segunda-feira, 30 de maio de 2016

Série C: com derrota do Remo, River sobe uma posição

Concluída a segunda rodada da Série C, com a vitória do ASA sobre o Remo (1x0), dentro de Belém, na noite desta segunda-feira (30), o River subiu uma posição e passou a ocupar a 7ª colocação do Grupo A, à frente de Cuiabá, Clube do Remo e Confiança. O único gol da noite, que deu a vitória ao ASA de Arapiraca, foi assinalado por Jeferson Baiano. A classificação é a seguinte:
 
CLASSIFICAÇÃO
 
1° América de Natal, 6 pontos, 2 vitórias, 2 gols de saldo e 4 gols marcados
2° Fortaleza, 4 pontos, 1 vitória, 2 gols de saldo e 3 gols marcados
3° ASA, 4 pontos, 1 vitória, 1 gol de saldo e 2 gols marcados
4° ABC, 3 pontos, 1 vitória, 1 gol de saldo e 2 gols marcados
5° Botafogo, 3 pontos, 1 vitória, saldo 0 e 1 gol marcado
6° Salgueiro, 3 pontos, 1 vitória, saldo -1 e 1 gol marcado
7° River, 1 ponto, saldo -1 e 2 gols marcados
8° Cuiabá e Remo, 1 ponto, saldo -1 e 1 gol marcado
10° Confiança, 1 ponto, saldo -2 e 1 gol marcado
 
PRÓXIMA RODADA
05/06 (domingo)
11h00 - Botafogo x ABC, no Almeidão (João Pessoa)
16h00 - ASA x Salgueiro, no Coaracy Fonseca (Arapiraca)
17h00 - Cuiabá x Confiança, na Arena Pantanal (Cuiabá)
19h00 - River x Remo, no Albertão (Teresina)
 
06/06 (segunda-feira)
20h00 - América x Fortaleza, na Arena das Dunas (Natal)
 

domingo, 29 de maio de 2016

River fecha rodada fora da zona de rebaixamento

América no Albertão: vitória sobre o River mantém liderança e 100% de aproveitamento (Foto gentilmente cedida por Israel Araújo)
Ao que pese a derrota para o América de Natal, na tarde deste domingo (29), por 3 a 2, o River não vai fechar a segunda rodada na zona de rebaixamento da Série C. Este "privilégio" caberá, nesta rodada, a Confiança e Cuiabá. O Galo foi beneficiado com a derrota do Confiança para o Fortaleza, por 2 a 0, e fica fora do Z2. Confira:
 
RESULTADOS DA RODADA
 
Botafogo 1x0 Cuiabá - gol de Warley
ABC 2x0 Salgueiro - gols de Marcio Passos e Jones Carioca
River 2x3 América de Natal - gols de Vanderlei Francisco e Júnior Xuxa (River); Elias 2 e Luiz Eduardo (América)
Confiança 0x2 Fortaleza - dois gols de Anselmo
Remo x ASA - amanhã à noite
 
CLASSIFICAÇÃO
 
1° América de Natal, 6 pontos, 2 vitórias, 2 gols de saldo e 4 gols marcados
2° Fortaleza, 4 pontos, 1 vitória, 2 gols de saldo e 3 gols marcados
3° ABC, 3 pontos, 1 vitória, 1 gol de saldo e 2 gols marcados
4° Botafogo, 3 pontos, 1 vitória, saldo 0 e 1 gol marcado
5° Salgueiro, 3 pontos, 1 vitória, saldo -1 e 1 gol marcado
6° Remo e ASA, 1 ponto, saldo 0 e 1 gol marcado
8° River, 1 ponto, saldo -1 e 2 gols marcados
9° Cuiabá, 1 ponto, saldo -1 e 1 gol marcado
10° Confiança, 1 ponto, saldo -2 e 1 gol marcado
 

Estádio Albertão: River perde a primeira na Série C

Um dos destaques do jogo, Daniel faz outra boa intervenção na meta potiguar (Fotos gentilmente cedidas por Israel Araújo).
Cumprindo sua segunda apresentação na Série C do Campeonato Brasileiro, o River jogou na tarde deste domingo (29), no Estádio Albertão, em Teresina, e foi derrotado pelo América de Natal, por 3 a 2, com o time potiguar assumindo a liderança isolada da chave, com 100% de aproveitamento. O bicampeão piauiense chegou a estar perdendo por  3 a 0, depois de desperdiçar várias oportunidades, buscou a reação, mas ficou no segundo gol.

Fabinho tenta vencer a defesa americana.
Antes mesmo do América abrir a contagem, já no segundo tempo, Edu Amparo chegou a acertar a bola na trave de Daniel. E o goleiro potiguar fez grandes defesas. Depois que Elias abriu a contagem, a porteira abriu. Com a reação pelo meio do caminho, o River vai terminar o domingo na zona de rebaixamento, A segunda rodada ainda terá os jogos Confiança x Fortaleza (ainda hoje) e Remo x ASA (amanhã). Próximo confronto do Galo: domingo próximo, contra o Clube do Remo, no Albertão.

FICHA TÉCNICA

RIVER 2x3 AMÉRICA-RN (Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C - 1ª fase - 2ª rodada - Grupo A); Data: 29/05/2016 (domingo à tarde); Local: Estádio Albertão (Teresina - PI); Arbitragem: Edmar Campos Encarnação, auxiliado por Marcos Santos Vieira e Ivo Fernando da Costa de Sousa (todos do Amazonas).

Renda: R$ 56.210,00 com 3.552 pagantes.

Gols: Elias 4, Elias (cabeça) 9, Luís Eduardo 19, Vanderlei Francisco 27 e Júnior Xuxa 34 do 2° tempo. 

Cartões amarelos: Esquerdinha, Vanderlei Francisco, Júnior Xuxa (RIV), Richardson, Reis, Daniel, Romão (AM).

Expulsão: Vanderlei Francisco, aos 44 do 2°, por reclamação acintosa (segundo amarelo).

River - Naylson; Tote, Paulo Paraíba, Índio e Renan Oliveira (Jadson); Amarildo, Rogério (Diego Lira), Edu Amparo e Esquerdinha (Júnior Xuxa); Vanderlei Francisco e Fabinho. Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).

América de Natal - Daniel; Gustavo, Everton, Richardson e João Paulo (Macena); Memo, Reis, Formigon e Elias (Pedro Ivo); Luís Eduardo (Romão) e Raphael Toledo. Técnico: Sergio Ricardo Carvalho de Figueiredo (Sergio China).

Série C: River recebe América de Natal neste domingo

Menos de uma semana após estrear diante do Fortaleza, quando colheu um empate por 1 a 1 dentro da capital cearense, o River volta a jogar pela Série C do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo (29), no Estádio Albertão, em Teresina, a partir das 16 horas, tendo como adversário o América de Natal, um dos líderes do grupo A.
 
O confronto entre as duas equipes sempre faz lembrar o primeiro jogo da Série A do Brasileirão de 1977, quando, no mesmo gramado do Estádio Albertão, numa noite de sábado, o River aplicou a goleada de 5 a 1 sobre o América potiguar, com quatro gols de Sima e outro de Nivaldo. Hoje, com ambos na Série C, o confronto é de difícil prognóstico.
 
A arbitragem de River x América de Natal estará confiada a Edmar Campos Encarnação, auxiliado por Marcos Santos Vieira e Ivo Fernando da Costa de Sousa, todos do Amazonas. A segunda rodada deste grupo começou a ser disputada ontem, com os jogos Botafogo-PB 1x0 Cuiabá (gol de Warley) e ABC 2x0 Salgueiro (gols de Márcio Passos e Jones Carioca).
 

