Com este resultado o Flamengo sagrou-se campeão do 1º turno e ficou com a Taça Tácito de Sousa Aguiar (Tassu).

2º TURNO
FASE PRELIMINAR
1ª rodada
14/05/2003
RIVER 3x1 CAIÇARA
PARNAHYBA 1x0 PIAUÍ

15/05/2003
FLAMENGO 3x1 COMERCIAL

2ª rodada
17/05/2003
COMERCIAL 2x1 RIVER

18/05/2003
CAIÇARA 3x0 PARNAHYBA
PIAUÍ 2x1 FLAMENGO

3ª rodada
21/05/2003
PARNAHYBA 1x0 RIVER

22/05/2003
PIAUI 2x2 COMERCIAL

FLAMENGO 4x1 CAIÇARA

4ª rodada
25/05/2003
COMERCIAL 1x1 CAIÇARA
PARNAHYBA 1x0 FLAMENGO
RIVER 3x0 PIAUÍ

5ª rodada
01/06/2003
CAIÇARA 3x2 PIAUÍ
COMERCIAL 1x3 PARNAHYBA
RIVER 2x1 FLAMENGO

6ª rodada
08/06/2003
CAIÇARA 2x2 COMERCIAL
PIAUÍ 1x3 RIVER

09/06/2003
FLAMENGO 2x2 PARNAHYBA

7ª rodada
11/06/2003
PIAUÍ 0x1 PARNAHYBA

15/06/2003
CAIÇARA 0x0 FLAMENGO
RIVER 6x2 COMERCIAL

8ª rodada
18/06/2003
PARNAHYBA 3x1 CAIÇARA

19/06/2003
COMERCIAL 3x1 PIAUÍ
FLAMENGO 3x1 RIVER

9ª rodada
22/06/2003
COMERCIAL 0x3 FLAMENGO
PIAUÍ 1x2 CAIÇARA

23/06/2003
RIVER 2x0 PARNAHYBA

10ª rodada
29/06/2003
CAIÇARA 3x2 RIVER
FLAMENGO 2x1 PIAUÍ
PARNAHYBA 3x1 COMERCIAL

Classificação (pontos ganhos)

1º Parnahyba, 22 pontos
2º River, 18 pontos
3º Flamengo, 17 pontos
4º Caiçara, 15 pontos
5º Comercial, 9 pontos
6º Piauí, 4 pontos

Semifinal do 2º Turno
06/07/2003
CAIÇARA 1x0 PARNAHYBA
FLAMENGO 2x0 RIVER

09/07/2003
PARNAHYBA 4x0 CAIÇARA
RIVER 2x3 FLAMENGO

Decisão do 2º Turno
13/07/2003
FLAMENGO 1x0 PARNAHYBA

20/07/2003
PARNAHYBA 2x0 FLAMENGO

Obs.: com este resultado, o Flamengo sagrou-se campeão do 2° turno, recebendo a Taça Fernando Mattoso.

DECISÃO DO CAMPEONATO
24/07/2003
FLAMENGO 1x1 PARNAHYBA

27/07/2003
FLAMENGO 1x1 PARNAHYBA

30/07/2003
FLAMENGO 4x2 PARNAHYBA

Um belo flagrante de Cícero Rocha: na decisão, Guará salta de forma cinematográfica, mas não evita que a bola chutada por Eliomar ganhe as redes do Parnahyba. É o terceiro gol, ainda no primeiro tempo.
 O JOGO DO TÍTULO

