quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Parnahyba vence Colorado e continua no páreo

Fabinho domina, Ivan vai passar. Renan fica atento na marcação.
Ao vencer a equipe do 4 de Julho na noite desta quinta-feira (27), no Estádio Verdinho, em Parnaíba, por 3 a 0, o Parnahyba eliminou o time de Piripiri da Taça Estado do Piauí e manteve suas possibilidades de classificação para as semifinais da competição promovida pela Federação de Futebol do Piauí.

O jogo foi equilibrado, com o 4 de Julho oferecendo grande resistência ao bicampeão piauiense que, por sua vez, jogava desfalcado de Totonho e Gilmar Bahia, ambos cumprindo suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Mesmo assim, abriu vantagem no 1° tempo, depois que Felipe Rafael chutou e a bola entrou ao desviar em Juninho Maranhense.

Na segunda etapa, o 4 de Julho resistiu até o experiente Lira falhar numa jogada e permitir que a bola lhe fosse roubada. O contra-ataque foi fulminante e Puxinha ampliou para 2 a 0, aos 34 minutos. Quando poderia pensar em reagir, o 4 de Julho levou o terceiro gol, agora com falha do goleiro Zé Filho. Ao tentar interceptar um ataque do Tubarão, ele furou e Fabinho fez o gol sem problemas.

Com 8 pontos ganhos, o Parnahyba se mantém no páreo em busca de uma das vagas para as semifinais, ao contrário do 4 de Julho, que já está eliminado e vai apenas cumprir tabela. Mas a diretoria colorada já garantiu a chegada de vários reforços na próxima semana.

FICHA TÉCNICA

PARNAHYBA 3x0 4 DE JULHO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 6ª rodada); Data: 27/02/2014 (quinta-feira à noite); Local: Estádio Verdinho (em Parnaíba); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Thyago Costa Leitão e João Thiago Carvalho Reis.

Renda: R$ 6.260,00 com 568 pagantes.

Gols: Juninho Maranhense (contra) 33 do 1° tempo; Puxinha 34 e Fabinho 43 do 2°.

Cartões amarelos: Ivan (PAR) e Lira (4J).

Parnahyba - Robinho; Ivan, Wesley, Leo Araújo e Jhonny; Alessandro, Luciano (Damisson), Barata e Capela (Puxinha); Felipe Rafael (Idelvando) e Fabinho. Técnico: Fernando Tonet.

4 de Julho - Zé Filho; Ramires, Wilsinho, Mayrton (Helinho) e Renan; Juninho Maranhense, Diguinho, Lira e Jader (Renatinho); Marcos Vinícius (Pedra Preta) e Ítalo. Técnico: Maurício Reis.


Juca Fortes: Flamengo cede empate nos acréscimos

Debaixo de chuva, o Flamengo chegou a colocar três gols de vantagem. No final, cedeu o empate.
Depois de estar vencendo por 3 a 0, o Flamengo não conseguiu administrar ou ampliar sua vantagem e terminou cedendo o empate para o lanterna Caiçara, hoje (27) à noite, com muita chuva no Estádio Juca Fortes, em Barras. O resultado final (3 a 3) mantém o time rubro-negro no G4, mas agora em 4° lugar, atrás de Barras, River e Cori-Sabbá.

O jogo transcorreu com muita água no gramado do Juca Fortes, atrapalhando o desempenho dos 22 jogadores. Mesmo assim, o Flamengo abriu a contagem com o atacante Tuta, de cabeça, mandando a bola fora do alcance de Yuri. Ainda na primeira fase, Alex aproveitou uma bola largada pelo goleiro caiçarino e ampliou para 2 a 0.

Na fase final, os comandados de Daniel Frasson ampliaram para 3 a 0, em nova cabeçada, agora do zagueiro Laércio. Parecia estar pintando uma nova goleada. Mas o Leão da Terra das Carnaúbas, no dia do seu aniversário, não estava a fim de passar vexame. E foi atrás do, para o reduzido público presente, impossível empate.

