terça-feira, 30 de setembro de 2014

Caso Danilo Lins: CBF dá informações ao STJD

Dentro do prazo que lhe era assegurado (72 horas), a Confederação Brasileira de Futebol respondeu à consulta da Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, com as informações solicitadas sobre a situação do atleta Danilo Lins, do Clube do Remo, denunciado pelo River como irregular ao ser relacionado pelo time paraense em dois jogos da Série D do Campeonato Brasileiro.
 
Provocada pela FFP, a CBF comunicou à Federação do Piauí que já respondeu ao STJD, no início da noite de ontem, todavia, o conteúdo das informações que foram encaminhadas não foi revelado. O próximo passo é aguardar se a denúncia é formalizada pelo STJD, para entrar em pauta de julgamento.
 
Danilo Lins foi denunciado por ter quatro registros na temporada (como atleta do Central de Caruaru, Potiguar de Mossoró, Mogi Mirim e Clube do Remo), bem como por extrapolar o número de transferências permitido pela legislação em vigor. O time paraense pode perder até 12 pontos, o que resultaria na eliminação da Série D, com o River se classificando como segundo colocado do Grupo 2.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Remo é denunciado pelo River e pode perder até 12 pontos

Danilo Lins: irregular? (Foto: Rádio Clube do Pará)
Uma descoberta da diretoria do River, na tarde desta terça-feira (23), pode dar um novo rumo à equipe na Série D do Campeonato Brasileiro, recolocando-a na disputa como a classificação para a segunda fase. Revendo as súmulas dos jogos do time paraense e o regulamento da competição, constatou-se uma irregularidade na escalação do atleta Danilo Lins.
 
De acordo com o artigo 3° do Regulamento Geral das Competições da CBF, em sua alínea b, os normativos da FIFA terão que ser considerados em quaisquer de suas competições. E o regulamento da entidade internacional determina que um atleta só poderá ter três registros em uma temporada, o que não é o caso de Danilo Lins, que já está em sua quarta associação, conforme contratos registrados na CBF.
 
Quando o ano de 2014 começou, Danilo Lins estava registrado como atleta do Central, de Caruaru. Em abril, foi registrado como atleta do Potiguar de Mossoró; posteriormente, foi registrado como atleta do Mogi-Mirim e, por último, um quarto registro na temporada, desta feita como atleta do Clube do Remo.
 
Danilo foi relacionado pelo Clube do Remo em suas duas últimas vitórias, contra River e Interporto, quando o Leão paraense abocanhou 6 pontos. Se acolhida a denúncia pelo STJD da CBF, o Remo viria a perder 12 pontos, sendo os 6 ganhos com as duas vitórias e outros 6 pela inclusão do atleta de forma irregular, nas duas ocasiões. Atento ao problema, o Remo não relacionou o atleta para o jogo contra o Moto Club.
 
Um novo quadro se apresentará, caso o River tenha êxito em sua empreitada, com o time tricolor passando a figurar como segundo classificado do Grupo A2, com 9 pontos ganhos, enquanto o Remo cairia para as últimas colocações, abaixo até mesmo que o Guarany de Sobral. O caso deverá ser colocado em pauta pelo STJD na próxima semana.
 
 

domingo, 21 de setembro de 2014

River aplica maior goleada piauiense em Brasileiros

Fazendo sua despedida no Campeonato Brasileiro da Série D, neste domingo (21), o River aplicou, sobre o Guarany de Sobral, a maior goleada de uma equipe piauiense em competições nacionais. Ao final dos 90 minutos, o placar estampava 7 para o campeão piauiense, 1 para o time cearense.
 
A história dos gols começou aos 12 minutos de jogo, quando Thiago Marabá aproveitou um cruzamento de Esquerdinha e chutou forte para abrir a contagem. Poucos minutos depois foi a vez de Marabá cruzar para Eduardo que, com a cabeça, ampliou para 2 a 0. Aos 31, Thiago Dias aproveitou uma defesa parcial de Luna e fez 3x0.
 