30/07/2003
FLAMENGO 4x2 PARNAHYBA
Local: Albertão (Teresina)
Arbitragem: Carlos Eugenio Simon (FIFA-Rio Grande do Sul), auxiliado por Antonio Santos Nunes e Gilmar Nunes da Silva.
Renda: R$ 47.778,00 com 11.360 pagantes.
Gols: Henrique (cabeça) 4, Luciano (cabeça) 26 e Eliomar (falta) 35 do 1º tempo; Henrique 8, Gilson Maratá 15 e Cipó 29 do 2º.
Cartões amarelos: Totonho, Sibiraba e Niel.
Expulsão: Niel, aos 39 do 2º, por jogo violento.
Obs.: Com este resultado o Flamengo sagrou-se campeão piauiense, recebendo o troféu Federação de Futebol do Piauí.
Flamengo – Palmiéli; Niel, Serginho, Cleber e Eliomar; Erivan, Diogo Maia (Tiago), Luciano (Jó) e Mazinho Brasília (Maninho); Henrique e Sílvio. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.
Parnahyba – Guará; Acácio (Damesson), Zé Carlos, Eridon e Robert; Sibiraba, Jamerson, Totonho e Cipó; Gilson Maratá (Paulinho) e Gil Bala (Marreco). Técnico: Nelson de Oliveira Mourão.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1° Esporte Clube Flamengo (Teresina)
2° Parnahyba Sport Club (Parnaíba)
3° River Atlético Clube (Teresina)
4° Caiçara Esporte Clube (Campo Maior)
5° Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
6° Piauí Esporte Clube (Teresina)
7° Oeiras Atlético Clube (Oeiras)
8° 4 de Julho Esporte Clube (Piripiri)
9° Sociedade Esportiva de Picos (Picos)
10° Associação A. Cori-Sabbá (Floriano)

PRINCIPAIS ARTILHEIROS

19 gols – Silvio (Flamengo).
18 gols - Maradona (River).
17 gols - Henrique (Flamengo).
9 gols – Perivaldo (Comercial) e Neném (Piauí).
7 gols – Piaba (Caiçara).

MELHORES GOLEIROS

1 gol por jogo - Guará (Parnahyba) - 15 gols em 15 jogos
1,10 - Palmiéli (Flamengo) - 31 gols em 28 jogos
1,30 - Peçanha (River) - 30 gols em 23 jogos
1,36 - Jorge Luiz (Parnahyba) - 15 gols em 11 jogos
1,64 - Neto (Comercial) - 28 gols em 17 jogos
1,66 - Ivan (Piauí) - 20 gols em 12 jogos
 
QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012

O Campeonato Piauiense de 1965

No ano de  1965, o Esporte Clube Flamengo voltou a fazer a alegria da sua torcida com a conquista do bicampeonato piauiense. Melhor ainda: a final foi contra o eterno rival, o River. Prá tornar o enredo mais gostoso ainda, no segundo jogo da decisão, quando os riverinos já comemoravam o título, Gringo (foto ao lado) marcou aos 45 do 2° tempo e adiou a decisão para a terceira partida.

Quem viveu aquele campeonato nunca esqueceu. Os riverinos, pela frustração; os flamenguistas, pela emoção. Pouco se fala no jogo do título, o terceiro. O inesquecível daquela temporada ficou sendo mesmo o segundo jogo, quando o River, quase campeão, viu sua festa ir de água abaixo com o gol de Gringo.

1965 não foi bi apenas para o Flamengo, mas também para a dupla de artilheiros Mano-Paulinho. A exmeplo do ano anterior, na mesma ordem, eles foram os principais goleadores da competição. Um ano rubro-negro. Adiante, confira o resumo daquele campeonato, que teve 169 gols em 57 jogos, resultando na média de 2,96 por partida.

