domingo, 18 de junho de 2017

Altos perde jogo e liderança na Série D do Brasileiro

Jogando na tarde deste domingo (18), no Estádio Leandrão, em Barra do Corda (MA), a equipe do Altos conheceu sua segunda derrota na Série D do Campeonato Brasileiro, perdendo a liderança do grupo pela primeira vez. Diante do Cordino local, o campeão piauiense até que abriu a contagem, mas terminou perdendo por 2 a 1.
 
Todos os gols foram assinalados no primeiro tempo da partida, os dois primeiros de cabeça. Manoel fez 1 a 0 para Altos, aos 16 minutos, mas Emerson igualou em seguida. O gol da virada ocorreu já nos acréscimos, em jogada concluída pelo atacante Casagrande. Na fase final, o Cordino ainda ficou com um a menos, devido a expulsão de Regis Pitbul, mas o placar não mais foi alterado.
 
No outro jogo do grupo, o Santos venceu o Tocantins, por 1 a 0, e assumiu a liderança, agora com 10 pontos ganhos. Altos e Cordino somam 7 pontos, mas o time piauiense ocupa o 2° lugar, com maior saldo de gols (4 contra -3). O Tocantins, já eliminado, tem apenas 4 pontos. Na última rodada, domingo próximo, jogam Altos x Tocantins e Santos x Cordino.
 
FICHA TÉCNICA
 
CORDINO (MA) 2x1 ALTOS (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - 1ª fase - 5ª rodada - Grupo A4); Data: 18/06/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Leandrão (Barra do Corda - MA); Arbitragem: Daniel Victor Costa Silva (Rio Grande do Norte), auxiliado por Antônio Fernando de Sousa Santos e Djavan Costa da Silva (locais).
 
Gols: Manoel (cabeça) 16, Emerson (cabeça) 24 e Casagrande 46 do 1° tempo.
 
Cartões amarelos: Ulisses, Régis Pitbul, Júnior Negão, Casagrande (COR), Felipe Macena, Leone, Vagner e Patrick Recife (ALT).
 
Expulsão: Régis Pitbul, aos 10 do 2°, por prática de jogo brusco (segunda advertência).
 
Cordino (MA) - Eduardo Alves; Matheus, Da Silva, Emerson e Bruno Limão; Júnior Negão, Régis Pitbul, Alisson e Ulisses; Casagrande (Roni) e Marnhão (Felipe). Técnico: Marlon Francisco Cutrim Rosa.
 
Altos - Dida; Dos Santos, Leone, Marcelo e Jefferson Abreu (Patrick Recife); Felipe Macena, Vagner e Esquerdinha; Joelson, Manoel e Alex Mineiro (Jeremias). Técnico: Paulo Ricardo Kobayashi (Paulinho Kobayashi).
 

sábado, 17 de junho de 2017

Amarildo será homenageado antes do seu 100° jogo oficial

Primeiro agachado, a partir da esquerda, Amarildo posa com o River, antes de um dos seus 99 jogos oficiais pelo Galo (Foto - Maurício Pokémon)
 
Em registro que deverá acontecer momentos antes do jogo River x Maranhão, pela Série D do Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo (180, no Estádio Lindolfo Monteiro, a diretoria do River Atlético Clube prestará homenagem ao volante Amarildo, que completará seu 100° jogo oficial com a camisa tricolor.
 
Apesar de já ter ultrapassado a significativa marca dos 100 jogos pelo Galo, a diretoria está considerando apenas as partidas oficiais de competição. Além dos 99 jogos oficiais já disputados pelo River, Amarildo também atuou em amistosos contra o Sampaio Correa (2 jogos), Piauí e 4 de Julho. Porém, oficialmente, entrará em campo pela 100ª vez na tarde deste domingo.
 
Marcelo Amarildo de Jesus tem 32 anos. É natural de Taguatinga, Distrito Federal, onde nasceu no dia 20 de março de 1985. Foi contratado em 2014, e conquistou os três campeonatos ganhos pelo River em 2014/15/16. Na temporada passada, foi distinguido com o Troféu Rui Lima. Entre 2016 e 2017, passou alguns meses no Botafogo da Paraíba, motivo pelo qual não disputou a Copa do Nordeste e nem a Copa do Brasil deste ano pelo time tricolor.

