sábado, 22 de abril de 2017

SEP derrota Piauí e dá passo importante para não cair

No confronto entre os dois principais candidatos à vaga de rebaixamento para a 2ª Divisão de 2018, a Sociedade Esportiva de Picos aproveitou o fato de jogar em casa e derrotou o Piauí na noite deste sábado (22), no Estádio Helvídio Nunes, em Picos, por 2 a 0, com dois gols do artilheiro Raphael Freitas.
 
O jogo com 22 minutos de atraso, devido a falta de ambulância no Estádio Helvídio Nunes. Quando a bola rolou, a SEP mostrava-se melhor em campo. No Piauí, a ausência de vários titulares era sentida pelo time, que não conseguia repetir as boas atuações dos jogos contra Flamengo e Parnahyba. E numa penalidade máxima, Raphael Freitas abriu a contagem para Picos.
 
Na fase final, quando o cronômetro marcava 8 minutos, a ambulância teve que deixar o estádio para atender uma ocorrência e o árbitro paralisou o jogo. Depois de 20 minutos sem futebol, o problema foi solucionado com o retorno da ambulância e Raphael Freitas marcou o segundo gol, dando tranquilidade ao Zangão.
 
Com a vitória de 2 a 0, Picos igualou-se ao Piauí na pontuação geral do campeonato, onde o último colocado cairá para a 2ª Divisão. Ambos somam 10 pontos ganhos, mas a SEP ainda espera o desfecho do jogo Piauí 1x1 River, quando o time rubroanil ainda poderá perder o ponto conquistado dentro do campo por ter ficado sem número legal para continuar a partida. Mas mesmo com a situação atual, cada qual com 10 pontos, Picos leva vantagem no saldo de gols, figurando o Piauí, hoje, como 7° colocado na classificação geral da competição.
 
FICHA TÉCNICA
 
PICOS 2x0 PIAUÍ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça cidade de Teresina - 6ª rodada); Data; 22/04/2017 (sábado à noite); Local: Estádio Helvídio Nunes (picos - PI); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Thyago Costa Leitão e José Nilton da Costa.
 
Gols: Raphael Freitas (pênalti) 20 do 1° tempo; Raphael Freitas 15 do 2°.
 
Cartões amarelo: Romário, Guilherme, Tonhão (SEP), Lucas Borges, Wander, Ricardo Oliveira, Breno, Sorín (PIA).
 
Expulsão: Wander, aos 26 do 2°, por prática de jogo brusco (segunda cartão amarelo).
 
Picos - Dionanton; Romário (Felipe), Emerson, Tonhão e Rian; Rafael Costa, Guilherme, Sorato e Idelvando; Raphael Freitas (Pará) e Matheus (Neguinho Paraíba). Técnico: Paulo Ricardo Moroni.
 
Piauí - Joel; Mury (Victor Salvador), Marcelo, Lucas Borges e Rafael (Ricardo Oliveira); Nego Potiguar, Breno, Wander e Cinelton;; Gleydisson (Ramon) e Sorín. Técnico: Marco Antônio dos Santos (Marcão).
 
 

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Altos cede empate e tabu com Parnahyba é mantido

Depois de um início avassalador, onde colocou 2 a 0 de vantagem em menos de trinta minutos, Altos cedeu o empate para o Parnahyba e o tabu do Tubarão, que nunca perdeu para o time altoense, continua bem vivo. O resultado, porém, não mudou o G4 que se configurava antes da partida, com Altos na liderança, River, 4 de Julho e Piauí nas posições seguintes.
 
Joelson marcou os dois primeiros gols da partida, mostrando que já está novamente em paz com o gol. Ainda na primeira fase, porém, Thiago Granja reduziu para 2 a 1. E, na fase de complemento, o nigeriano Yerién igualou as ações, com o placar final de 2 gols para cada equipe.
 
O segundo turno do Campeonato Piauiense terá prosseguimento neste sábado, com Picos x Piauí na cidade de Picos. No dia seguinte, tarde de domingo, o Parnahyba receberá o River no litoral. E na noite de segunda-feira, no Lindolfo Monteiro, o confronto entre Flamengo e Altos.
 
FICHA TÉCNICA
 
ALTOS 2x2 PARNAHYBA (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 5ª rodada); Data: 20/04/2017 (quinta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem; Antônio Santos Nunes, auxiliado por Thyago Costa leitão e Alisson Lima Damasceno.
 
Gols: Joelson 11, Joelson (cabeça) 28 e Thiago Granja (cabeça) 44 do 1° tempo; Yerién 33 do 2°.
 
Cartões amarelos: Dos Santos, Esquerdinha (ALT), Ramón, Thiago Granja (PAR).
 
Altos - Rodrigo Carvalho; Dos Santos, Vitor Bafana, Marcelo e Tiaguinho; Marconi, Vagner e Esquerdinha (Patrick Recife); André Tavares (Chiquinho), Manoel e Joelson. Técnico: Paulo Ricardo Kobayashi (Paulinho Kobayashi).
 
Parnahyba - Alex; Thiago Granja, Gilmar Bahia, Renan e Bergue; Ramon, Marcos Gasolina, Dona Maranhense (Dênis) e Tininho; Jânio Daniel (Yerién) e Fabiano (Davison). Técnico: Fernando Tonet.
 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Viola marca mais um e River vence o clássico

No principal clássico do futebol piauiense, disputado na noite desta quarta-feira (19), no Estádio Lindolfo Monteiro (em Teresina), o River levou a melhor sobre seu arqui-rival Flamengo, derrotando-o por 2 a 1 e deixando-o afastado da zona de classificação. Com três pontos ganhos, o Rubro-Negro terá que fazer contas e vencer os próximos jogos para manter suas chances de ir às semifinais da Taça Cidade de Teresina.
 
O River abriu a contagem com o atacante Viola, que marcou seu 9° gol na competição, mantendo-se como principal artilheiro. O segundo gol veio com Juninho Paraíba. O Flamengo só descontou na fase final, quando Eduardo converteu uma penalidade máxima sofrida por ele mesmo. Outras chances foram criadas tanto por River quanto poelo Flamengo, mas o resultado final ficou em 2 a 1 para o Galo.
 
O Altos, que enfrenta o Parnahyba nesta quinta-feira, é o líder do returno, com 9 pontos ganhos, seguido de River e 4 de Julho, ambos com 8 pontos, com o Piauí vindo em quarto lugar, com 7 pontos.

FICHA TÉCNICA

RIVER 2x1 FLAMENGO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 5ª rodada); Data; 19/04/2017 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina - PI); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e João Thiago Carvalho Reis.

Renda: R$ 7.668,00 com 968 pagantes (253 não pagantes).

Público total: 1.221 torcedores.

Gols: Viola (cabeça) 13 e Juninho Paraíba 40 do 1° tempo; Eduardo (pênalti) 25 do 2°.
 
Cartões amarelos: Viola (RIV) e Ribeiro (FLA).
 
River - Leandro; Rossales, Oscar Brizuela, Gabriel e Amarildo; Amorim, André Luís (Ricardo Sena), Fabiano (Emerson), Keninha e Júnior Paraíba (Rodrigo Tiuí); Viola. Técnico: Eduardo Pedro Hungaro..
 
Flamengo - Evandrízio; Barata, Sadan (Fabinho), Alessandro e Tiaguinho; Lima (Rafinha), Ribeiro, Leo Maceió e Capela; Eduardo e Paulinho Cearense (Junior). Técnico: Nivaldo de Oliveira Lancuna.
 