1° Turno
27/06/1965
FLAMENGO 4x1 FERROVIÁRIO

30/06/1965
RIVER 3X2 PIAUÍ

03/07/1965
COMERCIAL 6X2 BOTAFOGO

04/07/1965
CAIÇARA 1x0 PIAUÍ

07/07/1965
RIVER 3x1 FERROVIÁRIO

10/07/1965
BOTAFOGO 2x4 FLAMENGO

11/07/1965
COMERCIAL 1x1 CAIÇARA
PIAUÍ 0x1 FERROVIÁRIO

18/07/1965
RIVER 3x0 BOTAFOGO

25/07/1965
PIAUÍ 1x1 COMERCIAL

01/08/1965
RIVER 1x0 CAIÇARA

04/08/1965
BOTAFOGO 1x1 CAIÇARA

08/08/1965
RIVER 3x0 FLAMENGO

11/08/1965
FERROVIÁRIO 1x1 CAIÇARA

14/08/1965
COMERCIAL 4x0 FERROVIÁRIO

15/08/1965
BOTAFOGO 0x0 PIAUÍ

18/08/1965
RIVER 1x1 COMERCIAL

22/08/1965
FLAMENGO 5x0 COMERCIAL

25/08/1965
FLAMENGO 7x0 CAIÇARA

28/08/1965
BOTAFOGO 3x1 FERROVIÁRIO

01/09/1965
FLAMENGO 4x0 PIAUÍ

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 11 pontos
2º Flamengo, 10 pontos
3º Comercial, 7 pontos
4º Caiçara, 5 pontos
5º Botafogo, 4 pontos
6º Ferroviário, 3 pontos
7º Piauí,  2 pontos.
O River de Waldeck ganhou o 1° turno.

2° Turno
05/09/1965
CAIÇARA 1x3 RIVER

07/09/1965
PIAUÍ 1x0 BOTAFOGO

12/09/1965
FLAMENGO 2x1 FERROVIÁRIO

15/09/1965
PIAUÍ 0x1 COMERCIAL

18/09/1965
BOTAFOGO 2x1 FERROVIÁRIO

19/09/1965
RIVER 1x2 COMERCIAL

22/09/1965
PIAUÍ 1x0 CAIÇARA

25/09/1965
COMERCIAL 1x1 FERROVIÁRIO

26/09/1965
FLAMENGO 1x0 BOTAFOGO

29/09/1965
CAIÇARA 0x1 FERROVIÁRIO

03/10/1965
RIVER 0x0 PIAUÍ

06/10/1965
BOTAFOGO 2x1 COMERCIAL

10/10/1965
FLAMENGO 2x2 COMERCIAL

13/10/1965
PIAUÍ 2x2 FERROVIÁRIO

17/10/1965
RIVER 3x1 BOTAFOGO

20/10/1965
FLAMENGO 1x3 CAIÇARA

23/10/1965
RIVER 1x0 FERROVIÁRIO

24/10/1965
COMERCIAL 3x2 CAIÇARA
FLAMENGO 1x1 PIAUÍ

27/10/1965
BOTAFOGO 3x1 CAIÇARA

31/10/1965
RIVER 0x1 FLAMENGO

Classificação (pontos ganhos)

1º Flamengo e Comercial, 8 pontos
3º River e Piauí, 7 pontos
5º Botafogo, 6 pontos
6º Ferroviário, 4
7º Caiçara, 2

* Com o mesmo número de pontos ganhos, Flamengo e Comercial tiveram que realizar um jogo extra para se conhecer o campeão do segundo turno.

JOGO EXTRA
07/11/1965
FLAMENGO 2x1 COMERCIAL

Obs.: Com este resultado, o Flamengo sagrou-se campeão do 2º turno.

Classificação geral (pontos ganhos)

1º Flamengo, 20
2º River, 18
3º Comercial, 15
4º Botafogo, 10
5º Piauí, 9
6º Caiçara e Ferroviário, 7

* De acordo com o regulamento do Campeonato, a ordem da classificação geral dos dois turnos é o critério para definir as cinco associações classificadas para o terceiro turno da competição.

* Flamengo, River, Comercial, Botafogo e Piauí disputarão o terceiro turno. Caiçara e Ferroviário estão eliminados

Salvador cobra penalidade máxima e marca contra o River (Foto: Acervo Severino Filho)
JOGO-EXTRA DECIDINDO O REBAIXAMENTO
07/11/1965
FERROVIÁRIO x CAIÇARA

Obs.: O Ferroviário ganhou os pontos, uma vez que o Caiçara não compareceu.