A programação inclui a camisa n° 100 que Amarildo vai usar durante a partida. Além do volante tricolor, vários torcedores serão homenageados, dentre eles Sheylla Castelo Branco, esposa do presidente do Conselho Deliberativo do River, Delson Castelo Branco.
 
OS 99 JOGOS OFICIAIS DE AMARILDO PELO RIVER
 
Campeonato Piauiense - 46
Campeonato Brasileiro (Série D) - 25
Campeonato Brasileiro (Série C) - 11
Copa do Nordeste - 11
Copa do Brasil - 6
Total - 99 partidas
 

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Em busca da classificação, River recebe três reforços

O River ganhou nesta terça-feira (13/06), três novos nomes para compor o elenco que está na disputa do Campeonato Brasileiro Série D. O Galo anunciou a contratação do zagueiro Luis Fernando, do lateral-direito Ceará e do atacante Maranhão.
 
O zagueiro Luís Fernando chega ao River por empréstimo do Moto Club, onde conquistou o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro em 2016. O atleta tem 26 anos e teve passagem pelo Maranhão, Anapolina e Uniclinic.
 
O lateral-direito Ceará chega após disputar o Campeonato Alagoano pelo ASA de Arapiraca. Aos 29 anos, o jogador tem passagens pelo Anápolis, XV de Piracicaba e Itabaiana.
 
Já o atacante Maranhão não é desconhecido do torcedor riverino. Com passagens pelo River em 2012 e 2013, o jogador de 31 anos volta a vestir a camisa tricolor após disputar o Campeonato Gaúcho pela Lajeadense.
 
Os jogadores já estão tendo seus contratados preparados para ganharem condição de jogo ainda nesta semana quando, no domingo (18/06), o River enfrenta o Maranhão pela quinta rodada da Série D do Brasileirão no Lindolfo Monteiro.

domingo, 11 de junho de 2017

River vence novamente e continua vivo na Série D

Num resultado obtido com grandes dificuldades, o River voltou a vencer o Potiguar de Mossoró, desta feita no Estádio Lindolfo Monteiro, por 2 a 1, em jogo pelo Grupo A5 da Série D do Campeonato Brasileiro. Com a vitória deste domingo (11), o Galo continua visando sua classificação para a segunda fase da competição.
 
Os três gols da partida ocorreram no primeiro tempo, quando Viola abriu a contagem aos 11 minutos, após passe do volante Amarildo. O time potiguar chegou ao empate, com Edson Capacete, mas não demorou para o zagueiro Gabriel colocar o Galo novamente em vantagem, usando a cabeça para tirar a bola do alcance de Milton Boqueirão.
 
O Galo ainda sofreu grande pressão do adversário, andou perto de sofrer o empate, mas concluiu os 90 minutos com uma boa vitória.Embora ocupe a terceira posição, o River está a apenas 1 ponto dos demais concorrentes que estão à sua frente, Maranhão e Guarany de Sobral, seus próximos adversários, que somam 7 pontos cada um. O River, pois, está vivo em busca da classificação.
 
FICHA TÉCNICA
 
RIVER 2x1 POTIGUAR DE MOSSORÓ - RN (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - 1ª fase - 4ª rodada - Grupo A5); Data: 11/06/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina - PI); Arbitragem: Gleydson Ferreira Leite (Pernambuco), auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Marcio Iglesias Araújo Silva (locais).
 
Gols: Viola 11, Edson Capacete 16 e Gabriel (cabeça) 20 do 1° tempo.
 
Cartões amarelos: Amarildo, Tiaguinho, Allan Miguel (RIV), Luan e Romeu (POT).
 
Expulsão: Allan Miguel, aos 45 do 2°, por atitude anti-desportiva (simulação de pênalti), ao receber a segunda advertência com cartão amarelo.
 