 

4 de Julho, enfim, vence dentro de casa: 2 a 1 na SEP

Demorou, mas, finalmente, o 4 de Julho conseguiu vencer dentro de casa. Na noite desta quarta-feira (19), no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri, o Colorado quebrou um jejum doméstico e triunfou sobre Picos, por 2 a 1, mantendo-se na zona de classificação para as semifinais da Taça Cidade de Teresina - o 2° turno do Campeonato Piauiense.

Juninho Pindaré abriu a contagem para o 4 de Julho, aproveitando assistência de Wilsinho. A vitória ficou melhor desenhada quando Pedra Preta ampliou para 2 a 0, porém, dois minutos mais tarde, o Zangão reduziu a diferença com Rafael Costa. Foi só um susto. A primeira vitória em casa finalmente aconteceu para alegria da torcida de Piripiri. Como o River venceu o Flamengo em Teresina, o 4 de Julho ocupa a 3ª colocação na zona de classificação.
 
FICHA TÉCNICA
 
4 DE JULHO 2x1 PICOS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 5ª rodada); Data: 19/04/2017 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Ytacoatiara (Piripiri - PI); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Márcio Iglesias Araújo Silva e Arnaldo Araújo Santos.

Renda: R$ 6.615,00 com 647 pagantes (48 não pagantes).

Público total: 695 torcedores.
 
Gols: Juninho Pindaré (cabeça) 15, Pedra Preta 39 e Rafael Costa 40 do 2° tempo.
 
Cartões amarelos: Hugo, Maycon, Pedra Preta (4J),  Sorato, Rafael Costa, Matheus e Raphael Freitas (SEP).
 
4 de Julho - Neto; Wilsinho, Charles Paraíba (Toninho Bahia), Hugo e Paulo Maranhão; Célio, Regis Pitbul, Maycon (Jorginho) e Juninho Pindaré; Pedra Preta (Binha) e Ted Love. Técnico: Pedro de Siqueira Manta.
 
Picos - Dionanton; Romário, Tonhão, Rafael Costa e Rian; Leleu (Matheus), Sorato, Guilherme e Idelvando; Pará (Felipe) e Neguinho Paraíba (Raphael Freitas). Técnico: Paulo Ricardo Moroni.
 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Caso Fabiano: TJD extingue processo por falta de pagamento

Aguardado com ansiedade desde a denúncia oferecida pelo presidente do Flamengo, Thiago Vasconcelos, de que o Parnahyba teria colocado o atacante Fabiano para jogar de forma irregular, na semifinal do 1° turno, o julgamento do que ficou conhecido como Caso Fabiano não aconteceu. Antes mesmo de apreciar o mérito, a Comissão Disciplinar do TJD extinguiu o processo por falta de pagamento do preparo.
 
A tese foi uma das preliminares apresentadas pelo Parnahyba, que também alegava a perda de prazo para pleitear a questão junto a Justiça Desportiva. A preliminar que alegava falta de pagamento do preparo dos autos foi aceita e a Comissão Disciplinar extinguiu o processo. Nem precisou julgar o mérito se Fabiano jogou ou não de forma irregular.
 
A decisão, porém, cabe recurso ao Tribunal de Justiça Desportiva, instância imediatamente superior à Comissão Disciplinar. É o que o advogado do Flamengo, José do Egito, irá estudar com a diretoria do clube se vale a pena recorrer. A taxa que deveria ser paga, no entendimento dos auditores, tem valor de R$ 1.500,00. Diante do que ficou decidido hoje, o Parnahyba permanece como campeão da Taça Estado do Piaui - o 1° turno do Campeonato Piauiense, com presença assegurada na final do Campeonato Piauiense e vagas garantidas na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil do próximo ano.
 

Números do Campeonato Piauiense após 36 jogos

Após 36 jogos disputados, confira como estão os números do Campeonato Piauiense. Com um detalhe importante: a classificação pode ter alterações caso o TJD aplique punição ao Piauí por ter ficado sem número legal para continuar o jogo de domingo passado, quando houve empate por 1 a 1 diante do River. Pelo regulamento geral de competições da Federação de Futebol do Piauí, nestes casos, o adversário é declarado vencedor pelo placar de 3 a 0. Mas, por enquanto, prevalece o resultado de campo.
 
CLASSIFICAÇÃO DA TAÇA CIDADE DE TERESINA

1° Altos, 9 pontos, 3 vitória, 6 gols de saldo e 8 gols marcados.
2° Piauí, 7 pontos, 2 vitórias, 2 gols de saldo e 6 gols marcados.
3° River, 5 pontos, 1 vitória, 3 gols de saldo e 6 gols marcados.
4° 4 de Julho, 5 pontos, 1 vitória, saldo 0 e 7 gols marcados.
5° Parnahyba, 4 pontos, 1 vitória, 1 gol de saldo e 3 gols marcado.
6° Flamengo, 3 pontos, 1 vitória, saldo -3 e 4 gols marcados.
7° Picos, 0 ponto, saldo -9 e 1 gol marcado.

CLASSIFICAÇÃO GERAL

1° Altos, 23 pontos, 7 vitórias, 8 gols de saldo e 16 gols marcados.
2° Parnahyba, 20 pontos, 6 vitórias, 5 gols de saldo e 15 gols marcados.
3° River, 15 pontos, 3 vitórias, 6 gols de saldo e 15 gols marcados.
4° Flamengo, 13 pontos, 4 vitórias, saldo -1 e 13 gols marcados.
5° 4 de Julho, 12 pontos, 3 vitórias, saldo 0 e 15 gols marcados.
6° Piauí, 10 pontos, 3 vitórias, saldo -6 e 12 gols marcados.
7° Picos, 7 pontos, 2 vitória, saldo -10 e 9 gols marcados.

PÚBLICO PAGANTE POR CLUBE
(média por jogo)

1.080 - River (10.805 pagantes em 10 jogos)
829 - Parnahyba (9.128 pagantes em 11 jogos)
782 - Flamengo (7.822 pagantes em 10 jogos)
743 - Picos (7.434 pagantes em 10 jogos).
639 - 4 de Julho (6.398 pagantes em 10 jogos).
618 - Altos (6.805 pagantes em 11 jogos)
416 - Piauí (4.164 pagantes em 10 jogos)

PÚBLICO PAGANTE COMO MANDANTE
(média por jogo)
 
1.020 - Picos (5.104 pagantes em 5 jogos).
865 - Flamengo (4.328 pagantes em 5 jogos)
819 - Parnahyba (4.098 pagantes em 5 jogos)
794 - 4 de Julho (3.973 pagantes em 5 jogos)
654 - Altos (3.928 pagantes em 6 jogos)
641 - River (3.208 pagantes em 5 jogos)
339 - Piauí (1.699 pagantes em 5 jogos)

PÚBLICO PAGANTE POR CIDADES
(média por jogo)
 
1.020 - Picos (5.104 pagantes em 5 jogos).
819 - Parnaíba (4.098 pagantes em 5 jogos)
794 - Piripiri (3.973 pagantes em 5 jogos)
626 - Teresina (13.163 pagantes em 21 jogos)

ARTILHEIROS

8 gols - Viola (River).

5 gols - Juninho Pindaré (4 de Julho) e Eduardo (Flamengo).

4 gols - Ted Love (4 de Julho), Joelson (Altos) e Raphael Freitas (Picos).

3 gols - André Tavares (Altos), Barata (Flamengo), Yerién, Jânio Daniel (Parnahyba), Gleydson (Piauí) e Candinho (Picos).

2 gols - Maycon (4 de Julho), Manoel, Tiaguinho (Altos), Tininho (Parnahyba), Victor Salvador (Piauí) e Tety (River).