Campeonato do Centenário: título decidido no tapetão

Lembram do desfecho do julgamento do atleta Paulo Roberto, de Altos, que jogou com três cartões amarelos na partida diante do River, pelo segundo turno? Absolvição por unanimidade. Não foram poucos os que duvidaram da informação divulgada pelo SITE DO BUIM. Dirigentes de Altos se revoltaram com a notícia, rotulando-a de "boato". E nós, que tínhamos plena convicção da irregularidade, nunca entendemos por qual motivo o TJD acolheu a tese do advogado do Jacaré - os cartões zeravam ao final do 1° turno, a exemplo dos pontos. O regulamento era omisso, etc. Na realidade, o que houve, naquela ocasião, foi o ponto de partida para o que hoje estamos prestes a presenciar - o Campeonato Piauiense, no ano em que ele completa 100 anos, será decidido no tapetão. Seja o título para Altos ou River. Sim, incluo a possibilidade de Altos também ganhar esta parada. Seus advogados estão aí prá isso, e o entendimento dos auditores do TJD dependerá, obviamente, da convicção de cada um. Repito, é obvio ululante. Mas vejo a necessidade de tecer alguns pontos já que, quer queiram, quer não queiram, o campeão não vai depender de bola na rede, mas de quem tiver o melhor advogado no TJD.
 
O CASO PAULO ROBERTO
 
Repito, mas agora pela última vez, que o atleta Paulo Roberto jogou irregular na partida diante do River, pela 6ª rodada do 2° turno, dia 20 de abril. No jogo anterior, contra o Piauí, Paulo Roberto completou a série de três cartões amarelos. Como já tinha dois cartões acumulados do 1° turno, completou a série de 3 e teria que cumprir suspensão diante do River. Não o fez, jogou irregular.
 
ONDE ALTOS ERROU
 
No primeiro turno, quando Paulo já tinha dois cartões amarelos, ele começou o jogo diante do Piauí - lá no 1° turno, repetimos -, pendurado com 2 cartões. Durante os 90 minutos, foi advertido com cartão amarelo, completando a série de 3. Porém, no mesmo jogo, foi advertido pela segunda vez, o que obriga o árbitro a expulsar o atleta. E foi o que ocorreu. Depois de ser advertido pela segunda vez, Paulo Roberto foi expulso. Nesses casos, os dois cartões amarelos que lhe foram apresentados, no mesmo jogo, antes da expulsão, não entram na contabilidade.
 
Por desconhecimento da legislação neste aspecto - errare humanum est -, o que fez a diretoria de Altos? Tirou Paulo dos dois jogos seguintes, contra Cori-Sabbá (24 de fevereiro) e River (27 de fevereiro), fazendo com que ele cumprisse a suspensão pela expulsão e outra pelo terceiro cartão amarelo. Ocorre que ele não estava com três cartões, mas apenas dois, já que, as duas advertências diante do Piauí não entraram para a contagem. Resultado: Paulo cumpriu um jogo de forma desnecessária, pois não estava com três cartões, mas apenas dois.
 
O TERCEIRO CARTÃO DE PAULO ROBERTGO
 
Com dois cartões amarelos, Paulo Roberto começou a jogar o segundo turno. Para os dirigentes do Jacaré, porém, ele estava sem cartão. Quando foi advertido no jogo diante do River, pela 6ª rodada do 2° turno, o que para Altos era o primeiro cartão da 2ª série, na realidade, era o terceiro da primeira série. Logo, Paulo deveria ficar ausente do jogo com o River. Mas ele entrou em campo e jogou irregular. River e Altos terminou com o empate por 1 a 1. No TJD, Altos deveria ser punido com a perda de 4 pontos.
 
O JULGAMENTO DE PAULO
 
Com a mesma convicção do SITE DO BUIM, a Federação de Futebol do Piauí, promotora do Campeonato Piauiense, denunciou Altos para o TJD, comunicando que seu atleta Paulo Roberto jogara irregular contra o River. O que seria muito simples, a perda de 4 pontos por parte de Altos, transformou-se no início de uma grande confusão com a absolvição do time altoense por unanimidade. O leitor haverá de perguntar: por qual motivo o TJD teria errado? Não serei eu que irei responder se houve erro ou acerto. Mas uma coisa é incontestável. Nem a diretoria do Altos adotava o critério que foi levantado pelo seu advogado, ou seja, zerar os cartões no primeiro turno. E lhes mostro seis exemplos disso:
 
Celso, Fred, Esquerdinha, Marcos Pimentel, Netinho e Leone, todos jogadores de Altos, cumpriram a suspensão automática com dois cartões amarelos do 1° turno e o terceiro cartão do 2° turno. Ou seja, para a diretoria do Altos, o regulamento era bem claro. Os cartões acumulavam do 1° para o 2°turno. Repito, foi assim com Celso, Fred, Esquerdinha, Marcos Pimentel, Netinho e Leone. Não poderia ser diferente com Paulo Roberto. Mas havia uma luz jurídica no fim do túnel. E foi por ela que o advogado encontrou a saída para o time ser absolvido: assim como os pontos ganhos foram zerados ao final do 1° turno, os cartões amarelos também o seriam. Os auditores da Comissão Disciplinar do TJD acolheram por unanimidade. Não sei se teriam o mesmo entendimento, se soubessem que, nos casos de Celso, Fred, Esquerdinha, netinho, Marcos Pimentel e Leone, Altos seguiu, rigorosa e pontualmente, o que determina o regulamento do Campeonato Piauiense: cumprir suspensão automática após o terceiro cartão amarelo.
 
O PÓS-JULGAMENTO
 
Com a tese de Altos acolhida pelo TJD, o Campeonato Piauiense passou a ter duas modalidades de contagem dos cartões amarelos: uma, de acordo com o regulamento do campeonato, que não fala em zeragem de cartões, e a outra, conforme levantou o advogado de Altos e o TJD decidiu, cartões zerados a partir do segundo turno. Com muita gente fechando os olhos, achando que estava tudo muito bem, a competição foi seguindo com vários times colocando atleta em campo de forma irregular: ora pelo disposto no regulamento, ora pelo entendimento do TJD. Por este último, só Flamengo e Picos não entraram em campo com atleta irregular. O restante... uma festa. Parecia mesmo que o SITE DO BUIM , na realidade, tinha dado uma tremenda mancada.
 
Mas com tudo isso, ainda esperávamos uma final de campeonato com o brilho que o restante da competição não teve. Quando imaginávamos que poderíamos ter 20, 30 mil pessoas no Albertão, temos que aceitar a final com, no máximo, 50, 60 pessoas, espremidas, dividindo o pequeno espaço do auditório Carlos Said, na sede da FFP, onde são realizadas as sessões do Tribunal de Justiça Desportiva. Mas, quem sabe, o TJD tem tudo para mandar a decisão ir mesmo para os gramados do Felipe Raulino e do Albertão. Sem querer ensinar padre a celebrar missa, até mesmo por não ter conhecimento jurídico para tal, vai uma dica, apenas uma dica, para o advogado que for ao TJD defender os interesses de Altos no novo caso que julgará a suposta atuação irregular do zagueiro Vitor Bafana.
 
No caso Paulo, Altos arguiu que os pontos foram zerados ao final do 1° turno, e isso não constava no regulamento. Como os cartões amarelos também não falavam em zeragem, o mesmo critério deveria ser utilizado. O TJD acolheu. Agora vejam o seguinte.
 
Encerrada a fase semifinal de turno, River e Altos foram para a final com 0 ponto, certo? Ou Altos e River foram para a decisão com todos os pontos das duas fases anteriores acumulados? Evidente que não. E se a pontuação começa do zero na decisão do título do turno, por qual motivo os cartões também não são zerados? O regulamento não fala em zeragem dos pontos para a final e eles zeram. Não falam em zerar os cartões, mas eles deveriam zerar também. E se a Comissão Disciplinar do TJD usar do mesmo entendimento que teve no caso Paulo, Altos pode ser absolvido novamente e confirmar o título que, de modo brilhante e insofismável, conquistou diante de sua torcida, na última quinta-feira. Fica a sugestão (?).
 