River - Leandro; Gilberto Matuto, Oscar Brizuela, Gabriel e Tiaguinho; Amarildo, Neto (Negueba), Testinha (Keninha) e Fabiano (Allan Miguel); Viola e Tety. Técnico: Lucas Andrade.
 
Potiguar de Mossoró (RN) - Milton Boqueirão; Nicollas, Luan (Gustavo) e Romeu; Leo Cunha, Rafael Potiguar, Jozicley, Titico Cearense (Cris) e Gleryston; Edson Capacete e Dedé Macaíba (Guilherme). Técnico: Mastrillo Veiga.


Altos empata no norte e continua na liderança

Mesmo surpreendido por um gol relâmpago marcado antes do primeiro minuto da partida, o Altos reagiu, dominou boa parte do jogo, mas ficou apenas no empate (1 a 1) diante do Santos, neste domingo (11), no Estádio Zerão, em Macapá (AP). Embora tenha deixado escapar a vitória, o campeão piauiense mantém-se na liderança do Grupo A4 da Série D do Campeonato Brasileiro, à frente do próprio Santos no critério de saldo de gols, uma vez que estão com mesmo número de pontos (7).

A 52 segundos de jogo, Fabinho colocou o time da casa na frente. Voltando a jogar seu bom futebol, o Jacaré foi atrás do empate, conseguindo-o aos 18 minutos do 2° tempo com o artilheiro Manoel. Até os acréscimos, perdeu inúmeras oportunidades de deixar o Zerão com os três pontos. Na próxima rodada, enfrentará o Cordino, em Barra do Corda (MA).

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1x1 ALTOS (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - 1ª fase - 4ª rodada - Grupo A4); Data; 11/06/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Zerão (Macapá - AP); Arbitragem: Antonio Carlos Pequeno Frutuoso (Amazonas), auxiliado por Inácio Barreto da Camara e Roberto Soares dos Santos Junior (locais).

Gols: Fabinho 52 segundos do 1° tempo; Manoel 18 do 2°.

Cartões amarelos: Lessandro, Jean, Balão Marabá, Bruno Maranhão (SAN), Dos Santos, Tiaguinho e Vagner (ALT).

Santos (AP) - Axel; Juninho, Dedé, Jeferson Jari e  Roberto Batata; Lessandro, Balão Marabpa, Rafinha (Da Silva) e Fabinho; Jean Marabaixo (Luciano Mota) e Denílson (Bruno Maranhão). Técnico: Edson Porto.

Altos - Rodrigo Carvalho; Dos Santos, Leone, Marcelo e Tiaguinho; Marconi (Felipe Macena), Jeremias (Nonato), Vagner e Esquerdinha; Manoel (Alex Mineiro) e Eduardo. Técnico: Paulo Ricardo Kobayashi (Paulinho Kobayashi).

Tubarão vence e mantém chances de classificação

Ao vencer o Guarani de Juazeiro do Norte, na tarde deste domingo (11), por 2 a 0, no Estádio Pedro Alelaf, diante de sua torcida, o Parnahyba manteve 100% de aproveitamento nos jogos em casa e continua com boas chances de classificação para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro.
 
Foi um jogo difícil, onde o vice-campeão piauiense só foi encontrar o caminho do gol quando o cronômetro já assinalava 37 minutos da fase final. Cobrando penalidade máxima sofrida por Deivison, o atacante Fabinho colocou o Tubarão na frente, estabelecendo 1 a 0 no marcador.
 
Já nos acréscimos, Berg serviu a Deivison, que deu números finais, colocando 2 a 0 para o Parnahyba. Foi a segunda vitória do quadro azulino no Grupo A6, onde figura entre os times que podem se classificar para a próxima fase, com 6 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Parnahyba receberá o América, de Recife, no Estádio Pedro Alelaf.

FICHA TÉCNICA

PARNAHYBA 2x0 GUARANI DE JUAZEIRO DO NORTE - CE (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - 1ª fase - 4ª rodada - Grupo A6); Data: 11/06/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Pedro Alelaf (Parnaíba - PI); Arbitragem: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (Bahia), auxiliado por Mauro Cezar Evangelista de Sousa (local) e Djavan Costa da Silva (Maranhão).
 