1 gol - Célio Mata Boi, Wilsinho, Régis Pitbul (4 de Julho), Uilliam, Leone, Esquerdinha, Alex Mineiro  (Altos), Vitor Recife, Joninha, William Goiano, Tiaguinho, Miltão (Flamengo), Marcos Gasolina, Thiago Granja, Renan, Dunga, Gilmar Bahia, Doda Maranhense, Dênis (Parnahyba), Ricardo Oliveira, Sorín, Robério, Lucas Borges, Alisson, Nil, Dudu  (Piauí), Felipe (Picos), Oscar Brizuela, Humberto, Rodrigo Tiuí, Gabriel e Negueba (River).

GOLS CONTRA

1 gol - Humberto (River, em favor de Picos) e Didi (Piauí, em favor de Altos).

GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO
(média de gols sofridos por jogo)
 
0,62 - Rodrigo Carvalho (Altos) - 5 gols em 8 jogos.
 
0,88 - Alex (Parnahyba) - 8 gols em 9 jogos.
 
0,90 - Leandro Silva (River) - 9 gols em 10 jogos.
 
1 gol por jogo - Santos (Flamengo) - 7 gols em 7 jogos -, -, Alex Alves (Altos) - 3 gols em 3 jogos -, e Ribamar (Parnahyba) - 2 gols em 2 jogos.
 
1,33 - Jaílson (4 de Julho) - 8 gols em 6 jogos.
 
1,50 - Evandrízio (Flamengo) - 3 gols em 2 jogos - e  Lucas Conceição (PIauí) - 12 gols em 8 jogos.
 
1,75 - Neto (4 de Julho) - 7 gols em 4 jogos.
 
2 gols por jogo - Dionanton (Picos) - 8 gols em 4 jogos - e Amaral (Picos) - 6 gols em 3 jogos .
 
2,33 - Dionanton (Picos) - 7 gols em 3 jogos.
 
3 gols por jogo - Joel (Piauí) - 6 gols em 2 jogos.
 
4 gols por jogo - Robson (Flamengo) - 4 gols em 1 jogo.

 ESTÁDIOS UTILIZADOS

21 jogos - Lindolfo Monteiro (Teresina).
5 jogos - Pedro Alelaf (Parnaíba), Ytacoatiara (Piripiri) e Helvídio Nunes (Picos).

ÁRBITROS QUE APITARAM

9 jogos - Antônio Santos Nunes.

7 jogos - Antônio Dib Moraes de Sousa

5 jogos - Leonardo Marques Fortes e Diego da Silva Castro.

3 jogos - Antônio José Lopes Trindade de Sousa.
 
2 jogos - Hélio Fábio Pinto de Queiróz, Antônio Francisco Cordeiro de Paula,

1 jogo - Djalma Alves de Lima Filho,  e Lindomar de Araújo Oliveira.

ÁRBITROS ASSISTENTES

9 jogos - Alisson Lima Damasceno e Marcio Iglesias Araújo Silva.

6 jogos - Ozeas de Sousa dos Santos e Rogério de Oliveira Braga.

5 jogos - Arnaldo Araújo Santos.

4 jogos - Mauro Cezar Evangelista de Sousa e Wilson dos Santos Júnior, Antônio Sergio de Sousa Araújo, Maura Cunha Costa e Francisco Nurisman Machado Gaspar.

3 jogos - Janystony Rabelo de Melo e Luiz Gonzaga da Silva Filho.

2 jogos - André da Silva Andrade, Francisco das Chagas Santos Filho, João Thiago Carvalho Reis e Raimundo David dos Reis Alves.

1 jogo - Thyago Costa Leitão e José Nilton da Costa.

ATAQUES
 
16 gols - Altos.
15 gols - Parnahyba e River.
12 gols - Flamengo e Piauí.
11 gols - 4 de Julho.
9 gols - Picos.

DEFESAS
 
8 gols - Altos.
9 gols - River.
10 gols - Parnahyba e Flamengo.
14 gols - 4 de Julho.
18 gols - Piauí,
21 gols - Picos

MARCAS HISTÓRICAS

1° gol - Viola (River), no jogo Picos 2x2 River, em 31/01/2017.
50° gol - Yerién (Parnahyba), no jogo Parnahyba 2x1 Flamengo, em 15/03/2017.

GOLS MAIS RÁPIDOS

1 minuto - Ted Love (4 de Julho), no jogo Parnahyba 0x1 4 de Julho, em 11/02/2017.
2 minutos - Joelson (Altos), no jogo Altos 3x0 4 de Julho, em 08/04/2017.
2 minutos - Dudu (Piauí), no jogo Piauí 1x1 River, em 16/04/2017.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

6 jogos - Fernando Tonet (Parnahyba).
3 jogos -  Francisco Diá, Paulinho Kobayashi (Altos).
2 jogos - Luiz Miguel (4 de Julho), Eduardo Hungaro (River), Fabiano Macau (Piauí) e Nivaldo Lancuna (Flamengo 1 e Picos 1).
1 jogo - Ruy Scarpino (Altos), Marcão (Piauí), Paulo Moroni (Picos), Waldemar Lemos (River), Cícero Monteiro, Guto Teixeira e Celso Teixeira (Flamengo).

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

5 jogos - Paulo Moroni (Picos).
4 jogos - Marcão (Piauí),
3 jogos - Luiz Miguel (4 de Julho), Fernando Tonet (Parnahyba) e Nivaldo Lancuna (Picos 2 e Flamengo 1).
2 jogos - Ruy Scarpino (Altos), Cícero Monteiro (Flamengo), e Fabiano Macau (Piauí).
1 jogo - Celso Teixeira (Flamengo), Eduardo Hungaro (River), Pedro Manta (4 de Julho),
 
PRÓXIMOS JOGOS
5ª rodada
19/04 (quarta-feira) - 20 horas
Lindolfo Monteiro (Teresina) - RIVER X FLAMENGO
Ytacoatiara (Piripiri) - 4 DE JULHO X PICOS
 
20/04 (quinta-feira) - 20h00
Lindolfo Monteiro (Teresina) - ALTOS X PARNAHYBA
 
 

domingo, 16 de abril de 2017

Empate no LM deve ser vencido pelo River no TJD

Um empate que tinha tudo para ser dos mais heroicos, por parte do Piauí, diante do River, na tarde/noite deste domingo (16), no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, deve transformar-se em vitória tricolor no tapetão. Com três jogadores expulsos, o Piauí ainda sustentava o empate a poucos minutos do final. Mas teve dois jogadores contundidos e ficou sem número legal para dar prosseguimento à partida. Pelo regulamento, o Galo deverá ganhar os três pontos na Justiça Desportiva.
 
Dudu abriu a contagem para o time rubro-anil, em cobrança de falta, a 2 minutos de partida. Aos 18, através de uma penalidade máxima, Viola empatou, marcando seu 8° gol na competição. Ainda no primeiro tempo, o Piauí teve seu primeiro atleta expulso, o zagueiro Alisson. Na fase final, Dudu foi expulso aos 20, e Testinha aos 41. Poucos minutos depois foi a vez dfe Humberto, do River, ser excluído do jogo.
 
Com oito atletas em campo, o Piauí segurava um heroico empate, que lhe daria um ponto importantíssimo na disputa contra o rebaixamento e mesmo na busca por uma das vagas do G4. Mas dois atletas deixaram o campo contundidos e o regulamento do campeonato prevê, em seu artigo 20, que, quando uma equipe der causa à interrupção do seu jogo por insuficiência técnica, o adversário será declarado vencedor por 1 a 0. Em breve, pois, este empate de 1 a 1, com um ponto para cada equipe, será transformado em vitória do River por 1 a 0, com os três pontos para o tricampeão piauiense.
 