Na pressão do Flamengo, o goleiro Yuri faz mais uma defesa.
Aos 28 minutos, Flávio diminuiu para 3 a 1. Menos de dez minutos depois foi Wanderson Costa quem balançou a rede do Flamengo, em cobrança de falta. Os dois gols encheram de entusiasmo toda a equipe caiçarina, que terminou alcançando o empate nos acréscimos, através de Roberto. Placar final no JF: Caiçara 3x3 Flamengo.

Bom trabalho do árbitro Karol Vinícius, embora jogadores do Flamengo tenham reclamado no final da partida. O time rubro-negro, agora com 9 pontos ganhos, é o quarto colocado na competição, enquanto o Caiçara se mantém como lanterna, já eliminado da Taça Estado do Piauí.

FICHA TÉCNICA

CAIÇARA 3x3 FLAMENGO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 6ª rodada); Data: 27/02/2014 (quinta-feira); Local: Estádio Juca Fortes (em Barras); Arbitragem: Karol Vinicius Mendes Soares Martins, auxiliado por José Nilton da Costa e Diego da Silva Castro.

Renda: R$ 500,00 com 50 pagantes (96 não pagantes).

Público total: 146 torcedores.

Gols: Tuta (cabeça) 12 e Alex 44 do 1° tempo; Laércio (cabeça) 11, Flávio 28, Wanderson Costa 37 e Roberto 47 do 2°.

Cartões amarelos: Pereira, Serginho, Roberto, Ismael, Juliano, Jeferson Pipoca, Douglas (CAI), Jarbas, Fred, Alex e Tuta (FLA).

Caiçara - Yuri; Roberto, Juliano, Sadan e Ismael; Wanderson Costa, Pereira, Jeferson Pipoca (Eusébio) e Serginho (Douglas); Lourian e Gerlan (Flávio). Técnico: Cristiano Rodrigues Carvalho.

Flamengo - Robson; Sandro (Isael William), Laércio, Wildinho e Fred; Bruno Potiguar, Célio, Alex e Jarbas (Darlan); Tuta e Joniel (Naylan). Técnico: Daniel Frasson.

Tiberão: Cori-Sabbá quebra a invencibilidade do líder

Kamar fez os 2 da vitória do Cori-Sabbá.
Com o atacante Anderson Kamar marcando duas vezes, o Cori-Sabbá venceu o Barras na noite de hoje (27), no Estádio Tibério Nunes, em Floriano, por 2 a 1, quebrando a invencibilidade do líder da Taça Estado do Piauí - o 1° turno do Campeonato Piauiense, registrando-se o maior público da rodada deste meio de semana.

Incentivado pelo torcedor florianense, o Cori-Sabbá foi superior no primeiro tempo, com Anderson Kamar abrindo a contagem logo aos 11 minutos, com um chute forte, ao receber passe primoroso de Diego. Dez minutos depois foi a vez do Barras atacar com perigo, com a bola batendo na trave de Fagner.

O Cori-Sabbá ainda teve mais duas boas oportunidades, com Marcelo Muniz e Jader, mas foi o artilheiro Anderson Kamar quem balançou a rede pela segunda vez. Cafezinho sofreu pênalti e o goleador do Cori-Sabbá cobrou sem chances de defesa para Ari, aos 5 minutos da fase complementar.

Mas Barras voltou muito bem com as substituições processadas pelo técnico Júlio Araújo. Cresceu em campo, dominou boa parte da fase final e reduziu a diferença com um gol de Osvaldo, aos 24 minutos. Mas ficou nisso. Com a vitória desta noite, o Cori-Sabbá voltou ao G4 e mantém suas chances de classificação para as semifinais. 

O público pagante foi o melhor da rodada. Anderson Kamar e Osvaldo, os artilheiros da noite, completaram a série de três cartões amarelos e desfalcam suas equipes contra Piaui e River, respectivamente. Antônio Dib e seus assistentes tiveram boa atuação, acertando, inclusive, na anulação de um gol de Kamar, quando o goleiro Ari recebeu falta no lance.