O experiente Warley marcou o quarto, aos 41 minutos. E Eduardo deu números finais ao primeiro tempo, com dois gols, com a fase inicial terminando com a goleada de 6 a 0 para o campeão piauiense. Os gols continuaram na fase final. E logo aos 2 minutos, Warley voltou a marcar, chutando para ampliar para o River. O Guarany reduziu a diferença aos 11 minutos, com um chute forte de Tiaguinho.
 
O placar de 7 a 1 imposto pelo River foi o maior revés que um representante piauiense estabeleceu na história do Campeonato Brasileiro, em suas quatro divisões, desde os tempos da extinta Taça Brasil. O Flamengo chegou a fazer 7 gols no Operário-MS, pela Copa João Havelange 2000, mas o placar final foi 7 a 2, com a diferença imposta pelo River sendo superior à que foi estabelecida pelo time rubro-negro.

 Apesar da goleada, o time piauiense está eliminado da Série D. Com a vitória do Moto Club sobre o Clube do Remo, em São Luís, o time piauiense está fora mesmo que recupere os 4 pontos perdidos no STJD. O Moto terminou a primeira fase na liderança, com 16 pontos, enquanto o Remo marcou 14 pontos.  
 
FICHA TÉCNICA
 
RIVER 7x1 GUARANY DE SOBRAL - CE (Campeonato Brasileiro - Série D - 1ª fase - 10ª rodada - Grupo A2); Data: 21/09/2014 (domingo à tarde); Local: Estádio Albertão (Teresina); Arbitragem: Gleydson Ferreira Leite (Pernambuco), auxiliado por Marcos Santos Vieira e Elivane Trindade da Costa (ambos do Amazonas).

Renda: R$ 2.375,00 com 254 pagantes (83 não pagantes).

Público total: 337 torcedores.
 
Gols: Thiago Marabá 12, Eduardo (cabeça) 19, Thiago Dias 31, Warley 41, Eduardo 44 e Eduardo 45 do 1° tempo; Warley 2 e Tiaguinho 11 do 2°.
 
Cartões amarelos: Eduardo (RIV), Daniel e Douglas Silva (GUA).
 
Expulsão: Valtinho (GUA), que estava no banco de reservas, aos 44 do 2°, por ofensas morais ao assistente Marcos Santos Vieira.
 
River - Cesar Luz; Marquinhos, Cleber Carioca, Rafael Araújo e Amarildo (Sinderval); Rogério, Thiago Dias (Vitor Recife), Thiago Marabá (Fabiano) e Esquerdinha; Warley e Eduardo. Técnico: Flávio Barros.
 
Guarany de Sobral - Luna; Maneco, Raí, Jessé (Roni) e Tiaguinho; Daniel, Douglas Silva, Alessandro (Israel) e Robertinho; Teles (Laertes) e Suzuki. Técnico; Flávio Barros.

 

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Copa Nordeste: a última vez contra nossos adversários

Finalistas do Piauiense 2014, Piauí e River já sabem contra quem irão jogar na Copa Nordeste.
Foram conhecidos, na noite desta quinta-feira (18), os grupos da Copa Nordeste 2015. River e Piauí, que ficaram em grupos distintos, também já sabem contra quem irão atuar na competição que tem seu início em janeiro próximo. Confira os grupos e a última vez em que River e Piauí enfrentaram seus adversários em jogos oficiais.
 