3° TURNO
10/11/1965
PIAUÍ 2x1 BOTAFOGO

14/11/1965
RIVER 2x0 COMERCIAL

15/11/1965
FLAMENGO 1x1 PIAUÍ

17/11/1965
RIVER 3x1 BOTAFOGO

21/11/1965
FLAMENGO 5x0 COMERCIAL

24/11/1965
BOTAFOGO 2x2 COMERCIAL

28/11/1965
RIVER 0x0 PIAUÍ

05/12/1965
FLAMENGO 2x2 BOTAFOGO

08/12/ 1965
RIVER 3x1 FLAMENGO

Obs: Com este resultado, o River sagrou-se campeão do 3º turno.

11/12/1965
PIAUÍ 4x2 COMERCIAL

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 7 pontos
2º Piauí, 6 pontos
3º Flamengo, 4 pontos
4º Botafogo, 2 pontos
5º Comercial, 1 ponto

DECISÃO DO CAMPEONATO

1º jogo
12/12/ 1965
RIVER 1x0 FLAMENGO

2º jogo
15/12/1965
RIVER 1x2 FLAMENGO
 
3º jogo
18/12/1965
RIVER 2x3 FLAMENGO

O JOGO DO TÍTULO

18/12/1965 - RIVER 2x3 FLAMENGO
Local: Lindolfo Monteiro (Teresina)
Arbitragem: Evandro Ferreira, auxiliado por Artur Braz e Antonio Pereira da Silva.
Renda: Cr$ 6.911.400,00 com 8.578 pagantes.
Gols: Loloca 45 do 1º tempo; Salvador (pênalti) 7, Paulinho (cabeça) 20, Macalé 25 e Loloca 32 do 2º.
Obs: Com este resultado, o Flamengo sagrou-se bicampeão piauiense.
River – Petrúcio; Gereba, Amadeu, Zé Artur e Tassu; Dominguinho e Vilmar; Waldeck, Quinha, Loloca e George (Carrinho). Técnico: Júlio Marques.
Flamengo – Cavallero; Maneca, Jonas, Ronaib e Matintim; Macalé e Luis Francisco; Jair, Mano (Gringo), Paulinho e Salvador. Técnico: Jesus Elias Tajra.  .

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
2º River Atlético Clube (Teresina)
3º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
4º Piauí Esporte Clube (Teresina)
5º Botafogo Esporte Clube (Teresina)
6º Ferroviário Atlético Clube (Floriano)
7º Caiçara Esporte Clube (Campo Maior)

ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM

17 jogos – Artur Braz
15 jogos – Antonio Pereira dos Santos
13 jogos – Abdala Jorge Cury
6 jogo – Evandro Ferreira (Pará)
1 jogo – Emerson Sena Muniz (Pará), Renato Barreto de Morais, David Pinto de Almeida, Fernando Andrade (Ceará), Bruno Goerish e Benedito Nascimento

PRINCIPAIS GOLEADORES

15 gols – Mano (Flamengo).
13 gols – Paulinho (Flamengo).
8 gols – Salvador (Flamengo).
7 gols – Mário (Comercial), Loloca e Waldeck (River).
6 gols - Vicentim (Caiçara), Jair (Flamengo), Dunga (Piauí) e Tassu (River).

MELHORES GOLEIROS (média de gols por jogo)

0,66 – Chiquinho (Flamengo) – 6 gols em 9 jogos
0,84 – Petrúcio (River) – 16 gols em 19 jogos
1,00 – Zé Barros (Piauí) – 14 gols em 14 jogos
1,41 – Cavallero (Flamengo) – 17 gols em 12 jogos
1,93 – Beroso (Comercial) – 29 gols em 15 jogos

13 comentários:

  1. buim muito massa seu site parabens eu tenho vontade de conhecer sua coleção de camisas quem sabe um dia .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo incentivo. Quanto a coleção, qualquer dia a gente combina para você conhece-la. Abraço.