Todavia, quem sabe se, lá atrás, Altos tivesse perdido aqueles 4 pontos, não teria tido, a partir dali, rigoroso controle sobre os cartões de seus atletas, culminando com a não escalação de Vitor Bafana na última quinta-feira? Talvez a conquista do seu primeiro título na 1ª Divisão de Profissionais - a Taça Cidade de Teresina - não teria qualquer risco de ser arrancada da sua história pelo frio parecer da Justiça Desportiva. Uma pena que aquela festa da torcida, dos jogadores, da comissão técnica e da cidade como um todo tenha prazo de validade.
 
Sem esquecer que o Parnahyba ajuizou ação pelos mesmos problemas, mas tendo como referência o volante Rogério, do River. O que também pode mudar tudo. De uma forma ou de outra, lamentamos que o Campeonato Piauiense, no ano do seu centenário, tenha o foco do seu desfecho bem distante do Felipão, do Albertão, de Gênesis, de Vanderlei Francisco, dos dois Esquerdinhas (o do River e o de Altos), de Nivaldo Lancuna, de Capitão, de Warton Lacerda e de Elizeu Aguiar. Das duas apaixonadas torcidas. Nosso tão combalido futebol não merecia isso.
 
Severino Filho (Buim)
 

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Altos vence o River e conquista Taça Cidade de Teresina

Jogadores do Jacaré levam o troféu até a torcida (Foto - ISRAEL ARAÚJO)
Com um futebol absolutamente impecável, o Altos conquistou uma grande vitória sobre o River na noite desta quinta-feira (26), por 3 a 1, no Estádio Felipe Raulino, em Altos, e sagrou-se campeão da Taça Cidade de Teresina - o 2° turno do Campeonato Piauiense. O River precisava de um simples empate, mas foi inteiramente dominado pelo Jacaré.
 
Em 14 minutos, Altos já vencia por 2 a 0, com gols de Jean e Gênesis. Quando  Dida defendeu o pênalti cobrado por Vanderlei Francisco, aos 26 minutos, o título já estava encaminhado. Mas antes do final do 1° tempo, Esquerdinha, o de Altos, ainda marcou o terceiro gol, colocando uma grande vantagem para o segundo tempo.

Um dos heróis da noite, o goleiro Dida pegou o pênalti cobrado por Vanderlei Francisco (Foto - ISRAEL ARAÚJO)
Nos últimos 45 minutos, o técnico Nivaldo Lancuna armou um esquema para administrar a vantagem, tirando proveito, também, do cansaço de alguns jogadores do River. O que não impediu do Tricolor buscar o empate. Conseguiu um único gol, marcado por Diego Lira. Em síntese, vitória merecida dos donos da casa. Agora a FFP irá definir as duas datas para a final do Campeonato Piauiense, entre River (campeão da Taça Estado do Piauí) e Altos (campeão da Taça Cidade de Teresina).
 
FICHA TÉCNICA
 
ALTOS 3x1 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - Final - 2° jogo); Data: 26/05/2016 (quinta-feira à noite); Local: Estádio Felipe Raulino (Altos - PI); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Mauro Cezar Evangelista de Sousa.
 
Gols: Jean 6, Gênesis 14 e Esquerdinha (falta) 35 do 1° tempo; Diego Lira 19 do 2°.
 
Cartões amarelos: Pantico, Leone, Celso, Netinho (ALT), Rafael Araújo, Amarildo e Índio (RIV).
 
Obs.: Vanderlei Francisco perdeu um pênalti, aos 26 do 1°, chutando para Dida defender.
 
Altos - Dida; Jean, Celso, Leone (Vitor Bafana) e Tiaguinho; Marcos Pimentel, Fred, Pantico (Netinho) e Esquerdinha; Manuel e Gênesis (Ricardo Maranhão). Técnico: Nivaldo de Oliveira Lancuna.
 
River - Dalton; Paulo Paraíba, Rafael Araújo (Diego Lira) e Índio; Tote, Amarildo, Rogério, Esquerdinha, Júnior Xuxa (Rafinha) e Jadson; Vanderlei Francisco. Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).
 
 

Altos x River: hoje tem campeão no futebol piauiense

Independente do resultado dos 90 minutos, ao final do jogo de hoje (26), no Estádio Felipe Raulino, entre Altos e River, uma das equipes estará festejando o título de campeão. Se vencer, Altos conquistará a Taça Cidade de Teresina (2° turno do Piauiense) e garantirá presença na final do certame. Se der empate ou River, o River será tetracampeão da Taça Cidade de Teresina e tricampeão piauiense.
 
O jogo de hoje, segundo da decisão do 2/ turno, está programado para 20 horas, com arbitragem de Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Mauro Cezar Evangelista de Sousa. Como quarto árbitro estará trabalhando Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves.
 
Como venceu o primeiro jogo, por 1 a 0, o River precisará apenas do empate para conquistar o segundo turno - o que lhe dará o tetra da Taça Cidade de Teresina, que conquistou em 2013, 2014 e 2015. E como já ganhou também o 1° turno, tornar-se-á tricampeão do Estado (2014/15/16).
 
Altos, por sua vez, precisa apenas vencer, por qualquer diferença de gols, para ser o campeão do 2° turno e provocar a decisão do título em mais dois jogos contra o mesmo River. Por medida de segurança, o Corpo de Bombeiros não aprovou a colocação de arquibancada móvel e limitou em 560 lugares o público que estará presente para torcer por Altos e River.
 
TIMES PROVÁVEIS
 
Altos - Dida; Jean, Celso, Leone e Tiaguinho; Marcos Pimentel, Fred, Pantico e Esquerdinha; Manuel e Gênesis - Técnico: Nivaldo Lancuna.
 
River - Dalton; Tote, Paulo Paraíba, Rafael Araújo e Jadson; Amarildo, Rogério, Júnior Xuxa e Esquerdinha; Vanderlei e Diego Lira. Técnico - Jeferson Capitão. 
 

Tiaguinho e Kássio: bola da vez no jogo dos amarelos

Embora o jogo desta noite possa ser o último do Campeonato Piauiense desta temporada, no caso do River se consagrar campeão também do 2° turno, os problemas com relação à contagem dos cartões amarelos continuam. Desta vez, porém, tanto River quanto Altos devem seguir o que foi referendado pela Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva.

No Altos, por exemplo, o ala esquerda Tiaguinho jogará com três cartões amarelos, mas um deles é remanescente do primeiro turno. No River, Kássiio vai desfalcar a equipe para cumprir a suspensão do terceiro cartão amarelo, embora esteja apenas com dois. Mais fácil entender com a leitura do controle de cartões de cada um deles, que publicamos abaixo:
 
CARTÕES DE TIAGUINHO PELO REGULAMENTO DO CAMPEONATO
 
1° cartão - Picos x Altos, 10 de fevereiro - 1° turno
2° cartão - Caiçara x Altos, 30 de março - 2° turno
3° cartão - River x Altos, 15 de maio - 2° turno
Tiaguinho estaria suspenso para o jogo de hoje.
 
CARTÕES DE TIAGUINHO PELO ENTENDIMENTO DO TJD
 
1° cartão - Caiçara x Altos, 30 de março - 2° turno
2° cartão - River x Altos, 15 de maio - 2° turno
Tiaguinho pode jogar hoje à noite.
 
CARTÕES DE KÁSSIO PELO REGULAMENTO DO CAMPEONATO
 
1° cartão - Altos x River, 27 de fevereiro - 1° turno
2° cartão - Picos x River, 26 de março - 1° turno
3° cartão - Parnahyba x River, 30 de março - 2° turno
Cumpriu a suspensão no jogo River x Picos, 03 de abril - 2° turno
1° cartão da 2ª série - Flamengo x River, 17 de abril - 2° turno
2° cartão da 2ª série - River x Altos, 15 de maio - 2° turno
Kássio pode jogar hoje à noite

CARTÕES DE KÁSSIO PELO ENTENDIMENTO DO TJD

1° cartão - Parnahyba x River, 30 de março - 2° turno
2° cartão - Flamengo x River, 17 de abril - 2° turno
3° cartão - River x Altos, 15 de maio - 2° turno
Kássio estaria suspenso para o jogo de hoje.