FICHA TÉCNICA

CORI-SABBÁ 2x1 BARRAS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 6ª rodada); Data: 27/02/2014 (quinta-feira); Local: Estádio Tibério Nunes (em Floriano); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e Izaura de Sousa e Silva.

Renda: R$ 16.107,50 com 1.091 pagantes.

Gols: Anderson Kamar 11 do 1° tempo; Anderson Kamar (pênalti) 5 e Osvaldo (cabeça) 24 do 2°.

Cartões amarelos: Fagundes, Jader, Anderson Kamar, Rubinho (CORI), Osvaldo e Peter (BAR).

Cori-Sabbá - Fagner; Jader (Rubinho), Jó, Anderson e Marcelo Muniz; Cleiton Mendes, Jackson, Fagundes e Diego (Leone); Anderson Kamar e Cafezinho (Mangaia). Técnico: Faustivânio Fernandes Venâncio (Vanin).

Barras - Ari; Emerson, Bengala, Igor Pedra e Zé Carlos (Cezinha); Osvaldo, Peter, Stênio (Fagner) e Índio (Vitor); Danilo Pitbul e João Paulo. Técnico: Júlio Cesar Araújo.

Barras e Flamengo podem se classificar ainda hoje

Adversários na segunda rodada, Flamengo e Barras podem se classificar nesta quinta-feira.
Com o prosseguimento da sexta rodada na noite desta quinta-feira (27), com a realização de três partidas, a Taça Estado do Piauí poderá conhecer seus dois primeiros semifinalistas com uma rodada de antecedência. Barras e Flamengo podem ser os primeiros a visar o passaporte para a próxima fase da competição.

Líder e invicto, com 11 pontos ganhos, Barras precisa apenas do empate para deixar Floriano como semifinalista do 1° turno. O Flamengo, que vai a Barras, para enfrentar o lanterna Caiçara, já não depende apenas de si. Além de ter que vencer seu adversário, precisa que Parnahyba e Cori-Sabbá sejam derrotados por 4 de Julho e Barras, respectivamente. Confira a rodada desta noite:

19 horas - Juca Fortes (Barras) - CAIÇARA x FLAMENGO
Arbitragem de Karol Vinícius Mendes Soares Martins, auxiliado por José Nilton da Costa e Diego da Silva Castro. O quarto árbitro será Raimundo David.

19h00 - Tibério Nunes (Floriano) - CORI-SABBÁ x BARRAS
Arbitragem de Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e Izaura de Sousa e Silva. O quarto árbitro será Antônio Cordeiro.

20h00 - Verdinho (Parnaíba) - PARNAHYBA x 4 DE JULHO
Arbitragem de Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Thyago Costa Leitão e João Thiago Carvalho Reis. O quarto árbitro será Hélio Fábio.

Feminino: SEP abre vantagem com vitória em Picos

Dando sequência à Copa do Brasil de Futebol Feminino, a Sociedade Esportiva de Picos abriu a terceira fase com uma difícil vitória sobre o ESMAC, do Pará, na noite desta quarta-feira (26), no Estádio Helvídio Nunes, em Picos. Ao final dos 90 minutos, vitória do Zangão pela contagem mínima.

O único gol da SEP, que foi bem melhor que seu adversário, foi assinalado no início do segundo tempo. Aos 8 minutos, através da zagueiro Simeia, em cobrança de falta. O time piauiense ainda teve outras oportunidades de ampliar sua vantagem, mas terminou vencendo apenas por 1 a 0.

A arbitragem foi de Antônio José Lopes Trindade de Sousa, auxiliado por Izaura de Sousa e Silva e Karol Vinícius Mendes Soares Martins. Com este resultado, Picos jogará pelo empate na próxima semana, quando os dois times voltarão a se enfrentar no dia 05, em jogo programado para 15h30, no Estádio Abelardo Conduru, em Belém.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Piauí 3x3 River: um jogão para quem foi ao Lindolfinho

Enquanto Marciano é vigiado por três adversários, o goleiro Lucas faz outra boa defesa, pressionado por Marclei.
Com seis gols, dois deles no crepúsculo da partida, Piauí e River empataram na noite desta quarta-feira (26), abrindo a sexta rodada da Taça Estado do Piauí - o 1° turno do Campeonato Piauiense. Foi o melhor jogo da competição até o momento, com o time tricolor deixando escapar a classificação antecipada ao apagar das luzes.