FICHA TÉCNICA
 
PIAUÍ 1x1 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - Jogo adiado da 2ª rodada); Data; 16/04/2017 (domingo à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Antônio José Lopes Trindade de Sousa, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e André da Silva Andrade.

Renda: R$ 7.440,00 com 522 pagantes (102 não pagantes).

Público total: 624 torcedores.
 
Gols: Dudu (falta) 2 e Viola (pênalti) 18 do 1° tempo.
 
Cartões amarelos: Alisson, Lucas Conceição, Dudu, Nil, Testinha, Mury (PIA), Amarildo e Fabiano (RIV).
 
Expulsões: Alisson, aos 34 do 1°, Dudu, aos 20, Testinha aos 41, Humberto, aos 46, os três últimos no 2° tempo, todos com cartão vermelho direto. Dudu, por ofensas morais ao árbitro. Os demais, por prática de jogo brusco.

Obs.: o árbitro encerrou a partida antes do tempo regulamentar (aos 43 minutos do 2° tempo), em face do Piauí ter ficado sem número legal de atletas para continuar jogando, devido a saída de mais dois atletas - Nil e Cinelton -, contundidos.
 
Piauí - Lucas Conceição; Mury, Alisson, Lucas Borges e Rafael (Marcelo); Nego Potiguar, Dudu, Wander (Breno) e Testinha; Gleydisson (Cinelton) e Nil. Técnico: Fabiano Aragão Macau.
 
River - Leandro Silva; Rossales, Oscar Brizuela, Gabriel e André Luiz; Amarildo (Humberto), Amorim (Gláucio), Juninho Paraíba e Fabiano (Keninha); Viola e Negueba. Técnico: Eduardo Pedro Hungaro.
 

Altos se destaca nos números do Campeonato Piauiense

Altos mantém 100% de aproveitamento no returno (Foto - Luís Junior / AA Altos).
Com três vitórias em três jogos disputados, a Associação Atlética de Altos mantém 100% de aproveitamento e ocupa a liderança isolada da Taça Cidade de Teresina - 2° turno do Campeonato Piauiense. Nos números da competição, o time altoense também se destaca com o melhor ataque, a melhor defesa, melhor saldo de gols, o goleiro de melhor aproveitamento. Em toda a competição, computando-se todos os jogos, o Jacaré também tem o melhor índice técnico. Confira, abaixo, alguns dos principais números do Campeonato Piauiense antes do único jogo desta tarde, entre Piauí e River.

CLASSIFICAÇÃO DA TAÇA CIDADE DE TERESINA

1° Altos, 9 pontos, 3 vitória, 6 gols de saldo e 8 gols marcados.
2° Piauí, 6 pontos, 2 vitórias, 2 gols de saldo e 5 gols marcados.
3° 4 de Julho, 5 pontos, 1 vitória, saldo 0 e 7 gols marcados.
4° River, 4 pontos, 1 vitória, 3 gols de saldo e 5 gols marcados.
5° Parnahyba, 4 pontos, 1 vitória, 1 gol de saldo e 3 gols marcado.
6° Flamengo, 3 pontos, 1 vitória, saldo -3 e 4 gols marcados.
7° Picos, 0 ponto, saldo -9 e 1 gol marcado.

CLASSIFICAÇÃO GERAL

1° Altos, 23 pontos, 7 vitórias, 8 gols de saldo e 16 gols marcados.
2° Parnahyba, 20 pontos, 6 vitórias, 5 gols de saldo e 15 gols marcados.
3° River, 14 pontos, 3 vitórias, 6 gols de saldo e 14 gols marcados.
4° Flamengo, 13 pontos, 4 vitórias, saldo -1 e 13 gols marcados.
5° 4 de Julho, 12 pontos, 3 vitórias, saldo 0 e 15 gols marcados.
6° Piauí, 9 pontos, 3 vitórias, saldo -6 e 11 gols marcados.
7° Picos, 7 pontos, 2 vitória, saldo -10 e 9 gols marcados.

PÚBLICO PAGANTE POR CLUBE
(média por jogo)

1.142 - River (10.283 pagantes em 9 jogos)
829 - Parnahyba (9.128 pagantes em 11 jogos)
782 - Flamengo (7.822 pagantes em 10 jogos)
743 - Picos (7.434 pagantes em 10 jogos).
639 - 4 de Julho (6.398 pagantes em 10 jogos).
618 - Altos (6.805 pagantes em 11 jogos)
404 - Piauí (3.642 pagantes em 9 jogos)

PÚBLICO PAGANTE COMO MANDANTE
(média por jogo)
 
1.020 - Picos (5.104 pagantes em 5 jogos).
865 - Flamengo (4.328 pagantes em 5 jogos)
819 - Parnahyba (4.098 pagantes em 5 jogos)
794 - 4 de Julho (3.973 pagantes em 5 jogos)
654 - Altos (3.928 pagantes em 6 jogos)
641 - River (3.208 pagantes em 5 jogos)
294 - Piauí (1.177 pagantes em 4 jogos)

PÚBLICO PAGANTE POR CIDADES
(média por jogo)
 
1.020 - Picos (5.104 pagantes em 5 jogos).
819 - Parnaíba (4.098 pagantes em 5 jogos)
794 - Piripiri (3.973 pagantes em 5 jogos)
632 - Teresina (12.641 pagantes em 20 jogos)

ARTILHEIROS

7 gols - Viola (River).

5 gols - Juninho Pindaré (4 de Julho) e Eduardo (Flamengo).

4 gols - Ted Love (4 de Julho), Joelson (Altos) e Raphael Freitas (Picos).

3 gols - André Tavares (Altos), Barata (Flamengo), Yerién, Jânio Daniel (Parnahyba), Gleydson (Piauí) e Candinho (Picos).

2 gols - Maycon (4 de Julho), Manoel, Tiaguinho (Altos), Tininho (Parnahyba), Victor Salvador (Piauí) e Tety (River).

1 gol - Célio Mata Boi, Wilsinho, Régis Pitbul (4 de Julho), Uilliam, Leone, Esquerdinha, Alex Mineiro  (Altos), Vitor Recife, Joninha, William Goiano, Tiaguinho, Miltão (Flamengo), Marcos Gasolina, Thiago Granja, Renan, Dunga, Gilmar Bahia, Doda Maranhense, Dênis (Parnahyba), Ricardo Oliveira, Sorín, Robério, Lucas Borges, Alisson, Nil  (Piauí), Felipe (Picos), Oscar Brizuela, Humberto, Rodrigo Tiuí, Gabriel e Negueba (River).

GOLS CONTRA

1 gol - Humberto (River, em favor de Picos) e Didi (Piauí, em favor de Altos).

GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO
(média de gols sofridos por jogo)
 
0,62 - Rodrigo Carvalho (Altos) - 5 gols em 8 jogos.
 
0,88 - Alex (Parnahyba) e Leandro Silva (River) - 8 gols em 9 jogos.
 
1 gol por jogo - Santos (Flamengo) - 7 gols em 7 jogos -, -, Alex Alves (Altos) - 3 gols em 3 jogos -, e Ribamar (Parnahyba) - 2 gols em 2 jogos.
 
1,33 - Jaílson (4 de Julho) - 8 gols em 6 jogos.
 
1,50 - Evandrízio (Flamengo) - 3 gols em 2 jogos.
 
1,57 - Lucas Conceição (PIauí) - 11 gols em 7 jogos.
 
1,75 - Neto (4 de Julho) - 7 gols em 4 jogos.
 