]

quarta-feira, 25 de maio de 2016

River fecha rodada na 3ª colocação do Grupo A

Estreia com empate fora de casa. River começou bem a Série C. (Foto - Elziney Santos)
Concluída a primeira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, o River ocupa a terceira colocação do seu grupo, ao lado de outros cinco concorrentes, todos com igual número de pontos ganhos e gols. Veja o balanço da chave tricolor após os primeiros cinco jogos.
 
RESULTADOS
 
Cuiabá 1x1 Remo, em Cuiabá
ASA 1x1 Confiança, em Arapiraca
América 1x0 ABC, em Natal
Fortaleza 1x1 River, em Fortaleza
Salgueiro 1x0 Botafogo, em Salgueiro
 
CLASSIFICAÇÃO
 
1° América e Salgueiro, 3 pontos, 1 vitória e 1 gol de saldo
3° River, Remo, Confiança, ASA, Cuiabá e Fortaleza, 1 ponto e saldo 0
9° ABC e Botafogo-PB, 0 ponto e saldo -1
- em vermelho, a zona de rebaixamento
 
ARTILHEIROS
 
1 gol - Gustavo (América), João Paulo (ASA), Valdo (Confiança), Gilson (Cuiabá), Jean Mota (Fortaleza), Fernandinho (Remo), Edu Amparo (River) e Piauí (Salgueiro).
 
PRÓXIMA RODADA
 
28/05 (sábado)
19h00 - Botafogo x Cuiabá, em João Pessoa
20h00 - ABC x Salgueiro, em Natal
 
29/05 (domingo)
16h00 - River x América, em Teresina
19h00 - Confiança x Fortaleza, em Aracajú
 
30/05 (segunda-feira)
20h00 - Remo x ASA, em Belém
 

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Série C: Galo estreia arrancando empate em Fortaleza

Tote tenta conter o ataque alencarino. Ao fundo, Vanderlei observa o lance. (Foto - O POVO)
Com uma atuação pedagógica, o River conseguiu o que foi planejado pelo técnico Capitão e arrancou um ponto precioso na estreia da equipe na Série C do Campeonato Brasileiro. Ao final dos 90 minutos, empate por 1 a 1 entre os campeões do Ceará e do Piauí, com o resultado sendo melhor para o Galo.
 
No primeiro tempo, Vanderlei perdeu uma boa oportunidade para o River, e Tote mandou a bola no travessão do goleiro Berna. O Fortaleza, por sua vez, também acertou duas vezes a trave do goleiro Dalton, que também fez uma excelente defesa num chute de Felipe.

Comemoração do gol do River (Foto - ELZINEY SANTOS)
Os gols vieram na fase final. Aos 14 minutos, o goleiro Dalton falha totalmente e deixa a bola escapar-lhe das mãos após cruzamento da esquerda. Jean Mota aproveita e abre a contagem. O técnico Capitão promoveu as entradas de Edu Amparo e Fabinho, melhorando o rendimento da equipe. E o empate veio aos 36 minutos, quando Edu Amparo levantou a bola para o meio da área e Eduardo, num gesto com a cabeça, acabou atrapalhando a ação do goleiro cearense, com a bola passando direto para o canto diretito de Ricardo Berna.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 1x1 RIVER (Campeonato Brasileiro - Série C - 1ª fase - 1ª rodada - Grupo A); Data: 23/05/2016 (segunda-feira à noite); Local: Arena Castelão (Fortaleza - CE); Arbitragem: MyrMayron Francisco dos Reis Novais, auxiliado por Ivanildo Gonçalves da Silva e Carlos André Pereira Sousa (todos do Maranhão).
 
Gols: Jean Mota 14 e Edu Amparo 36 do 2° tempo.

Cartões amarelos: Dudu Cearense, Everton, Jean Mota, Edimar, Pio (FOR), Almir Dias, Amarildo e Kássio (RIV).

Obs.: jogo realizado com portões fechados.

Fortaleza - Ricardo Berna; Felipe (Raylan), Lima, Edimar e Wilian Simões; Juliano, Pio, Dudu Cearense (Juninho), Jean Mota (Daniel Sobralense) e Everton; Anselmo. Técnico: Marcos Vinícius Santos Gonçalves (Marquinhos Santos).

River - Dalton/ Tote, Paulo Paraíba, Rafael Araújo e Jadson; Amarildo, Kássio, Rogério (Índio) e Almir Dias (Edu Amparo); Vanderlei Francisco (Fabinho) e Eduardo. Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (capitão).
 
 

Série C: melhor campanha do Galo foi em 2006

Pantera e Pantico: dupla tricolor foi a sensação da Série C do 2006
Quando a bola rolar na noite desta segunda-feira (23), no gramado da Arena Castelão, em Fortaleza, dando início ao jogo Fortaleza x River, pela rodada de abertura da Série C, o bicampeão piauiense estará iniciando sua décima participação na 3ª Divisão do Campeonato Brasileiro, onde, em 2006, teve o seu melhor desempenho.

Naquela ocasião, comandado pela dupla Maurício Pantera e Pantico, o River terminou a competição em 12° lugar, com 8 vitórias, 3 empates e 7 derrotas. Dos 29 gols marcados pelo Galo, 10 foram de Pantera e 8 de Pantico. A dupla foi o xodó da torcida naquela temporada, fixando-se em lugar de destaque na história do grêmio riverino. Vamos recordar um pouco aquela trajetória?

O RIVER NA SÉRIE C DE 2006

1ª FASE - GRUPO 4
16/07 - Imperatriz 1x1 River, no Frei Epifânio d'Abadia, em imperatriz
19/07 - River 3x0 Flamengo, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
23/07 - Maranhão 1x0 River, no Nhozinho Santos, em São Luís
30/07 - River 4x1 Maranhão, no Lindolfo Monteiro , em Teresina
02/08 - Flamengo 1x3 River, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
06/08 - River 1x0 Imperatriz, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
- River classificado em 1° lugar, com 13 pontos ganhos.

2ª FASE - GRUPO 18
13/08 - Rio Negro 0x3 River, no Vivaldão, em Manaus
16/08 - River 2x0 Mixto, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
20/08 - River 2x1 Fast Clube, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
27/08 - Fast Clube 2x1 River, no Floro de Mendonça, em Itacoatiara
30/08 - Mixto 1x1 River, no Verdão, em Cuiabá
03/09 - River 0x0 Rio Negro, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
- River classificado em 1° lugar, com 11 pontos ganhos

3ª FASE - GRUPO 26
10/09 - Treze 2x1 River, no Amigão, em Campina Grande
13/09 - River 2x1 Tuna Luso, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
17/09 - Vitória 3x2 River, no Barradão, em Salvador
24/09 - River 3x4 Vitória, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
27/09 - Tuna Luso 4x0 River, no Francisco Vasquez, em Belém
30/09 - River 0x1 Treze, no Lindolfo Monteiro, em Teresina
- River eliminado como lanterna do grupo, com 3 pontos ganhos

AS OUTRAS PARTICIPAÇÕES

1987 - 22° colocado, com 1 vitória, 1 empate e 4 derrotas
1996 - 52° colocado, com 1 vitória e 5 derrotas
1997 - 64° colocado, com 1 empate e 5 derrotas
2001 - 23° colocado, com 5 vitórias, 2 empates e 3 derrotas
2002 - 16° colocado, com 2 vitórias, 4 empates e 2 derrotas
2003 - 50° colocado, com 2 vitórias, 1 empate e 3 derrotas
2004 - 53° colocado, com 1 vitória, 2 empates e 3 derrotas
2007 - 37° colocado, com 2 vitórias, 2 empates e 2 derrotas

NÃO ao River provoca reação da Federação do Piauí

Texto: Assessoria da FFP
 
A Federação de Futebol do Piauí, por determinação de seu presidente Cesarino Oliveira, informa que os clubes que não forem gentis com os nossos filiados fora do estado também não terão o direito de fazer o treino de reconhecimento de campo nos estádios piauienses.
 