OS GRUPOS
 
Grupo A: Vitória, América-RN, Confiança e Serrano
Grupo B:  Sport, Socorrense, Coruripe e Sampaio Corrêa
Grupo C: Náutico, Salgueiro, Moto Club e Piauí
Grupo D: Ceará, Fortaleza, Botafogo-PB e River
Grupo E: Bahia, CRB, Campinense e Globo FC
 
O ÚLTIMO CONFRONTO
 
Piauí x Náutico - Piauí 1x0, no Albertão, pela Série A de 1986
Piauí x Salgueiro - primeiro confronto oficial
Piauí x Moto Club - Empate de 0x0, no Lindolfo Monteiro, pela Série C de 1987
River x Ceará - River 2x1, no Lindolfo Monteiro, pela Copa João Havelange 2000
River x Fortaleza - Fortaleza 3x1, no Presidente Vargas, pela Copa João Havelange 2000
River x Botafogo-PB - primeiro confronto oficial
 
 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Punido pelo STJD, River agora cumpre tabela

A perda dos quatro pontos elimina o campeão piauiense, que agora se prepara visando a despedida da Série D.
A exemplo do que já fizera com outras agremiações que tiveram o mesmo problema - escalar jogador que a CBF colocou no BID, mas que não podia jogar - o River foi punido com a perda de quatro pontos e multa no valor de R$ 1.000,00. Com o resultado do julgamento, realizado na tarde desta quinta-feira, o campeão piauiense agora irá apenas cumprir a tabela da última rodada da primeira fase da Série D.
 
Com o desfecho do julgamento, o River passou a somar apenas 6 pontos ganhos e as duas vagas do Grupo A2 já estão definidas, com a classificação de Clube do Remo e Moto Club, adversários na última rodada, onde irão apenas decidir quem será o primeiro colocado do grupo. O River, por sua vez, irá decidir, contra o Guarany de Sobral, quem ficará na terceira colocação,.
 
Os treinos continuam visando o jogo de despedida da Série D. Por outro lado, o projeto a ser abraçado, agora, é o da Copa do Nordeste, competição que o Galo irá disputar em janeiro. Na noite de hoje acontecerá o sorteio dos grupos.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Caso Michael: River vai a julgamento quinta-feira

Depois de ver suas possibilidades de classificação ficarem mais remotas com a derrota para o Clube do Remo, o River já tem data para outra disputa: a que acontecerá no STJD, programado para quinta-feira, a partir das 14 horas, como processo envolvendo o campeão piauiense figurando como sexto na ordem de apreciação do plenário da casa.

Ao que pese o fato da CBF ter regularizado o atleta, dando-lhe condição de jogo na ocasião em que coloca seu nome no BID - procedimento que é feito com todos os atletas do futebol brasileiro - o time piauiense foi denunciado em face do atleta já ter atuado por dois outros times diferentes, em outras duas competições promovidas pela CBF.

Tal aberração pode provocar a perda de quatro pontos pelo time tricolor, o que lhe deixará totalmente alijado da briga por uma das duas vagas do Grupo 2 da Série D do Campeonato Brasileiro. O departamento jurídico do River já está ciente e ampla defesa deve acontecer na quinta-feira, no STJD. Um dos principais pontos a serem explorados pela defesa do River consiste exatamente no fato da CBF ter o controle das atuações de todos os atletas do futebol brasileiro e o clube não, situação que tipificaria a inocência do filiado.

River ainda pode sonhar, mas agora depende do Remo

Depois de perder o jogo de ontem, diante do Clube do Remo, na cidade paraense de Bragança, ao mesmo tempo em que o Moto Club derrotava o Interporto, em Porto Nacional, o River ainda pode sonhar com a classificação para a próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro, mas agora terá que fazer sua parte e ainda torcer por uma vitória do Clube do Remo sobre o time maranhense, dentro de São Luís.

Com os resultados de ontem - Remo 3x2 River e Interporto 2x4 Moto -, o Clube do Remo já está classificado para a próxima fase da Série D. A segunda vaga do Grupo A2 está entre River e Moto. No momento, a situação dos dois candidatos é a seguinte:

Moto - 13 pontos, 3 vitórias, 5 gols de saldo e 13 gols marcados.
River - 10 pontos, 2 vitórias, 1 gol de saldo e 9 gols marcados.