2 gols por jogo - Dionanton (Picos) - 8 gols em 4 jogos - e Amaral (Picos) - 6 gols em 3 jogos .
 
2,33 - Dionanton (Picos) - 7 gols em 3 jogos.
 
3 gols por jogo - Joel (Piauí) - 6 gols em 2 jogos.
 
4 gols por jogo - Robson (Flamengo) - 4 gols em 1 jogo.

 ESTÁDIOS UTILIZADOS

20 jogos - Lindolfo Monteiro (Teresina).
5 jogos - Pedro Alelaf (Parnaíba), Ytacoatiara (Piripiri) e Helvídio Nunes (Picos).

ÁRBITROS QUE APITARAM

9 jogos - Antônio Santos Nunes.

7 jogos - Antônio Dib Moraes de Sousa

5 jogos - Leonardo Marques Fortes, Diego da Silva Castro.

2 jogos - Antônio José Lopes Trindade de Sousa, Hélio Fábio Pinto de Queiróz, Antônio Francisco Cordeiro de Paula,

1 jogo - Djalma Alves de Lima Filho,  e Lindomar de Araújo Oliveira.

ÁRBITROS ASSISTENTES

9 jogos - Alisson Lima Damasceno e Marcio Iglesias Araújo Silva.

6 jogos - Ozeas de Sousa dos Santos e Rogério de Oliveira Braga.

5 jogos - Arnaldo Araújo Santos.

4 jogos - Mauro Cezar Evangelista de Sousa e Wilson dos Santos Júnior, Antônio Sergio de Sousa Araújo e Maura Cunha Costa.

3 jogos - Francisco Nurisman Machado Gaspar, Janystony Rabelo de Melo e Luiz Gonzaga da Silva Filho.

2 jogos - Francisco das Chagas Santos Filho, João Thiago Carvalho Reis e Raimundo David dos Reis Alves.

1 jogo - André da Silva  Andrade, Thyago Costa Leitão e José Nilton da Costa.

ATAQUES
 
16 gols - Altos.
15 gols - Parnahyba.
14 gols - River.
12 gols - Flamengo..
11 gols - 4 de Julho e Piauí.
9 gols - Picos.

DEFESAS
 
8 gols - Altos e River.
10 gols - Parnahyba e Flamengo.
14 gols - 4 de Julho.
17 gols - Piauí,
21 gols - Picos

MARCAS HISTÓRICAS

1° gol - Viola (River), no jogo Picos 2x2 River, em 31/01/2017.
50° gol - Yerién (Parnahyba), no jogo Parnahyba 2x1 Flamengo, em 15/03/2017.

GOLS MAIS RÁPIDOS

1 minuto - Ted Love (4 de Julho), no jogo Parnahyba 0x1 4 de Julho, em 11/02/2017.
2 minutos - Joelson (Altos), no jogo Altos 3x0 4 de Julho, em 08/04/2017.
6 minutos - Eduardo (Flamengo), no jogo Flamengo 1s2 Picos, em 11/02/2017.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

6 jogos - Fernando Tonet (Parnahyba).
3 jogos -  Francisco Diá, Paulinho Kobayashi (Altos).
2 jogos - Luiz Miguel (4 de Julho), Eduardo Hungaro (River), Fabiano Macau (Piauí) e Nivaldo Lancuna (Flamengo 1 e Picos 1).
1 jogo - Ruy Scarpino (Altos), Marcão (Piauí), Paulo Moroni (Picos), Waldemar Lemos (River), Cícero Monteiro, Guto Teixeira e Celso Teixeira (Flamengo).

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

5 jogos - Paulo Moroni (Picos).
4 jogos - Marcão (Piauí),
3 jogos - Luiz Miguel (4 de Julho), Fernando Tonet (Parnahyba) e Nivaldo Lancuna (Picos 2 e Flamengo 1).
2 jogos - Ruy Scarpino (Altos), Cícero Monteiro (Flamengo), e Fabiano Macau (Piauí).
1 jogo - Celso Teixeira (Flamengo), Eduardo Hungaro (River), Pedro Manta (4 de Julho),

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Flamengo quer tirar proveito do descanso de dez dias

Fonte: Assessoria do EC Flamengo
 
Para o Flamengo, o revés sofrido no dérbi para o Piauí no ultimo jogo pelo Campeonato Piauiense 2017 já é passado. E até o próximo desafio, que é o Rivengo, o Leão comemora os quase 10 dias livres de trabalho para o técnico Nivaldo Lacuna corrigir alguns detalhe e testar outras peças do elenco.
 
Um dos líderes da equipe, o volante Léo Maceió, destaca que o tempo hábil para treinar gera mais confiança para o grupo e aprimora algumas jogadas que foram falhas nos jogos anteriores.
 
“Foi bom para a gente dar uma refletida , ver o que estava sendo feito errado. Sabemos que o nosso time não era aquele que entrou em campo na última partida. Se nós quisermos, tivermos vontade, é uma equipe totalmente diferente. Nós mostramos isso no primeiro turno em muitos momentos, então foi bom colocarmos a cabeça no lugar. Vamos trabalhar forte para irmos atrás dessa vaga”, enfatizou Léo.
 
No treino realizado na manhã desta quinta, no estádio Albertão, o treinador testou a velocidade de raciocínio dos atletas em um mini campo armado com direito a apenas dois toque. O meia Capela e o jovem goleiro Hugo, de 15 anos, foram os destaques da atividade.
 
O atacante Eduardo, com uma indisposição estomacal, e o zagueiro Andson Alagoano, que passará por cirurgia na mão, não treinaram. O defensor deve perder o restante do estadual, uma vez que o tempo de recuperação. Na sexta (14), atletas e comissão técnica terão folga geral, e retornam aos trabalhos no sábado.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Altos 100% mantém tabu e ganha novamente da SEP

Confirmando seu favoritismo a uma das quatro vagas para a fase semifinal da Taça Cidade de Teresina, Altos venceu a Sociedade Esportiva de Picos na noite desta quarta-feira (12), no Estádio Helvídio Nunes, em Picos, por 3 a 1, mantendo 100% de aproveitamento no segundo turno do Campeonato Piauiense.
 
Lutando contra o rebaixamento, Picos tentou dificultar as ações do líder, e reclamou bastante do gol que deu início á vitória altoense, de André Tavares, que estaria em posição de impedimento. A arbitragem não viu qualquer irregularidade e Altos vai para o intervalo com a vitória parcial.
 
No segundo tempo, em penalidade bem marcada pelo árbitro, Tiaguinho amplia para o Jacaré. Picos esboçou uma reação quando Raphael Freitas diminuiu, mas logo ampliou sua vantagem, através de Alex Mineiro. Nos acréscimos, Raphael Freitas teve nova chance de marcar, mas perdeu o pênalti favorável a sua equipe.
 
Com os resultados da noite, Altos prossegue firme na liderança, com 9 pontos ganhos, seguido do Piauí, que agora tem 6, e do 4 de Julho, com 5. O River fecha o G4, com os mesmos 4 pontos do Parnahyba, mas saldo melhor que o Tubarão.

FICHA TÉCNICA

PICOS 1x3 ALTOS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 4ª rodada); Data; 12/04/2017 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Helvídio Nunes (Picos - PI); Arbitragem: Diego da Silva Castro, auxiliado por João Thiago Carvalho Reis e Alisson Lima Damasceno.

Renda: R$ 2.570,00 com 764 pagantes (185 não pagantes).

Público total: 949 torcedores.

Gols: André Tavares 46 do 1° tempo. Tiaguinho (pênalti) 13, Raphael Freitas 22 e Alex Mineiro 42 do 2°.