A medida foi adotada depois de o Estádio Castelão não ser liberado para o treino de reconhecimento do River Atlético Clube, que estreia hoje na Série C do Campeonato Brasileiro contra o Fortaleza.
 
A FFP esclarece ainda que todos os times visitantes que vêm ao Piauí são autorizados a treinar nos estádios das respectivas competições. A partir de agora, os clubes que vetarem o treino reconhecimento das equipes piauienses terão a negativa recíproca.


O plantel do River para a Série C do Brasileiro


ALMIR DIAS - meia
Almir Nogueira Dias, 34 anos (Mairinque - SP, 16/04/1982)
Últimos clubes: Barretos (SP) e Confiança (SE).

AMARILDO - volante
Marcelo Amarildo de Jesus, 31 anos (Taguatinga - DF, 20/03/1985)
No River desde 2014

AMORIM - volante
Amorim do Nascimento Santos, 22 anos (Aracaju - SE, 04/10/1993)
No River desde 2015

ANDREZINHO - meia
André Luiz Soares da Silva, 21 anos (Teresina - PI, 07/03/1995)
No River desde 2016

BRUNO LOPES - zagueiro
Bruno Lopes Feitosa, 31 anos (Fortaleza - CE, 04/03/1985)
No River desde 2014

DALTON - goleiro
Dalton Alan Munaretto, 29 anos (Chapecó - SC, 08/09/1986)
No River desde 2015

DIEGO LIRA - atacante
Diego Lira Matos, 28 anos (Goiânia - GO, 25/07/1987)
No River desde 2016

EDU AMPARO - meia
Carlos Eduardo Pereira, 29 anos (Amparo - SP, 01/08/1986)
Últimos clubes: JMalucelli (PR) e Amparo (SP).

EDUARDO - atacante
Eduardo Ribeiro dos Santos, 35 anos (São João do Piauí - PI, 05/08/1980)
Últimos clubes: Fortaleza e River.

ESQUERDINHA - meia
Eduardo Souza Reis, 32 anos (Montanha - ES, 09/01/1984)
No River desde 2014

FABINHO - atacante
Fábio Alves dos Santos, 31 anos (Teresina, 26/07/1984)
No River desde 2015

GILSON TUSSI - volante
Gilson Tussi Júnior, 31 anos (São Jorge do Oeste - PR, 06/07/1984)
No River desde 2016

ÍNDIO - zagueiro
Israel da Silva Alves, 32 anos (Teresina - PI, 31/12/1983)
No River desde 2014

JADSON - lateral esquerdo
Wender Jadson Silva dos Santos, 23 anos (Coração de Maria - BA, 20/11/1992)
No River desde 2015

JONATAS - meia
Jonatas Santos Souza
No River desde 2016

JÚNIOR XUXA - meia
Diógenes Alves de Miranda Júnior, 32 anos (Garanhuns - PE, 12/03/1984)
No River desde 2016 (jogou em 2015, mas iniciou 2016 no Treze, de Campina Grande)

KÁSSIO - volante
Kássio Fernando Rocha Martins, 23 anos (Araguaçu - TO, 14/09/1992)
No River desde 2014

LUCAS BACELAR - atacante
Lucas Ribeiro Bacelar, 21 anos (Teresina - PI, 29/01/1995)
No River desde 2015

NAYLSON - goleiro
Naylson Carvalho Bentes, 29 anos (Manaus - AM, 19/01/1987)
No River desde 2015

PAULO PARAÍBA - zagueiro
Paulo Roberto Timoso dos Santos, 29 anos (Campina Grande - PB, 03/11/1986)
No River desde 2015

RAFAEL ARAÚJO - zagueiro
Rafael Silva de Araújo, 31 anos (São Paulo - SP, 16/11/1984)
No River desde 2014

RAFINHA - lateral esquerdo
Rafael Viana de Melo, 27 anos (Santana do Ipanema - AL, 11/08/1988)
No River desde 2015

RENAN OLIVEIRA - lateral esquerdo
Renan Aparecido Albertini de Oliveira, 25 anos (Astorga - PR, 17/11/1990)
Últimos clubes: Juventus (SP) e Sampaio Correa (MA).

ROBINHO - atacante
Jackson Fernandes da Silva, 21 anos (Teresina - PI, 03/03/1995)
Últimos clubes: Piauí e River.

ROBSON - goleiro
Robson Silva Araújo, 30 anos (Codó - MA, 16/06/1985)
No River desde 2014

RODRIGO DIAS - lateral direito
Rodrigo Dias de Santa Rita, 30 anos (Belo Horizonte - MG, 14/07/1985)
Últimos clubes: Uberlândia (MG) e Cabofriense (RJ).

ROGÉRIO - volante
Rogério Antônio Siqueira dos Santos, 30 anos (Fortaleza - CE, 09/05/1986)
No River desde 2014

THIAGO DIAS - volante
Thiago Dias Santos, 31 anos (Porto Seguro - BA, 08/03/1985)
No River desde 2014

TOTE - lateral direito
João Nilson Ferreira Fortes, 29 anos (Altos - PI, 27/05/1986)
No River desde 2015

VANDERLEI FRANCISCO - atacante
Vanderlei Francisco, 28 anos (Valença - RJ, 25/09/1987)
No River desde 2016

domingo, 22 de maio de 2016

O calendário do River na Série C do Brasileiro

JOGOS DE IDA

23/05 (segunda-feira) - Fortaleza x River, na Arena Castelão, em Fortaleza - 20 horas
29/05 (domingo) - River x América de Natal, no Albertão, em Teresina, - 16 horas
05/06 (domingo) - River x Remo, no Albertão, em Teresina - 19 horas
12/06 (domingo) - ASA x River, no Coaraci Fonseca, em Arapiraca - 16 horas
19/06 (domingo) - Botafogo x River, no Almeidão, em João Pessoa - 16 horas
26/06 (domingo) - River x Confiança, no Albertão, em Teresina - 16 horas
03/07 (domingo) - ABC x River, no Frasqueirão, em Natal - 11 horas
10/07 (domingo) - River x Salgueiro, no Albertão, em Teresina - 16 horas
17/07 (domingo) - Cuiabá x River, na Arena Pantanal, em Cuiabá - 16 horas

JOGOS DE VOLTA (data e horários indefinidos)

River x Fortaleza, no Albertão, em Teresina
América x River, na Arena das Dunas, em Natal
Remo x River, no Mangueirão, em Belém
River x ASA, no Albertão, em Teresina
River x Botafogo, no Albertão, em Teresina
Confiança x River, no Batistão, em Aracaju
River x ABC, no Albertão, em Teresina
Salgueiro x River, no Cornélio de Barros, em Salgueiro.
River x Cuiabá, no Albertão, em Teresina

Atacante piauiense é campeão da Taça de Portugal

Com a camisa vermelha do Braga, Crislan sagra-se campeão da Taça de Portugal.
O atacante piauiense Crislan conquistou seu primeiro título internacional na tarde deste domingo (22). Sua equipe, o Sporting de Braga, sagrou-se campeã da Taça de Portugal numa emocionante decisão contra o Porto. No tempo normal, empate por 2 a 2; na prorrogação, empate de 0 a 0; nos pênaltis, vitória do Braga, que ganhou o título cinquenta anos depois da sua outra conquista no mesmo certame.
 
Crislan disputou o Campeonato Piauiense da 1ª Divisão de Profissionais jogando pelo Comercial (2011) e River (2012), mas também passou pelas categorias de base do Piauí, Caiçara e Fluminense. No início de 2013, transferiu-se para o Atlético Paranaense. Jogou a Série b do Brasileiro por Boa Esporte e Náutico. No ano passado, como atleta da Penapolense, foi o vice-artilheiro do Campeonato Paulista, com 8 gols.
 

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Sima e Toinho serão homenageados pela Fundespi

Francisco Pereira (Assessoria Fundespi)
 
Os dois maiores ícones do futebol piauiense, Sima e Toinho, serão homenageados pela Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), em jogo final do território de Teresina da Copa Estudantil Piauiense de Futebol Sub-20, marcado para esta sexta-feira (20) no campo Dezoitão, no bairro Lourival Parente, zona sul, a partir das 19h30. Time campeão recebe o troféu Simão Teles Barcelar e o vice-campeão, troféu Antônio de Pádua Soares.
 