O MÍNIMO QUE PRECISA ACONTECER PARA CLASSIFICAR O RIVER

River 4x0 Guarany de Sobral, em Teresina
Moto Club 0x1 Remo, em São Luís

COMO FICARIA A DEFINIÇÃO DA SEGUNDA VAGA

River, classificado, com 13 pontos, 3 vitórias e 5 gols de saldo
Moto, eliminado, com 13 pontos, 3 vitórias e 4 gols de saldo

QUE INTERESSE O REMO PODE TER NA VITÓRIA SOBRE O MOTO

Total interesse. Quanto maior for o número de pontos do Clube do Remo, melhorará seu índice técnico e terá um adversário teoricamente mais fraco na segunda fase, no sistema mata-mata. Somando 17 pontos, o time marajoara será, na pior das hipóteses, o sexto colocado entre 16 classificados.

domingo, 14 de setembro de 2014

River perde pênalt e o jogo levando gol nos acréscimos


Jogando na tarde deste domingo (14), na cidade de Bragança, interior paraense, o River perdeu para o Clube do Remo, por 3 a 2, com o atacante Eduardo desperdiçando uma penalidade máxima. O campeão piauiense teve bons momentos na partida, mas o Leão Azul, empurrado por sua torcida, conseguiu a vitória com um gol nos acréscimos.
 
FICHA TÉCNICA
 
REMO 3x2 RIVER (Campeonato Brasileiro - Série D - 1ª fase - 9ª rodada - Grupo A2); Data: 14/09/2014 (domingo à tarde); Local: Estádio Diogão (Bragança - PA); Arbitragem: Suelson Diorgenes de França Medeiros, auxiliado por Ubiratan Bruno Viana e Jean Marcio dos Santos (todos do Rio Grande do Norte).
 
Renda: R$ 38.831,00 com 3.835 pagantes.
 
Gols: Reis (cabeça) 50 segundos e Warley 24 do 1° tempo; Michel Schmoller 9, Warley 16 e Val Barreto 46 do 2°.
 
Cartões amarelos: Fabiano, Max, Danilo Rios, Negrete (REMO), Rafael Araújo, Thiago Marabá, Marquinhos e Cesar Luz (RIV).
 
Obs.: Eduardo perdeu um pênalti, aos 37 do 1°, chutando para fora, com a bola saindo por cima da trave (chute de cavadinha).
 
Remo - Fabiano; Levi, Raphael André (Negrete), Max e Alex Ruan; Michel Schmoller, Dada (Val Barreto), Danilo Rios e Rony; Leandro Cearense e Reis (Ratinho). Técnico: José Roberto Fernandes Barros.
 
River - Cesar Luz; Rian (Thiago Marabá), Cleber Carioca, Rafael Araújo e Rogério; Bruno Lopes, Thiago Dias, Marquinhos e Esquerdinha; Warley (Júnior Chicão) e Eduardo. Técnico: Jeferson Magno Barbosa da Silva (Capitão).

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

River perde Índio para os jogos restantes da 1ª fase

Os cartões que lhe foram mostrados no jogo diante do Moto Club, em São Luís, custaram ao zagueiro Índio (foto), do River, suspensão automática para os jogos restantes da primeira fase da Série D do Campeonato Brasileiro, contra Clube do Remo e Guarany de Sobral, em Bragança e Teresina, respectivamente.

Índio já havia sido advertido com cartão amarelo nos jogos contra o Guarany (em Sobral) e Moto Club (em Teresina). Ontem, foi advertido no segundo tempo, e alguns minutos depois foi expulso com o cartão vermelho direto, o que faz prevalecer o amarelo. Desta forma, Índio completou a série de 3 cartões amarelos e foi expulso. Ficará dois jogos fora.

Contra o Clube do Remo, cumprirá suspensão automática pela expulsão. E diante do Guarany, a suspensão pelo terceiro cartão amarelo. A segunda-feira foi de folga para o plantel tricolor, que tem reapresentação programada para a tarde desta terça-feira (02), às 15h30, no CT Presidente Afrânio Nunes.