Cartões amarelos: Emerson, Dionanton, Matheus, Gizo (SEP) e Dos Santos (ALT).
 
Obs.: Raphael Freitas perdeu um pênalti, aos 47 do 2°.

Picos - Dionanton; Romário (Pará), Emerson, Rafael Costa e Neguinho Paraíba; Guilherme, Sorato (Gizo), Felipe (Idelvando) e Matheus; Raphael Freitas e Candinho. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

Altos - Rodrigo; Dos Santos, Vitor Bafana, Marcelo e Tiaguinho; Marconi, Vagner e Esquerdinha (Leandro Sobral); André Tavares (Alex Mineiro), Manoel e Joelson (Patric Recife). Técnico: Paulinho Kobayashi.

Depois de levar 2 gols, River consegue empate em Piripiri

Com um gol no final da partida, o River garantiu um empate na noite desta quarta-feira (12), no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri, diante do 4 de Julho local. O time da casa, que ainda não venceu diante de sua torcida, chegou a colocar 2 a 0 no marcador, mas permitiu a igualdade na fase complementar.
 
Dois gols de Maycon, ambos no primeiro tempo, estabeleceram o placar de 2 a 0 favorável ao 4 de Julho. No segundo tempo, em cobrança de falta, Gabriel reduziu a diferença para o tricampeão piauiense. E Negueba, aos poucos minutos do final, decretou o empate de 2 a 2, frustrando a torcida colorada.

FICHA TÉCNICA

4 DE JULHO 2x2 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 4ª rodada); Data; 12/04/2017 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Ytacoatiara (Piripiri - PI); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Márcio Iglesias Araújo Silva e Ozeas de Sousa dos Santos.

Renda: R$ 8.200,00 com 764 pagantes (185 não pagantes).

Público total: 949 torcedores.

Gols: Maycon 20 e Maycon 45 do 1° tempo. Gabriel (falta) 34 e Negueba 42 do 2°.

4 de Julho - Neto, Wilsinho, Charles Paraíba, Hugo e Paulo Maranhão; Célio, Régis Pitbull, Maycon (Jorginho) e Juninho Pindaré; Célio Mata Boi (Binha) e Ted Love. Técnico: Pedro de Siqueira Manta.

River - Leandro Silva; Rossales, Oscar Brizuela, Gabriel e Ricardo Sena (Tety); Anarildo, André Luiz, Humberto (Juninho Paraíba) e Fabiano (Keninha); Viola e Negueba. Técnico: Eduardo Pedro Hungaro.

Surpreendente, Piauí vence o campeão do primeiro turno

Na abertura da quarta rodada da Taça Cidade de Teresina - o 2° turno do Campeonato Piauiense, o Piauí conseguiu um expressivo resultado ao vencer o Parnahyba, na noite desta quarta-feira (12), por 1 a 0, com reduzido público nas dependências do Estádio Lindolfo Monteiro. Com 6 pontos ganhos, o Enxuga Rato, que luta contra o rebaixamento, já figura entre os quatro times da zona de classificação do returno.
 
O único gol da partida foi assinalado por Gleydson, em excelente jogada de Nil, que driblou seu marcador, chegou na linha de fundo e cruzou para o artilheiro rubro-anil marcar o único gol do jogo. O Parnahyba teve muitas chances para empatar, assim como o Piauí poderia ter ampliado, mas o placar final ficou mesmo no 1 a 0, que mantém o Piauí respirando contra o fantasma do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

PIAUÍ 1x0 PARNAHYBA (Campeonato Piauiense de Futebol da 1 Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 4ª rodada); Data; 12/04/2017 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina - PI); Arbitragem: Antônio dos Santos Nunes, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Raimundo David dos Reis Alves.

Renda: R$ 1.312,00 com 206 pagantes (28 não pagantes).

Público total: 234 torcedores.
 
Gol: Gleydson 34 do 1° tempo.

Cartões amarelos: Nego Potiguar, Rafael, Wander, Caíque (PIA), Renan, Dunga, Denis e Deivison (PAR).
 
Piauí - Lucas Conceição; Mury, Alisson, Lucas Borges e Rafael; Nego Potiguar, Dudu (Caíque), Wander e Testinha (Ramon); Gleydson (Ricardo Oliveira) e Nil. Técnico: Fabiano Aragão Macau.
 
Parnahyba - Alex; Thiago Granja, Gilmar Bahia, Renan e Siderval; Ramón, Tininho (Allan Rosário), Doda Maranhense (Yerien) e Dunga (Deivison); Jânio Daniel e Fabiano. Técnico: Fernando Tonet.

terça-feira, 11 de abril de 2017

O ídolo da semana


Piauiense com três jogos na noite desta quarta-feira

A Taça Cidade de Teresina - 2° turno do Campeonato Piauiense - terá prosseguimento na noite desta quarta-feira (12), com a realização de três partidas. A primeira delas, programada para 18 horas, entre Piauí e Parnahyba, no Estádio Lindolfo Monteiro. Duas horas depois, em Picos, a SEP enfrentará o invicto Altos, enquanto o 4 de Julho receberá o River na cidade de Piripiri.
 
Pelos números de momento, a zona de classificação é composta por Altos (9 pontos), Parnahyba (4), 4 de Julho (4) e River (3). Todos eles estarão em ação nesta rodada, mas somente o 4 de Julho jogará diante de sua torcida. Se pode tirar vantagem disso, no caso específico do 4 de Julho não se pode afirmar com segurança. O Colorado só venceu fora de casa.
 
Embora não vá definir classificação ou rebaixamento, a rodada é quase decisiva para Picos, que soma apenas 7 pontos e precisa livrar-se do fantasma do rebaixamento. Um novo tropeço deixará o time do técnico Paulo Moroni a poucos metros da 2ª divisão. A menos que o Piauí também venha a perder para o Parnahyba. Aí eles continuarão juntinhos, disputando quem jogará a Segundona do próximo ano.
 
CLASSIFICAÇÃO DO RETURNO
 
1° Altos - 6 pontos em 2 jogos
2° Parnahyba - 4 pontos em 2 jogos
3° 4 de Julho - 4 pontos em 3 jogos
4° River - 3 pontos em 1 jogo
5° Piauí - 3 pontos em 2 jogos
6° Flamengo - 3 pontos em 3 jogos
7° Picos, 0 ponto em 3 jogos
 
4ª RODADA
 
Piauí x Parnahyba, 18 horas, no Lindolfo Monteiro (Teresina)
4 de Julho x River, 20 horas, no Ytacoatiara, em Piripiri
Picos x Altos, 20 horas, no Helvídio Nunes, em Picos

Kobayashi quer manter 100% de aproveitamento

Fonte: Tática Comunicação
 
Após duas vitórias convincentes, diante do Piauí (pelo placar de 2 a 1) e 4 de Julho (3 a 0), o Altos tenta nesta quarta-feira manter os 100% de aproveitamento sob o comando do técnico Paulinho Kobayashi no Campeonato Piauiense.
 
O adversário será o Picos, em confronto válido pela quarta rodada do returno do estadual, marcado para o Estádio Helvídio Nunes, casa do rival.
 
Apesar da campanha ruim do time mandante, que perdeu seus três primeiros compromissos na segunda metade da competição, o treinador espera por uma partida complicada, mas mostra confiança na conquista de um resultado positivo.
 
“O Picos não está bem, mas irá tentar se reabilitar justamente contra a gente, ainda mais por atuar diante de sua torcida. Temos que jogar com inteligência e atenção o tempo todo. Sabemos das dificuldades, mas o time está bem preparado e vai lutar por mais uma vitória”, garante Kobayashi.
 