Em campo os times finalistas dos bairros Buenos Aires, da zona Norte e Taquari, da zona leste\sudeste, que na fase semifinal eliminaram Barreirinha e Tiradentes. O território de Teresina fecha a primeira fase da Copa Estudantil que, juntamente com os vencedores do interior, num total de 12 equipes, passam a disputar na semana que vem a segunda fase, onde os quatro melhores classificados estarão em Teresina para a semifinal e final.
 
A Copa Estudantil Piauiense é uma promoção do Governo do Estado e organizado pela Fundespi, em parceria com as prefeituras municipais. Os onze campeões territoriais do interior, foram: Santa Cruz dos Milagres, Luiz Correia, Luzilândia, Boa Hora, Curralinhos, Ribeiro Gonçalves, Manoel Emídio, Paes Landim, Oeiras, Campo Grande do Piauí e São João do Piauí.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Belo volta a vencer e River está fora da Copa do Brasil

Com o time piauiense apresentando um futebol abaixo do que era esperado, o Botafogo-PB voltou a vencer o River na noite desta quarta-feira (18), no Estádio Almeidão, em João Pessoa, pela contagem de 1 a 0, resultado que eliminou o bicampeão piauiense da Copa do Brasil.

O único gol da partida foi assinalado por Carlinhos. O time da casa precisava de um simples empate para figurar na próxima fase da Copa do Brasil. Ao Galo Tricolor, resta voltar suas atenções, agora, para a Série C do Campeonato Brasileiro, onde estreia na próxima segunda-feira, contra o Fortaleza, e para a segunda partida da final do 2° turno do Piauiense 2016.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-PB 1x0 RIVER (Copa do Brasil - 2ª fase - 2° jogo - Grupo 43); Data: 18/05/2016 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Almeidão (João Pessoa - PB); Arbitragem: José Reinaldo Figueiredo da Silva Filho, auxiliado por Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Pedro Jorge Santos de Araújo (todos de Alagoas).

Gol: Carlinhos 7 do 2° tempo.

Cartões amarelos: Muller Fernandes, Carlinhos, Gedeil (BOTA), Rogério, Júnior Xuxa, Amarildo, Jadson, Rafael Araújo (RIV).

Botafogo - Michel Alves; Nildo, Gedeil e Marcelo Xavier; Ângelo, João Paulo (Val), Djavan, Marcinho e Jefferson Recife; Carlinhos (Plínio) e Muller Fernandes (Danielzinho). Técnico: Itamar Schulle.

River - Dalton; Tote, Rafael Araújo, Paulo Paraíba e Jadson; Amarildo, Rogério (Kássio), Júnior Xuxa (Fabinho) e Esquerdinha (Almir Dias); Eduardo e Vanderlei Francisco. Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).

domingo, 15 de maio de 2016

Uma camisa 7 de Batistinha no futebol de São Paulo

 
Em sua trajetória como atleta profissional, o atacante Batistinha atuou em muitos clubes. Foram 18, no total. A relação completa consta de Flamengo, River, Piauí (Teresina), 4 de Julho (Piripiri), Ferroviário, Ceará (Fortaleza), União São João (Araras), Goiás (Goiânia), Sport, Santa Cruz (Recife), Vitória (Salvador), Oeiras (Oeiras), Itapipoca (Itapipoca), União Agrícola (Santa Bárbara d'Oeste), Rio Branco (Americana), Clube do Remo (Belém), ABC (Natal) e Sobradinho (Brasília).

 
 
Tudo isso entre 1986 e 2002. Neste período, tive a oportunidade de ganhar algumas delas para o meu acervo. E guardo todas elas com muito carinho. No destaque de hoje, uma das que ele usou quando atuava no futebol paulista, defendendo as cores do Rio Branco, da cidade de Americana.
 

River larga na frente na decisão do segundo turno

Dida defende, antes da aproximação de Vanderlei Francisco. O zagueiro Leone observa.
Com um gol do zagueiro Rafael Araújo, o River venceu Altos na tarde/noite deste domingo (15), no Estádio Albertão, na primeira partida das finais da Taça Cidade de Teresina - o 2° turno do Piauiense. Com a vitória por 1 a 0, o bicampeão piauiense jogará por um simples empate para sagrar-se campeão do 2° turno e tricampeão piauiense.
 
O jogo foi muito bom desde os primeiros minutos, quando Altos construiu a primeira grande oportunidade. Mas foi o River quem abriu a contagem, quando Tote cobrou falta e Rafael Araújo, com a cabeça, colocou a bola nas redes de Dida. Nos últimos dez minutos, todavia, Altos cresceu de produção e teve várias oportunidades de empatar,. O goleiro Dalton, com excelentes intervenções, evitou que isso ocorresse.
 
Mas dois lances despertaram especial atenção, ambos no ataque de Altos. O primeiro, quando Leone empurrou a bola para o gol. Mas o lance teve origem de uma posição irregular bem assinalada pelo auxiliar Rogério Braga e confirmada acertadamente pelo árbitro Antônio Santos. Nos minutos finais, o árbitro erra ao não marcar um pênalti claro, quando a trajetória da bola é interceptada pela mão esquerda de Jadson, após chute de Manoel. Aqui, Altos é prejudicado.
 
Na fase final, Altos não repetiu o ímpeto do final do primeiro tempo e o River muito mais administrou a vantagem. O segundo jogo da final será dia 26, em Altos, oportunidade em que o River precisará apenas do empate para ser campeão, enquanto Altos jogará por uma vitória simples para ser o campeão do returno e forçar a decisão do campeonato em mais dois jogos com o mesmo River, campeão do 1° turno.
 
FICHA TÉCNICA
 
RIVER 1x0 ALTOS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - Final - 1° jogo); Data: 15/05/2016 (domingo à tarde); Local: Estádio Albertão (Teresina - PI); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e João Thiago Carvalho Reis.
 
Renda: R$ 22.455,00 com 1.278 pagantes.
 
Gol: Rafael Araújo (cabeça) 33 do 1° tempo.
 
Cartões amarelos: Kássio, Fabinho (RIV), Vitor Bafana, Jean e Tiaguinho (ALT).
 
River - Dalton; Tote, Índio, Rafael Araújo e Jadson; Amarildo, Rogério, Fabinho e Esquerdinha (Jonas); Diego Lira (Lucas Bacelar) e Vanderlei Francisco (Kássio). Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).
 
Altos - Dida; Jean, Vitor Bafana, Leone (Júnior Soares) e Tiaguinho (Bibio); Marcos Pimentel, Ricardo Maranhão (Jhelyson), Netinho e Pantico; Manuel e Gênesis. Técnico: Givanildo da Silva Pereira (Vanvan Santa Cruz).
 

River e Altos iniciam decisão da Taça Cidade de Teresina

Com a bola devendo rolar a partir das 17 horas deste domingo (15), River e Altos começam a decidir, no gramado do Estádio Albertão, a Taça Cidade de Teresina, que corresponde ao segundo turno do Campeonato Piauiense. É o primeiro de uma série de duas partidas, com a segunda devendo acontecer somente no dia 26, na cidade de Altos.

Para chegar a esta condição de finalista, o River eliminou o Parnahyba, que entrou com ação no TJD, denunciando a escalação irregular do volante Rogério, que completou a série de 3 cartões amarelos e atuou assim mesmo. O River se baseou no entendimento da comissão disciplinar do TJD, que zerou os cartões após o encerramento do 1° turno, no julgamento do Caso Altos. O Parnahyba se baseia no regulamento, que não fala em zeragem de cartões. A questão está sub judice. Altos, por sua vez, chegou à final após eliminar o Piauí.

DESFALQUES

Pelo regulamento, Esquerdinha e Paulo Paraíba, ambos do Riveer, estariam suspensos, com 3 cartões amarelos. Pelo entendimento do TJD, é Altos quem tem atletas suspensos pelo terceiro cartão amarelo: Celso, Fred e Esquerdinha.

