domingo, 1 de maio de 2016

Série D 2016: Parnahyba está dentro; Altos quase lá

Ao vencer o Flamengo neste domingo, concluindo sua participação na primeira fase do 2° Turno, o Parnahyba também garantiu sua presença na Série D do Campeonato Brasileiro de 2016, pelo critério de melhor índice técnico no cômputo geral das duas Fases Classificatórias do Campeonato Piauiense. Ao que pese ainda prevalecer a melhor campanha de Altos, o time da terra da manga deverá perder 4 pontos no TJD, perdendo, também, a vaga que, momentaneamente, é sua.

A princípio, o leitor poderá estranhar o fato de estarmos contando com a perda de pontos por parte do Jacaré, mas, na verdade, estamos apenas antecipando um desfecho que, em todos os casos semelhantes, o time infrator foi penalizado com a perda de 3 pontos, acrescida da perda dos pontos que tenha ganho no jogo.

Somente hoje, como o SITE DO BUIM já havia informado há oito dias, é que o atleta Paulo, de Altos, cumpriu a suspensão automática. Não foi nem relacionado para o jogo com o Cori-Sabbá, fato que vai ao encontro da notícia aqui divulgada. Diante das circunstâncias, pouco adianta uma informação que, em menos de 24 horas, será modificada.

Em assim sendo, entendemos que o Parnahyba já está na Série D do Campeonato Brasileiro, com a melhor campanha das duas fases classificatórias dos dois turnos. A segunda vaga está entre Altos e Piauí. Altos pode até ser eliminado pelo River, mas se o Piauí não passar para a fase seguinte, o Jacaré já estará também no Campeonato Brasileiro.

As chances mais remotas são para o Piauí, que terá de eliminar o Parnahyba em ascensão e que está em busca do título do returno, para garantir-se na Copa do Brasil de 2017. Altos, por sua vez, fará sua semifinal contra um River que, inevitavelmente, irá priorizar a Copa do Brasil, devendo colocar um time misto ou reserva na segunda partida das semifinais. Mas eliminar o Parnahyba não basta para o Piauí. Ele terá que contar com tropeços de Altos e terminar a competição melhor colocado que o time do técnico Nivaldo Lancuna.

A CLASSIFICAÇÃO DA SEGUNDA VAGA PARA A SÉRIE D
 
1° Parnahyba, 25 pontos, 7 vitórias, 19 gols de saldo e 30 gols marcados
2° Altos, 23 pontos, 7 vitórias, 13 gols de saldo e 23 gols marcados
3° Picos, 22 pontos, 6 vitórias, 3 gols de saldo e 21 gols marcados
4° Piauí, 20 pontos, 6 vitórias, saldo -1 e 17 gols marcados
 5° Flamengo, 19 pontos, 5 vitórias, saldo 0 e 15 gols marcados
6° Caiçara, 9 pontos, 2 vitórias, saldo -15 e 11 gols marcados
7° Cori-Sabbá, -3 pontos, 1 vitória, saldo -27 e 7 gols marcados.

 

5 comentários:

  1. Engraçado é que está tudo definido, desde ontem(01.05), e a Federação não marca logo os jogos das semi finais para: terça/quarta e quinta/sexta e domingo, onde restaria apenas uma data para o último jogo da decisão. É simples, ACORDEMOS!!!

    ResponderExcluir
  2. Ah! Sabemos que o Parnahyba, causador de todo esse embróglio na tabela/calendário, VAI SEM A MENOR DÚVIDA DIFICULTAR AS NEGOCIAÇÕES. AÍ............???????

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Olá Buim! Peço licença ao editor para colocar neste espaço o meu desagravo em relação a opção feita pela Federação de Futebol do Piauí para a edição 2016 do certame estadual. Opção que sem dúvida contribuiu para o fracasso de nosso principal campeonato. A CBF em 25.08.15 publicou em seu site oficial (segue link: http://cdn.cbf.com.br/content/201508/20150826171322_0.pdf ) a proposta de calendário para o ano seguinte. Nesta proposta, 19 datas seriam destinadas aos estaduais, das quais 15 em finais de semana e 4 em meios de semana. A razão para se estabelecer com uma antecedência de 5 meses um “calendário nacional” é óbvia: tentar minimamente evitar choque de datas das mais diversas competições (a citar considerando nosso cenário: copa do brasil, copa do nordeste, campeonato brasileiro). A maioria das federações estaduais optou por seguir este calendário proposto e esta semana estão com os esforços centrados nos jogos finais de suas competições. A opção de nossa mentora foi distinta. Resultado: faltando no máximo 8 jogos para o término do torneio, não sabemos quando a taça será levantada. Fora o festival de alterações na tabela que só afugentam a torcida dos estádios. Acredito que o conselho arbitral é de fato o forum adequado para a decisão sobre o melhor formato de disputa para os clubes, DESDE QUE se considere e respeite o calendário nacional que já previa 19 datas. Era essa a condição primaz que a FFP deveria ter colocado. Não o fez. Aceitou quieta uma proposta de 24 datas. O resultado desta opção está aos olhos de quem quer ver.

    ResponderExcluir
  5. Buim rivererino pública ai ALTOS É SÉRIE D.

    ResponderExcluir