O Altos é o líder isolado segundo turno do Piauiense com seis pontos ganhos. Na sequência, aparecem Parnahyba e 4 de Julho (4 pontos cada), Ríver, Piauí e Flamengo (3 cada) e Picos, que ainda não pontuou.
 
 
 

River está pronto para enfrentar o 4 de Julho

Fonte: Assessoria do River AC
O River já está preparado para enfrentar o 4 de Julho em jogo válido pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Piauiense. O Galo fez na manhã desta terça-feira (11/04) o último treinamento antes da partida em Piripiri, nesta quarta-feira (12/04), às 20h.
River visita o 4 de Julho em partida do Campeonato Piauiense (Foto: Victor Costa)
 
O treinador Eduardo Húngaro não contará com o volante Osmar, que se recupera de um incomodo na panturrilha direito. Outros jogadores que não estarão com o elenco são Gustavo Eugênio, em recuperação de lesão e Rafamar, aprimorando sua condição física. No entanto, o volante Amarildo está apto a jogar após ficar de fora da partida contra o Picos por precaução do departamento jurídico do River. Na ocasião, Amarildo poderia estar suspenso em uma interpretação diferente do regulamento do Piauiense.
 
Agora, sem nenhuma preocupação, Amarildo vai para o jogo: "Fomos pegos de surpresa com essa suspensão, mas agora é cabeça 100% no 4 de Julho. Temos de ir até Piripiri com o pensamento de trazer três pontos, respeitando o adversário, mas procurando implantar nosso jogo", comentou o volante.
 
Para Eduardo Húngaro, a partida será um grande desafio para o River: "A gente imagina um jogo bem difícil, por ser um jogo fora de casa contra um adversário forte que brigou ponto a ponto com o River no primeiro turno do estadual. Temos que entrar concentrados, com muita seriedade, procurando impor nosso jogo e sair de lá com a vitória". 
 
River e 4 de Julho se enfrentam nesta quarta-feira (12/04), às 20h, na Arena Ytacoatiara, em Piripiri. Para a partida, o River relacionou 20 jogadores: 
 
Goleiros: Leandro e Robson
Zagueiros: Gabriel Gonçalves, Oscar Brizuela e Allan Miguel
Laterais: Rossales, Ricardo Sena e Matheus Mendes
Volantes: Amarildo, Amorim, André Luiz e Emerson
Meias: Humberto, Juninho Paraíba, Keninha e Fabiano
Atacantes: Rodrigo Tiuí, Tety, Viola e Negueba
 

domingo, 9 de abril de 2017

Piauí respira com excelente resultado sobre o Flamengo

Num resultado para muitos surpreendente, o Piauí não tomou conhecimento do Flamengo e venceu o quadro rubro-negro na tarde/noite deste domingo (09), por 3 a 1, melhorando bastante as suas possibilidades de fugir do rebaixamento para a próxima temporada, diante de reduzida presença de público nas dependências do Lindolfo Monteiro.
 
Depois de Eduardo desperdiçar excelente oportunidade, com o goleiro Lucas fazendo grande defesa, o Enxuga Rato abriu a contagem com o atacante Gleydson, completando para o gol na entrada da pequena área. Com 1 a 0 de vantagem, o Piauí procurou evitar o empate e fez mais do que isso: ampliou o marcador nos acréscimos, numa grande jogada de Nil, que chutou pra as redes depois de passar por vários adversários.
 
Na fase final, quando o Flamengo tentava reagir a todo custo, foi o Piauí quem liquidou a fatura prematuramente, estabelecendo 3 a 0 novamente com Gleydson, de cabeça, após levantamento de Testinha. O go de honra do Flamengo só aconteceu nos acréscimos, com Barata completando para a rede uma bola rebatida por Lucas Conceição. O resultado manteve Altos e Parnahyvba nas duas primeiras colocações do G4, com 4 de Julho e River fechando a zona de classificação.
 
FICHA TÉCNICA
 
FLAMENGO 1x3 PIAUÍ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 3ª rodada); Data: 09/04/2017 (domingo à tarde)/ Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina - PI); Arbitragem: Antônio Francisco Cordeiro de Paula, auxiliado por Alisson Lima Damasceno e José Nilton da Costa.

Renda: R$ 2.437,00 com 254 pagantes (92 não pagantes).

Público total: 346 torcedores.
 
Gols: Gleydson 24 e Nil 47 do 1° tempo; Gleydson 21 (cabeça) 21 e Barata 47 do 2°.
 
Cartões amarelos: Junior, Sadan, Alessandro, Tiaguinho (FLA), Dudu, Gleydson, Testinha, Nil e Alisson (PIA).
 
Flamengo - Evandrizio; Barata, Andson (Leonardo), Sadan e Tiaguinho; Alessandro, Leo Maceió, Júnior (Paulinho Cearense) e Capela; Eduardo e Fabinho. Técnico: Nivaldo de Oliveira Lancuna.
 
Piauí - Lucas Conceição; Sorín (Dudu), Marcelo (Alisson), Lucas Borges e Mury; Nego Potiguar, Wander, Victor Salvador (Rafael) e Testinha; Gleydson e Nil. Técnico: Fabiano Macau.

O cartaz do final de semana


sábado, 8 de abril de 2017

Tubarão vence SEP e se coloca na zona de classificação

Doda marcou o 1° gol (Foto - Blog do Jonys)
Com boa presença de público nas dependências do Estádio Petro Alelaf, o Parnahyba venceu a Sociedade Esportiva de Picos na tarde/noite deste sábado (08), em Parnaíba, por 2 a 0, com o campeão da Taça Estado do Piauí assumindo a vice-liderança do segundo turno do Campeonato Piauiense.

Encontrando dificuldades no primeiro tempo, o Parnahyba só conseguiu marcar na fase final, abrindo a contagem através de Doda Maranhense, após boa jogada do nigeriano Yerién. Minutos antes, jogadores de Picos e até cronistas da imprensa local questionaram um lance que teria sido pênalti para o Zangão não marcado pelo árbitro.

Nos acréscimos, o Tubarão selou sua vitória com o segundo gol, num chute forte do lateral direito Dênis, depois de receber passe açucarado de Jânio Daniel. Com 2 a 0 para o Parnahyba terminou o jogo no litoral, colocando o Parnahyvba na vice-liderança e Picos na lanterna do segundo turno.

FICHA TÉCNICA

PARNAHYBA 2x0 PICOS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 3ª rodada); Data: 08/04/2017 (sábado à tarde); Local: Estádio Pedro Alelaf (Parnaíba - PI); Arbitragem: Hélio Fábio Pinto de Queiróz, auxiliado por Thyago Costa Leitão e Antônio Sergio de Sousa Araújo.

Renda: R$ 7.855,00 com 831 pagantes (320 não pagantes).

Público total: 1.151 torcedores.

Gols: Doda Maranhense 25 e Dênis 48 do 2° tempo.

Cartões amarelos: Ramón, Berg, Renan (PAR), Jota e Guilherme (SEP).

Parnahyba - Alex; Thiago Ganja (Denis), Gilmar Bahia, Renan e Berg; Ramón, Tininho (Yerien), Marcos Gasolina (Doda Maranhense) e Dunga; Jânio Daniel e Fabiano. Técnico: Fernando Tonet.

Picos - Dionanton; Guilherme, Emerson, Tonhão e Neguinho Paraíba; Jota (Pará), Sorato, Felipe (Gizo) e Matheus; Raphael Freitas e Candinho. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

 

Altos assume lidernça com 100% de aproveitamento

Uma vitória até certo ponto tranquila. Assim pode ser resumido o triunfo do Altos sobre o 4 de Julho, por 3 a 0, na tarde deste sábado (08), pela terceira rodada da Taça Cidade de Teresina (o 2° turno do Campeonato Piauiense). O Jacaré agora é o líder desta fase da competição, com 100% de aproveitamento.
 