INGRESSOS

Cadeira - R$ 50,00
Arquibancada das cabines - R$ 30,00
Arquibancada do placar - R$ 20,00
Estudante e idoso - meia entrada em qualquer setor.

ARBITRAGEM

Árbitro - AntÔnio Santos Nunes
Assistente 1 - Rogério de Oliveira Braga
Assistente 2 - João Thiago Carvalho Reis
Quarto Arbitro - Karol Vinicius Mendes Soares Martins

quarta-feira, 11 de maio de 2016

River perde e agora precisa vencer em João Pessoa

Frustrando os torcedores que foram ao Estádio Albertão na noite desta quarta-feira (11), o River perdeu o primeiro confronto com o Botafogo-PB e agora precisa vencer a partida de volta, na próxima semana, em João Pessoa. O placar de 1 a 0 foi construído no segundo tempo, quando Marcinho assinalou o único gol da partida.

FICHA TÉCNICA

RIVER 0x1 BOTAFOGO-PB (Copa do Brasil - 2ª fase - 1° jogo - Grupo 43); Data: 11/05/2016 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Albertão (Teresina - PI); Arbitragem: Mayron Frederico dos Reis Novais, auxiliado por Cicero Romao Batista Silva e Ivanildo Gonçalves da Silva (todos do Maranhão).
 
Renda: R$ 120.040,00 com 5.713 torcedores.
 
Gol: Marcinho 26 do 2° tempo.
 
Cartões amarelos: Júnior Xuxa, Paulo Paraíba, Rafael Araújo, Tote (RIV), Ângelo, Nildo, Jeferson Recife, Marcelo Xavier, Muller Fernandes e Daniel (BOTA).

River - Dalton; Tote, Paulo Paraíba (Índio), Rafael Araújo e Jadson; Amarildo, Rogério, Júnior Xuxa e Esquerdinha (Almir Dias); Diego Lira e Eduardo (Fabinho). Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).

Botafogo - Michel Alves; Ângelo, Nildo, Marcelo Xavier e Jeferson Recife; Djavan, João Paulo, Gedeil (Xaves) e Pedro Castro (Marcinho); Carlinhos e Muller Fernandes (Daniel). Técnico: Itamar Schulle.
 
 

Copa do Brasil: hoje, Galo de novo contra o Botafogo-PB

Dando prosseguimento a sua campanha na Copa do Brasil, o River enfrenta na noite desta quarta-feira (11), no Estádio Albertão (em Teresina), a partir das 20h30, um adversário conhecido dos últimos anos: o Botafogo de João Pessoa. Será o primeiro confronto pela segunda fase da competição promovida pela CBF.
 
Para chegar a esta segunda fase, o River eliminou o Goiás, no Serra Dourada, enquanto o Botafogo eliminou a equipe paulista do Linense. O bicampeão piauiense venceu o Goiás em Teresina e perdeu o jogo em Goiânia, ambos com placar de 2 a 1. A vaga foi conquistada nos pênaltis. O Botafogo, por sua vez, empatou os dois jogos com o Linense, por 1 a 1, mas a vaga também veio nos pênaltis.
 
Somente o Botafogo poderá eliminar o jogo de volta. Basta vencer por diferença de dois ou mais gols. Qualquer outro resultado mantém o jogo da volta, programado para o dia 18, no Estádio Almeidão, em João Pessoa.
 
A arbitragem de River x Botafogo-PB estará confiada a Mayron F dos Reis Novais, auxiliado por Cicero Romao Batista Silva e Ivanildo Gonçalves da Silva, ambos do Maranhão, figurando como quarto árbitro Antônio Santos Nunes, local.
 

 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Cartão amarelo: River também tem problemas

Pode estar ficando chato, mas o SITE DO BUIM está buscando apenas alertar os clubes antes de colocar ou não algum atleta em campo. A suspensão pelo terceiro cartão amarelo tem duas interpretações neste campeonato: a do regulamento, seguida pela Federação de Futebol do Piauí, e a do Tribunal de Justiça Desportiva, conforme decisão no Caso Altos. Na postagem anterior, apresentamos os atletas do Altos que podem ou não estar suspensos. Agora veja os do River:
 
CARTÕES DE ESQUERDINHA PELO REGULAMENTO
 
1° cartão da 2ª série - Picos x River, 26 de março - 1° turno
2° cartão da 2ª série - River x Picos, 03 de abril - 2° turno
3° cartão da 2ª série - Parnahyba x River, 08 de abril - 2° turno
Esquerdinha estaria suspenso para o próximo jogo, contra Altos
 
CARTÕES DE ESQUERDINHA PELO ENTENDIMENTO DO TJD
 
1° cartão da 2ª série - River x Picos, 03 de abril - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Parnahyba x River, 08 de abril - 2° turno
 
CARTÕES DE PAULO PARAÍBA PELO REGULAMENTO D
 
1° cartão - River x Caiçara, 06 de fevereiro - 1° turno
2° cartão - Altos x River, 27 de fevereiro - 1° turno
3° cartão - Parnahyba x River, 08 de maio - 2° turno
Paulo Paraíba estaria suspenso para o próximo jogo, contra Altos
 
CARTÕES DE PAULO PARAÍBA PELO ENTENDIMENTO DO TJD
 
3° cartão - Parnahyba x River, 08 de maio - 2° turno
 
O QUE PODE OCORRER SE PREVALECER O REGULAMENTO
 
River terá os desfalques de Esquerdinha e Paulo Paraíba
Altos poderá utilizar Celso, Fred e Esquerdinha
 
O QUE PODE OCORRER SE PREVALECER O ENTENDIMENTO DO TJD
 
River poderá utilizar Esquerdinha e Paulo Paraíba
Altos terá os desfalques de Celso, Fred e Esquerdinha
 
 

domingo, 8 de maio de 2016

Contra o River, no próximo jogo, Altos não terá Nivaldo Lancuna e também pode perder três jogadores titulares

A interpretação das suspensões por cartão amarelo por parte da Federação de Futebol do Piauí e do Tribunal de Justiça Desportiva, gerou dúvida para técnicos e dirigentes dos clubes. O primeiro foi o Piauí que, mesmo assim, escalou Testinha e Alisson no jogo do último sábado, embora, pelo entendimento do TJD, estivessem suspensos.
 
O problema, agora, é da equipe de Altos. O Jacaré já não terá o técnico Nivaldo Lancuna na área técnica. Expulso no sábado, ele terá de cumprir a suspensão automática. E três titulares, Celso (zagueiro), Fred (volante) e Esquerdinha (meia), podem desfalcar a equipe em face do problema dos cartões amarelos.
 
Se prevalecer o regulamento do campeonato, que não fala em zeragem dos cartões ao final do 1° turno, os três atletas foram advertidos com o 2° cartão da 2ª série e estão livres para enfrentar o River. Mas se Altos utilizar a tese defendida por seu advogado e acolhida pelo TJD, por unanimidade, Celso, Fred e Esquerdinha terão de cumprir suspensão automática por completarem a série de 3 cartões amarelos no 2° turno.
 