Gols: Fabinho (pênalti) 37 e Deivison 46 do 2°.

Cartões amarelos: Renan, Beto (goleiro reserva), Ramón, Thiago Granja (PAR), Laílson, Anastácio, Luís Gustavo (GJ).

Parnahyba - Alex; Thiago Granja, Gilmar Bahia, Renan e Berg; Moisés (Luciano), Ramón, Tininho (Raphinha) e Dunga; Jânio Daniel e Fabinho. Técnico: Vladimir de Jesus Vieira.

Guarani de Juazeiro do Norte (CE) - Leo; Talison, Pedro Lucas, Luis Gustavo e Rafael; Carlos André, Da Silva, Leilson (Ronda) e Assisinho (Guidio); Ítalo e Anastácio.

domingo, 4 de junho de 2017

Galo vence fora de casa e mantém esperança

Ao derrotar o Potiguar de Mossoró, na tarde deste domingo (04), por 2 a 0, no Estádio Edgarzão, em Assu (RN), o River ganhou seus primeiros três pontos e mantém a esperança de classificação no Grupo A5 da Série D do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo de hoje, o Galo se recupera da derrota em casa, na primeira rodada.
 
O primeiro gol riverino nasceu de um escanteio cobrado por Testinha, que Humberto desviou para as redes com a cabeça, no início do segundo tempo. Nos acréscimos, quando o placar parecia que ficar no 1 a 0, Negueba fez o segundo gol, dando números finais ao marcador. No outro jogo do grupo, o Maranhão confirmou a liderança ao vencer o Guarany de Sobral, por 1 a 0. O MAC tem 7 pontos, o Guarany, 4, o River, 3, e o Potiguar, na lanterna, apenas 2.

FICHA TÉCNICA

POTIGUAR DE MOSSORÓ 0x2 RIVER (Campeonato Brasileiro de Futebol – Série D – 1ª fase – 3ª rodada – Grupo A5); Data: 04/06/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Edgarzão (Assu – RN); Arbitragem: André Rodrigo Rocha (Tocantins), auxiliado por Luís Carlos de França Costa e Ruan Neres Souza de Queirós (locais).

Gols: Humberto (cabeça) 5 e Negueba 47 do 2°.

Cartões amarelos: Batata (P), Fabiano, Amarildo, Testinha (RIV)

Expulsão: Humberto (que já havia sido substituído), aos 34 do 2°, por ofensas morais.

Potiguar de Mossoró - Milton Boqueirão, Léo Cunha, Nicollas, Romeu e Augusto; Batata (Ila), Jozicley, Rafael Potiguar (Leozinho) e Cri; Dedé Macaíba e Titico Cearense (Gustavo). T&eacu te;cnico: Mastrillo Veiga.

River – Leandro; Gilberto Matuto, Oscar Brizuela, Gabriel (Negueba) e Tiaguinho; Amarildo, Neto, Humberto (Allan Miguel) e Fabiano (Testinha); Tety e Viola. Técnico: Lucas Andrade.

Parnahyba perde a segunda e já não é mais o líder

Cumprindo sua terceira apresentação na Série D do Campeonato Brasileiro, o Parnahyba voltou a perder por 1 a 0. Na tarde deste domingo, a derrota foi para o Guarani, em Juazeiro do Norte, e significou, também, a perda da liderança do Grupo A6 da competição, agora com o próprio Guarani e o América pernambucano nas duas primeiras posições.
 
O gol que decidiu a partida foi assinalado pelo atacante Ítalo, ex-Flamengo e Piauí, agora batizado de Ítalo Paraíba. Aos 19 minutos, ele aproveitou uma falta cobrada por´Leílson e usou a cabeça para colocar o Cacique do Vale em vantagem no marcador. Mas ficou nisso: Guarani de Juazeiro do Norte 1 x Parnahyba 0. No outro jogo do grupo, vitória do América sobre o Globo, também por 1 a 0.
 