O Piauí veio a campo com duas alterações inesperadas - Jeová e Silas como titulares, com Darley e Fabiano no banco. Estratégia do técnico Moroni, para surpreender o River no segundo tempo. A tática quase deu certo. Nos primeiros 45 minutos, vitória rubroanil por 2 a 0, embora o River tivesse ficado com maior tempo de posse de bola.

Aos 5 minutos, depois da cobrança de um escanteio, Eridon chutou com precisão, abrindo a contagem para o Piauí. O River tentou responder num cruzamento de João Rodrigo, não aproveitado por Marclei. No contra-ataque, foi a vez de Silas fazer boa jogada e chutar, com a bola desviando na zaga e por muito pouco não entrando na meta tricolor, com o goleiro Everson batido no lance.

Eridon x Marciano: zagueiro e atacante deixaram bola na rede adversária nesta quarta-feira.
Mas o segundo gol do Piauí não tardaria a acontecer. O cronômetro assinalava 20 minutos quando o atacante Raphael Freitas, quase sem ângulo, dominou para chutar e ampliar para o time rubroanil. O River buscava o gol a qualquer preço, tocava a bola, mas havia um paredão na meta do adversário. Aos 26 minutos, ele defendeu dois chutes de Marciano.

Em chutes de Rian e Marciano novamente, Lucas voltou a mostrar serviço. E provando que bom goleiro também tem que ter sorte, viu o River perder mais uma boa chance de marcar quando ele já estava vencido, com a zaga conseguindo evitar que a bola chegasse ás redes. E com a vitória parcial do Piauí, o árbitro encerrou o primeiro tempo.

Na fase final, tão logo Afonso Amorim apitou o reinício do jogo, o River voltou a buscar o primeiro gol. E o fez com apenas 36 segundos, com Danilo Goiano desviando a bola para reduzir a desvantagem e dar um novo alento à torcida tricolor. Com Rhuann e Brasinha nos lugares de João Rodrigo e Thiago Marabá, o River voltava melhor para a fase final.

Marciano pára diante da torcida tricolor. Agora é Eduardo Junho quem está a marcá-lo.
O próprio Brasinha empatou o jogo, num chute cruzado, aos 34 minutos, num momento de desatenção do setor defensivo do Piauí. E levou o gol da virada, aos 45 minutos, com Marciano aproveitando uma bola defendida parcialmente pelo goleiro Lucas, o grande destaque do jogo. A torcida tricolor festejava a vitória, comemorava a classificação, quando o um novo empate pintou no grande jogo desta noite.

A bola alçada na área pelo ala direita Jorginho encontrou a cabeçada de Fabiano, decretando o placar  final de 3 para o Piauí, 3 para o River. Com este resultado, o River deixou escapar a classificação, que estaria assegurada com a vitória. Mas o Tricolor permanece na vice-liderança, com 10 pontos ganhos, enquanto o Piauí continua no G4, com 8 pontos.

FICHA TÉCNICA

PIAUÍ 3x3 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 6ª rodada); Data: 26/02/2014 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (em Teresina); Arbitragem: Afonso Amorim de Sousa, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Wanderson dos Santos Lima.

Renda: R$ 8.230,00 com 688 pagantes.

Gols: Eridon 5 e Raphael Freitas 20 do 1° tempo; Danilo Goiano 36 segundos, Brasinha 34, Marciano 45 e Fabiano (cabeça) 49 do 2°.

Cartões amarelos: Eduardo Junho, Vitor Recife, Eridon, Fabiano (PIA) e Neto (RIV).

Piauí - Lucas; Eridon, Eduardo Junho e Vitor Recife; Jorginho, Binha, Jeová Júnior (Darley, depois Diego), Adrianinho e Natan; Raphael Freitas e Silas (Fabiano). Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

River - Everson; João Rodrigo (Rhuann), Tales, Bruno Lopes e Rian; João Neto, Neto, Danilo Goiano (Lucas) e Thiago Marabá (Brasinha); Marclei e Marciano. Técnico: Evair Aparecido Paulino.