OS CARTÕES DE ESQUERDINHA PELO REGULAMENTO
 
1° cartão - Altos x Parnahyba, 06 de fevereiro - 1° turno
2° cartão - Piauí x Altos, 13 de fevereiro - 1° turno
3° cartão - Altos x Picos, 09 de abril - 2° turno
Cumpriu suspensão no jogo Altos x Piauí, 13 de abril - 2° turno
1° cartão da 2ª série - Piauí x Altos, 04 de maio - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Altos x Piauí, 07 de maio - 2° turno
 
OS CARTÕES DE ESQUERDINHA PELO ENTENDIMENTO DO TJD
 
1° cartão - Altos x Picos, 09 de abril - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Piauí x Altos, 04 de maio - 2° turno
3° cartão da 2ª série - Altos x Piauí, 07 de maio - 2° turno
Esquerdinha estaria suspenso para o próximo jogo, contra o River
 
OS CARTÕES DE CELSO PELO REGULAMENTO
 
1° cartão - Altos x Caiçara, 29 de janeiro - 1° turno
2° cartão - Altos x Parnahyba, 06 de fevereiro - 1° turno
3° cartão - Altos x Piauí, 13 de abril - 2° turno
Cumpriu no jogo River x Altos, 20 de abril - 2° turno
1° cartão da 2ª série - Cori-Sabbá x Altos, 1° de maio - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Altos x Piauí, 07 de maio - 2° turno
 
OS CARTÕES DE CELSO PELO ENTENDIMENTO DO TJD
 
1° cartão - Altos x Piauí, 13 de abril - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Cori-Sabbá x Altos, 1° de maio - 2° turno
3° cartão da 2ª série - Altos x Piauí, 07 de maio - 2° turno
Celso estaria suspenso para o próximo jogo, contra o River
 
OS CARTÕES DE FRED PELO REGULAMENTO
 
1° cartão - Flamengo x Altos, 03 de fevereiro - 1° turno
2° cartão - Altos x Cori-Sabbá, 24 de fevereiro - 1° turno
3° cartão - Altos x Picos, 09 de abril - 2° turno
Cumpriu suspensão no jogo Altos x Piauí, 13 de abril - 2° turno
1° cartão da 2ª série - Piaui x Altos, 04 de maio - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Altos x Piauí - 07 de maio - 2° turno
 
OS CARTÕES DE FRED PELO ENTENDIMENTO DO TJD
 
1° cartão - Altos x Picos, 09 de abril - 2° turno
2° cartão da 2ª série - Piaui x Altos, 04 de maio - 2° turno
3° cartão da 2ª série - Altos x Piauí - 07 de maio - 2° turno
Fred estaria suspenso para o próximo jogo, contra o River
 

Galo derrota Tubarão e decide segundo turno com Altos

Com um gol de Kássio, assinalado no início do segundo tempo, o River derrotou o Parnahyba na noite deste domingo (08), no Estádio Pedro Alelaf, em Parnaíba, e conquistou a classificação para a decisão da Taça Cidade de Teresina - o 2° turno do Campeonato Piauiense, contra a equipe de Altos, que eliminou o Piauí na outra semifinal.

O Parnahyba não repetiu a boa exibição do primeiro jogo, em Teresina, quando registrou-se empate por 0 a 0. O gol de Kássio, com a cabeça, foi suficiente para dar tranquilidade ao time tricolor. Como o Galo enfrenta o Botafogo-PB na próxima quarta-feira, o primeiro jogo contra Altos será no final de semana, em Teresina.
 
FICHA TÉCNICA
 
PARNAHYBA 0x1 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° turno - Taça Cidade de Teresina - Fase Semifinal - 2° jogo); Data; 08/05/2016 (domingo à noite); Local: Estádio Pedro Alelaf (Parnaíba - PI); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por João Thiago Carvalho Reis e Mauro Cezar Evangelista de Sousa.

Renda: R$ 17.370,00 com 1.218 pagantes (242 não pagantes).

Público total: 1.460 torcedores.
 
Gol: Kassio (cabeça) 7 do 2° tempo.
 
Cartões amarelos: Marcos Gasolina (PAR), Fabinho, Paulo Paraíba e Esquerdinha (RIV).
 
Parnahyba - Fábio; Marcos Gasolina, Gilmar Bahia, Renan e Rian; Totonho (Puxinha), Ramón (George Lucas), Luciano (Thiago Granja) e Patrick; Fabiano e Cassiano. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.
 
River - Dalton; Kassio, Paulo Paraíba, Rafael Araújo e Jadson; Índio, Rogério, Júnior Xuxa e Esquerdinha (Bruno Lopes); Diego Lira (Andrezinho) e Fabinho (Lucas Bacelar). Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).
 

sábado, 7 de maio de 2016

Com mais uma vitória, Altos garante vaga nas finais

Ao vencer o Piauí por 4 a 2, na noite deste sábado (07), Altos confirmou seu favoritismo diante do Piauí e garantiu passagem para as finais da Taça Cidade de Teresina - o 2° turno do Campeonato Piauiense. O Jacaré, agora, espera a definição do seu adversário: se River ou Parnahyba, que fazem a decisão da outra semifinal neste domingo.
 
O time do Piauí até que começou o jogo com maior volume, impondo um ritmo avassalador, mas com Altos, tranquilo, buscando a cadência do jogo, que já lhe era favorável, pois podia até perder por diferença de dois gols. Mas foi o Piauí quem abriu a contagem, com um belo gol de Testinha.
 
Poucos minutos depois, o artilheiro Gênesis usou a cabeça para empatar. Ainda na primeira fase, Marcos Pimentel virou para o Jacaré. No segundo tempo, Altos repetiu a mesma vantagem e estabeleceu o placar final de 4 a 2. Marcaram, pela ordem, Gênesis (seu 10° gol na competição, da qual é artilheiro principal), Robinho e Manuel.
 
FICHA TÉCNICA
 
ALTOS 4x2 PIAUÍ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° turno - Taça Cidade de Teresina - Fase Semifinal - 2° jogo); Data; 07/05/2016 (sábado à noite); Local: Estádio Felipe Raulino (Altos - PI); Arbitragem: Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves, auxiliado por José Nilton da Costa e Antônio Sergio de Sousa Araújo.

Renda: R$ 5.750,00 com 331 pagantes (89 não pagantes).

Público total: 420 torcedores.
 
Gols: Testinha 33, Gênesis (cabeça) 38 e Marcos Pimentel 44 do 1° tempo; Gênesis 25, Robinho 26 e Manuel 38 do 2°.
 
Cartões amarelos: Celso, Vitor Bafana, Esquerdinha, Fred, Netinho (ALT), Testinha e Jorginho (PIA).
 
Altos - Dida; Barata, Celso, Vitor Bafana e Tiaguinho; Marcos Pimentel, Fred, Pantico (Paulo) e Esquerdinha (Netinho); Manuel e Gênesis (Bibio). Técnico: Nivaldo de Oliveira Lancuna.
 
Piauí - Lucas; Jorginho, Allan, Alisson (Robinho) e Samuel; Dalton, Pablo, Binha e Juninho (Kelve); Silas (Naylan) e Testinha. Técnico: Marcos Antônio dos Santos (Marcão).
 

Confirmado: Parnahyba também jogará a Série D 2016

Com a eliminação do Piauí na noite deste sábado (07), o Parnahyba é mesmo o outro representante do futebol piauiense na Série D do Campeonato Brasileiro. Com o Piauí eliminado por Altos, o Parnahyba, na pior das hipóteses, é o time de melhor índice técnico excluindo-se Altos e River, que já estão no Campeonato Brasileiro.
 
Resta saber, agora, se o Parnahyba irá para a Série D como campeão ou vice-campeão piauiense ou se pelo melhor índice técnico nas duas fases classificatórias. Esta última hipótese pode ocorrer, caso Altos seja campeão ou vice do Piauiense 2016.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

A agenda tricolor nos jogos de ida da Série C

O departamento de competições da CBF confirmou datas e horários de todos os jogos do River na Série C do Campeonato Brasileiro. O bicampeão piauiense estreia no dia 23, contra o Fortaleza, fora de casa. O primeiro jogo em Teresina está programado para o dia 28, às 20 horas, contra o América de Natal.
 
A TABELA DOS JOGOS DO GALO - JOGOS DE IDA
 
23/05 - 20h - Fortaleza x River, no Presidente Vargas
28/05 - 20h - River x América-RN, no Albertão
05/06 - 19h - River x Remo, no Albertão
12/06 - 16h - ASA x River, no Coaracy Fonseca
19/06 - 16h - Botafogo-PB x River, no Almeidão
26/06 - 16h - River x Confiança, no Albertão
03/07 - 11h - ABC x River, no Frasqueirão
10/07 - 16h - River x Salgueiro, no Albertão
17/07 - 16h - River x Cuiabá, na Arena Pantanal