      Excluir
  2. Parabéns pelo excelente trabalho! Quero fazer o mesmo com o do meu Estado, MATO GROSSO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo incentivo. A gente faz o que é possível. Grande abraço.

      Excluir
  3. Queria saber porquê que nenhum título referente aos anos de 2004/2005/2006 não estão os campeonatos em destaques. Vale-se lembrar que nesses três anos a Torcida Azulina do Parnahyba Sport Club bateu todos os recordes de públicos nos estádios em todo Piauí. Isso não é memorável? Não é destaque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caros amigos do Esporte Resende. Concordamos plenamente com vocês, quanto ao aspecto memorável, destaque, no que diz respeito aos campeonatos de 2004/05/06, ganhos pelo Parnahyba Sport Club. São três campeonatos que também serão lembrados aqui. Assim como dezenas de outras competições que pretendemos reviver, 2004, 05 e 06 estão na fila para serem lembrados. No mais, grande abraço e bom trabalho.

      Excluir
  4. POR FAVOR PUBLIQUE A CAMPANHA DO IV DE JULHO NA CONQUISTA DO BICAMPEONATO DE 1993 E SEUS PRINCIPAIS GOLEADORES,GOSTARIA DE VER UMA FOTO DESSE TIME COM O PONTEIRO-DIREITO VALDIR QUE VEIO CONTRATADO DO FORTALEZA POR EMPRÉSTIMO

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo trabalho, grande guerreiro. És um paladino em favor da valorização do futebol piauiense. Já és história no jornalismo esportivo piauiense, juntamente com Dídimo, Said, Bolinha... Cadê o tetracampeonato do Piauizão, na década de 60, e o campeonato de 85? Procura aí no teu famigerado baú? Ainda me lembro das peladas, sábado à tarde, no antigo Elias Torres. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em breve vai estar tudo por aqui. E muito obrigado mesmo pelo incentivo. E pelas lembranças do tempo de Elias Torres. Um grande abraço. Severino Filho - Buim

      Excluir
  6. Onde andará PEREIRA, jogador do PARNAIBA ESPORTE CLUBE, no início dos anos 80 ????????

    Se não me falha a memória....

    ResponderExcluir
  7. Buenos días a todos. Somos un grupo de inversores privados con más de 10 años de experiencia en el campo de los préstamos y la inversión. Estamos proporcionando todos los préstamos individuales en todos los ámbitos de 5.000 € a € 5.000.000. Se establece el período de amortización y el tipo de interés es del 2%. La ventaja de nosotros es que usted consigue su préstamo dentro de 24 horas y se empieza a devolver a En el cuarto mes después de obtener el préstamo. Para obtener más información, póngase en contacto con nosotros a través de correo electrónico: lavignedupuit@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Parabens ao Buim, um verdadeiro amante do nosso futebol. Tem como você nos mostrar alguma foto do indisciplinado jogador Lelé do então Enxuga Rato. Lembro-me de um jogo entre Flamengo e Piauí no lindolfo Monteiro, eu estava na Geral, quando de repente, ouviu-se o grito de um torcedor do Flamengo, chamando o jogador de "macaco", só que, o citado jogador ouviu, qual foi a sua reação: pulou o alambrado que separava a geral do campo e com a sua ira, subiu os degraus e começou a espancar quem encontrava pela sua frente.

    ResponderExcluir
  9. Me chama a atenção o time do Fortaleza que nesse ano, 1989, foi um desastre, não tendo conquistado nada. Observa-se na formação alguns jogadores em final de carreira, como Celso Gavião, Edson (que jogou vários anos no Ferrim e Katinha, ex Vasco e Ceará. Dessa turma, apenas Expedito, Celso, Marcelo e Alberto conquistaram titulos pelo tricolor de aço, os demais foram só fiasco, apesar de Aranha, Toni e Gilberto (esses dois ultimos pratas da casa) não terem sido maus jogadores. A destacar, a presença do técnico César Morais, o Guri, já falecido. Obrigado, Buim.

    ResponderExcluir