A vitória altoense começou a ser desenhada com um belíssimo gol de Joelson, logo aos 2 minutos de partida, acertando um voleio sem chances de defesa para Neto. O placar foi ampliado ainda no primeiro período da partida, com André Tavares concluindo com um belo chute.
 
Na fase final, aos 4 minutos, o artilheiro Manoel deu o ar de sua graça e assinalou o terceiro. Foi a segunda vitória de Altos no returno, em dois jogos disputados. Com 100% de aproveitamento, o Jacaré fecha o final de semana como líder isolado da Taça Cidade de Teresina, com 6 pontos ganhos.
 
FICHA TÉCNICA
 
ALTOS 3x0 4 DE JULHO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - 3ª rodada); Data: 08/04/2017 (sábado à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina - PI); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por Márcio Iglesias Araújo Silva e Maura Cunha Costa.

Renda: R$ 1.510,00 com 104 pagantes (82 não pagantes).

Público total: 186 torcedores.
 
Gols: Joelson 2 e André Tavares 26 do 1° tempo; Manoel 4 do 2°.

Cartões amarelos: Leandro Sobral (ALT), Toninho Bahia e Regis Pitbul (4J).
 
Expulsão: Toninho Bahia, aos 35 do 2°, por prática de jogo brusco (segunda cartão amarelo).
 
Altos - Rodrigo Carvalho; Dos Santos, Vitor Bafana, Marcelo e Tiaguinho; Netinho, Vagner (Leandro Sobral) e Esquerdinha (Patrick); André Tavares (Jeremias), Manoel e Joelson. Técnico: Paulo Ricardo Kobayashi (Paulinho Kobayashi).
 
4 de Julho - Neto; Wilsinho (Maycon), Charles Paraíba, Hugo e Toninho Bahia; Célio, Régis Pitbul, Jorginho (Binha) e Juninho Paraíba; Célio Mata Boi e Ted Love (Pedra Preta). Técnico: Pedro de Siqueira Manta.
 


sexta-feira, 7 de abril de 2017

Flamengo define relacionados para enfrentar o Piauí

Lancuna já definiu os relacionados para o jogo diante do Piauí (Foto - WILSON FILHO/ EC Flamengo).
Fonte: Assessoria do EC Flamengo
 
A hora do dérbi está chegando. De olho no clássico do próximo domingo (9), o Flamengo fez o treino final de ajuste para o confronto diante do Piauí. O técnico Nivaldo Lancuna não apresentou novidades. O time é basicamente mesmo o mesmo que venceu o Picos, mas mudanças não estão descartadas.
 
E um dos candidatos que colocaram uma “pulga atrás da orelha” do treinador foi meia Paulinho Cearense. Habilidoso e com ótima visão de jogo, o canhoto se destacou durante os treinos da semana e rivaliza com Capela uma vaga na criação do time. Ele se esquivou da disputa interna e afirmou que o mais importante é o resultado positivo.
 
 “Olha, mesmo sabendo da fase do adversário, estamos bem focados e cientes no que devemos fazer. Com humildade, vamos buscar nosso jogo, tentar sair com a vitória e continuar nessa crescente na tabela. Sobre ser titular ou não, isso é o professor que vai decidir”, destacou Paulinho.
 
No treino realizado na tarde desta sexta (7), no estádio Albertão, o elenco do Leão fez um e rápido trabalho de alongamento e aquecimento e, em seguida, partiram para o coletivo. O volante Lima, que ainda sente dores no calcanhar direito, segue em tratamento e fez somente um trabalho a parte com o preparador físico Zecão.
 
O Mais Querido encara o Piauí no domingo às 17h, no estádio Lindolfo Monteiro, com os seguintes relacionados:
 
Goleiros: Evandrízio e Preto.
Laterais: Barata, Joninha, Rafinha e Tiaguinho.
Zagueiros: Sadan, Miltão e Anderson Alagoano.
Volantes: Alessandro, Ribeiro, Leonardo e Léo Maceió.
Meias: Capela e Paulinho Cearense.
Atacantes: Júnior, Eduardo, Fabinho, Gabriel e Bruno

Com o entendimento da Procuradoria da CD, River teria sido campeão do 1° turno de 2016 com atleta irregular

Regulamento de 2016: repare, no artigo 23, a mesma redação sobre cartões amarelos que está no regulamento atual.
 
A prevalecer o entendimento do Procurador da Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva, que pediu a eliminação do Parnahyba por ter incluído o atleta Fabiano com três cartões amarelos - computando-se um dos cartões do jogo em que foi expulso pela segunda advertência -, o River teria sido campeão da Taça Estado do Piauí 2016 também usando o mesmo expediente com seu lateral esquerdo Jadson.
 
Assim como Fabiano, Jadson também foi expulso em face da segunda advertência e, à época, se computado o primeiro cartão do mesmo jogo, como entende hoje o Procurador da Comissão Disciplinar, Fabrício Carvalho, Jadson teria que cumprir dois jogos de suspensão, uma vez que o referido cartão também era o terceiro.
 
Ressalte-se que, no regulamento de 2016, o texto sobre os cartões amarelos era exatamente igual ao texto atual, sem tirar nem por uma única vírgula. E, à exceção do 4 de Julho, todos os demais clubes que disputam o atual campeonato também jogaram o certame de 2016 e, naturalmente, tinham conhecimento do regulamento. Agora veja como foi o desdobramento da mesma situação no caso do lateral esquerdo Jadson, do River, em 2016.
 
OS FATOS EM 2016
 
03/02 - Picos 1x0 River - Jadson recebe o 1° cartão amarelo
06/02 - River 1x0 Ccaiçara - Jadson recebe o 2° cartão amarelo
17/03 - Flamengo 0x2 River - Jadson recebe dois cartões amarelos e é expulso
20/03 - River 2x0 Picos - 1° jogo da final do turno - Jadson cumpre a suspensão automática pela expulsão.
26/03 - Picos 1x1 River - 2° jogo da final do turno - Jadson volta ao time tricolor, e joga os 90 minutos da partida que deu o título da Taça Estado do Piauí ao River.
17/04 - Flamengo 0x0 River - Jadson recebe o 3° cartão amarelo
20/04 - River 1x1 Altos - Jadson cumpre a suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo. Nesta ocasião, a Comissão Disciplinar ainda não tinha decidido que os cartões estariam zerados ao final do 1° tuirno.
 
A HIPÓTESE CONSIDERANDO O ENTENDIMENTO DO PROCURADOR DA CD/TJD
 
03/02 - Picos 1x0 River - Jadson recebe o 1° cartão amarelo
06/02 - River 1x0 Ccaiçara - Jadson recebe o 2° cartão amarelo
17/03 - Flamengo 0x2 River - Jadson recebe dois cartões amarelos e é expulso. O primeiro cartão amarelo seria o terceiro do jogador na competição. Teria que cumprir, então, dois jogos de suspensão, sendo o primeiro pela expulsão, e o segundo pelo terceiro cartão amarelo.
20/03 - River 2x0 Picos - 1° jogo da final do turno - Jadson cumpre a suspensão automática pela expulsão.
26/03 - Picos 1x1 River - 2° jogo da final do turno - Jadson volta ao time tricolor, e joga os 90 minutos da partida que deu o título da Taça Estado do Piauí ao River. E, nesta hipótese, teria jogado a decisão do 1° turno de 2016 com três cartões amarelos.