FICHA TÉCNICA
 
GUARANI 1x0 PARNAHYBA (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - 1ª fase - 3ª rodada - Grupo A6); Data: 04/06/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Romeirão (Juazeiro do Norte - CE); Arbitragem: Fábio Augusto Santos Sá Júnior (Sergipe), auxiliado por Renan Aguiar da Costa e Samuel Oliveira Costa (locais).
 
Gol: Ítalo Paraíba (cabeça) 19 do 1° tempo.
 
Cartões amarelos: Mattheus (GUA), Tiago Granja e Siderval (PAR).
 
Expulsão: Mattheus, aos 15 do 2°, por prática de jogo brusco.
 
Guarani - Leo; Tallison, Reginaldo (Pedro Lucas), Luiz Gustavo e Mattheus; Dim, Leílson, Da Silva e Assiszinho (Ronda); Ítalo Paraíba (Guidio) e Ítalo. Técnico: Washington Luiz dos Santos.
 
Parnahyba - Alex; Tiago Granja, Moisés, Renan e Siderval; Ramón, Deivison (Fabinho), Luciano (Giolmar Bahia) e Tininho (Rafinha); Jânio Daniel e Vitinho. Técnico: Vladimir Vieira de Jesus.

 

sábado, 3 de junho de 2017

Altos perde invencibilidade, mas continua líder na Série D

Sem repetir as suas últimas atuações, e demonstrando sentir a falta do apoio da torcida - o jogo foi disputado com portões fechados -, o Altos conheceu seu primeiro tropeço na Série D do Campeonato Brasileiro e perdeu a invencibilidade para o Santos, dentro do Estádio Lindolfo Monteiro, ao amargar uma derrota de virada, por 2 a 1.
 
Mesmo sem praticar seu melhor futebol, o campeão piauiense saiu na frente do marcador, através de Esquerdinha, aos 21 minutos, completando uma bola cruzada para a área amapaense. Mas não deu muito tempo para tirar proveito da vantagem. Aos 27 minutos, o Santos chegou ao empate, com o zagueiro Jeferson, de cabeça.
 
Na fase final, Altos passou o tempo todo buscando o segundo gol. Praticamente alugou o campo adversário. Mas perdeu as chances que conseguiu criar. Ao passo que o Santos, em seu primeiro ataque, já a poucos minutos do final, marcou o gol que seria o da vitória, de autoria do zagueiro Dinei.
 
Apesar da derrota por 2 a 1, Altos ainda é o líder do Grupo A4, com 6 pontos ganhos e 5 gols de saldo, com o Santos figurando na segunda colocação, com igual número de pontos, mas saldo de 3 gols. O Cordino tem 3 pontos, enquanto o Tocantins ainda não pontuou. Os dois últimos se enfrentarão neste domingo. E o próximo jogo de Altos será no dia 09, em Macapá, contra o Santos local.
 
FICHA TÉCNICA
 
ALTOS 1x2 SANTOS - AP (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D - 1ª fase - 3ª rodada - Grupo A4); Data: 03/06/2017 (sábado à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: João Ennio Sobral (Rio de Janeiro), auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Mauro Cezar Evangelista de Sousa.
 
Gols: Esquerdinha 21 e Jeferson (cabeça) 27 do 1° tempo; Dinei 41 do 2°.
 
Cartões amarelos: Vagner (ALT), Dinei, Lessandro, Bruno e Lauri (SAN).
 
Obs.: jogo com portões fechados, em face da não renovação dos laudos do estádio.
 
Altos - Rodrigo Carvalho; Dos Santos, Leone, Marcelo e Jeferson Abreu (Patrick); Marconi, Vagner (Jeremias) e Esquerdinha; Eduardo, Manoel e Joelson (Jô Boy). Técnico: Paulo Ricardo Kobayashi (Paulinho Kobayashi).
 
Santos - Axel; Lauri, Jeferson, Dinei e Batata (Talyson); Lessandro, Balão Marabá, Bruno (Denílson) e Fabinho; Jean e Rafinha (Renato). Técnico: Edson Porto.