Piauí e River abrem a 6ª rodada no Lindolfo Monteiro

No ano passado, alegria tricolor sobre o time rubroanil.
Com o River podendo até selar sua classificação para a fase semifinal, a sexta rodada da Taça Estado do Piauí (1° turno do Campeonato Piauiense) será iniciada na noite desta quarta-feira (26), no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, com o jogo Piauí x River, programado para 20 horas. Os demais jogos acontecerão na noite de amanhã.

Vice-líder da competição, com 9 pontos ganhos, o River poderá ser o primeiro semifinalista caso deixe o gramado com uma vitória. Totalizando 12 pontos, matematicamente o Galo estará assegurado na próxima fase. Mas o técnico Evair Paulino não terá força máxima. O meia Thiago Dias, entregue ao departamento médico, está fora da partida.

Nos bastidores, a diretoria confirmou a contratação do meia Esquerdinha e do atacante Josué. O primeiro vem emprestado pelo Guarani, de Campinas. O outro procede do Guarani de Divinópolis, Minas Gerais. Ambos devem chegar ao Poleiro do Galo até o final da semana.

Sem Marcos Gasolina, expulso em Barras, o Piauí terá os retornos do zagueiro Eduardo Junho e do meia Adrianinho, que cumpriram suspensão automática. O técnico Paulo Ricardo Moroni deve montar um esquema fechado e tentar surpreender o River com a velocidade de Fabiano em contra-ataques a serem puxados por Adrianinho. O Piauí soma 7 pontos e figura em 4° lugar. Mesmo vencendo ainda não estará classificado.

A arbitragem de Piauí x River estará sob a responsabilidade de Afonso Amorim de Sousa, com trabalhos laterais dos assistentes Rogério de Oliveira Braga e Wanderson dos Santos Lima. O quarto árbitro será Paulo Fernando. Os ingressos: R$ 10,00 (geral), R$ 20,00 (arquibancada) e R$ 30,00 (cadeira). Idosos, estudantes e mulheres pagam meia entrada.

TIMES PROVÁVEIS

Piauí - Lucas; Eridon, Eduardo Junho e Thiago Campelo; Jorginho, Vitor Recife, Binha, Adrianinho e Natan; Raphael Freitas e Fabiano. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

River - Everson; João Rodrigo, Tales, Bruno Lopes e Rian (ou Lucas); João Neto, Neto, Toni e Thiago Marabá; Marclei e Marciano. Técnico: Evair Aparecido Paulino.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Rodada poderá ter três classificados para a semifinal

O River, do artilheiro Marciano, já pode garantir classificação se vencer nesta quarta-feira.
Com 20 jogos realizados, o que corresponde a 71% da Fase Classificatória já concluída, a Taça Estado do Piauí (1° turno do Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais) apresenta Barras, River, Flamengo e Piauí na zona de classificação. Com um detalhe importante: neste meio de semana, os três primeiros podem carimbar seus respectivos passaportes para as semifinais. De que precisam? Vejamos:

BARRAS - De um simples empate contra o Cori-Sabbá, em Floriano, na quinta-feira. 

RIVER - De uma vitória sobre o Piauí, no Lindolfo Monteiro, nesta quarta-feira. 

FLAMENGO - De uma combinação de três resultados: vitória sobre o Caiçara, e derrotas de dois desses três concorrentes - Piauí, Cori-Sabbá e Parnahyba. Exemplo: derrotas de Piauí e Cori-Sabbá e vitória do Flamengo; derrotas de Piauí e Parnahyba e vitória do Flamengo; ou derrotas de Cori-Sabbá e Paarnahyba e vitória do Flamengo. 

Os demais times, Piaui, Cori-Sabbá, Parnahyba, 4 de Julho e Caiçara, que continuam com chances de classificação, só poderão alcançá-la com o desdobramento das duas rodadas. Agora confira outros números da Taça Estado do Piauí. 

MÉDIA DE PÚBLICO PAGANTE EM TODOS OS JOGOS DE CADA EQUIPE

1° River, 1.602 pagantes (8.011 em 5 jogos)
2° Flamengo, 1.470 pagantes (7.353 em 5 jogos)
3° Parnahyba, 945 pagantes (4.725 em 5 jogos)
4° Cori-Sabbá, 663 pagantes (3.317 em 5 jogos)
5° Piauí, 495 pagantes (2.478 em 5 jogos)
6° Barras, 491 pagantes (2.459 em 5 jogos)
7° 4 de Julho, 416 pagantes (2.080 em 5 jogos)
8° Caiçara, 191 pagantes (959 em 5 jogos) 

MÉDIA DE PÚBLICO PAGANTE NOS JOGOS COMO MANDANTE

1° Flamengo, 1.775 pagantes (5.327 em 3 jogos)
2° River, 1.273 pagantes (3.819 em 3 jogos)
3° Cori-Sabbá, 998 pagantes (1.996 em 2 jogos)
4° Parnahyba, 893 pagantes (1.787 em 2 jogos)
5° Piauí, 523 pagantes (1.047 em 2 jogos)
6° Barras, 312 pagantes (936 em 3 jogos)
7° 4 de Julho, 196 pagantes (590 em 3 jogos)
8° Caiçara, 109 pagantes (219 em 2 jogos) 

PÚBLICO PAGANTE POR CIDADES (MÉDIA P/ JOGO)

1° Teresina, 1.433 pagantes (11.465 em 8 jogos)
2° Floriano, 998 pagantes (1.996 em 2 jogos)
3° Parnaíba, 893 pagantes (1.787 em 2 jogos)
4° Barras, 251 pagantes (1.006 em 4 jogos)
5° Piripiri, 184 pagantes (739 em 4 jogos) 

Índio em ação. O camisa 10 do Barras é um dos destaques do líder o campeonato.
CLASSIFICAÇÃO

1° Barras, 11 pontos, 3 vitórias e 6 gols de saldo
2° River, 9 pontos, 2 vitórias e 10 gols de saldo 
3° Flamengo, 8 pontos, 2 vitórias e 1 gol de saldo
4° Piauí, 7 pontos, 2 vitórias e 1 gol de saldo
5° Cori-Sabbá, 7 pontos, 2 vitórias e saldo 0
6° Parnahyba, 5 pontos, 1 vitória e saldo 0
7° 4 de Julho, 4 pontos, 1 vitória e saldo -6
8° Caiçara, 3 pontos, 1 vitória e saldo -11
 
ARTILHEIROS

7 gols - Marciano (River).
3 gols - João Paulo (Barras) e Anderson Kamar (Cori-Sabbá).
2 gols - Marcos Vinícius (4 de Julho), Osvaldo, Emerson (Barras), Jader (Cori-Sabbá), Joniel, Tuta (Flamengo), Puxinha (Parnahyba), Fabiano e Raphael Freitas (Piauí).
1 gol - Gugu, Jader, Renatinho (4 de Julho), Leís, Tadeu (Barras), Jeferson Pipoca, Lourian, Roberto (Caiçara), Cafezinho (Cori-Sabbá), Augusto, Laércio (Flamengo), Da Silva, Felipe Rafael (Parnahyba), Lucas Marques, Darley, Vitor Recife (Piauí), Marclei, Gabriel, Thiago Marabá, Thiago Dias e Igor (River). 

GOLS CONTRA

1 gol - Jó (Cori-Sabbá, a favor do 4 de Julho). 

GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO (MÉDIA DE GOLS POR PARTIDA)

0,40 - Everson (River) - 2 gols em 5 jogos.
0,60 - Ari (Barras), 3 gols em 5 jogos
1 gol por jogo - Robson (Flamengo) e Robinho (Parnahyba) - 5 gols em 5 jogos
1,20 - Fagner (Cori-Sabbá) e Lucas (Piauí), 6 gols em 5 jogos.
1,50 - Yuri (Caiçara) - 3 gols em 2 jogos.
2,40 - Zé Filho (4 de Julho) - 12 gols em 5 jogos
3,66 - Anderson (Caiçara) - 11 gols em 3 jogos.

Em seu terceiro jogo no Lindolfinho, o Flamengo finalmente venceu diante de sua torcida.
ESTÁDIOS UTILIZADOS

8 jogos - Lindolfo Monteiro (Teresina).
4 jogos - Juca Fortes (Barras) e Ytacoatiara (Piripiri).
2 jogos - Tibério Nunes (Floriano) e Verdinho (Parnaíba).
 
ARBITRAGENS

4 jogos - Antônio Dib Moraes de Sousa.
3 jogos - Leonardo Marques Fortes e Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves. 
2 jogos - Antônio José Lopes Trindade de Sousa, Karol Vinícius Mendes Soares Martins, Rogério de Oliveira Braga, Antônio Santos Nunes e Afonso Amorim de Sousa. 

ATAQUES

12 gols - River.
9 gols - Barras.
7 gols - Piauí.
6 gols - Cori-Sabbá, Flamengo e 4 de Julho.
4 gols - Parnahyba.
3 gols - Caiçara. 

DEFESAS

2 gols - River.
3 gols - Barras.
5 gols - Flamengo e Parnahyba.
6 gols - Cori-Sabbá e Piauí.
12 gols - 4 de Julho.
14 gols - Caiçara.

ATLETAS EXPULSOS

2 jogos - Marcos Gasolina (Piauí).
1 jogo - Anderson (4 de Julho), Pereira (Caiçara), Fagundes, Leone (Cori-Sabbá), Alessandro, Fabinho, Ramón (Parnahyba) e Adrianinho (Piauí). 

MAIOR GOLEADA

Caiçara 0x7 River, em 02/02/2014, no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri.
River 4x1 4 de Julho, em 10/02/2014, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

MARCAS HISTÓRICAS

1º gol - Augusto (Flamengo), no jogo Cori-Sabbá 0x2 Flamengo, em 25/01/2014.
50° gol - Cafezinho (Cori-Sabbá), no jogo River 1x1 Cori-Sabbá, em 23/02/2014.

GOLS MAIS RÁPIDOS

4 minutos - Osvaldo (foto ao lado - Barras), no jogo Parnahyba 1x1 Barras, em 16/02/2014.
6 minutos - Darley (Piauí), no jogo Piauí 2x0 Flamengo, em 09/02/2014.
9 minutos - Emerson (Barras), no jogo Barras 3x0 4 de Julho, em 26/01/2014.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

3 jogos - Júlio Cesar Araújo (Barras).
2 jogos - Paulo Moroni (Piauí), Vanin (Cori-Sabbá) e Evair Paulino (River).
1 jogo - Maurício Reis (4 de Julho), Henrique Catita (Caiçara), Denis Borges, Daniel Frasson (Flamengo) e Jorge Pinheiro (Parnahyba). 

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

3 jogos - Jasiel Lira (4 de Julho) e Henrique Catita (Caiçara).
2 jogo - Vanin (Cori-Sabbá), Jorge Pinheiro (Parnahyba) e Paulo Moroni (Piauí).
1 jogo - Cristiano Carvalho (Caiçara), Denis Borges (Flamengo).

COMO ESTÁ A FASE SEMIFINAL

Juca Fortes (Barras) - Barras x Piauí
Lindolfo Monteiro (Teresina) - River x Flamengo
Obs.: Nas fases semifinal e final de cada turno, haverá apenas um jogo, com mando de campo para o time de melhor índice técnico.

PRÓXIMOS JOGOS

26/02 (quarta-feira)
20h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - Piauí x River

27/02 (quinta-feira)
19h00 - Juca Fortes (Barras) - Caiçara x Flamengo
20h00 - Tibério Nunes (Floriano) - Cori-Sabbá x Barras
20h00 - Verdinho (Parnaíba) - Parnahyba x 4 de Julho

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Mengo, de virada, vence, ganha troféu e volta ao G4

Alessandro e Bruno Potiguar disputam a jogada.
Depois de um primeiro tempo apático, onde permitiu que o adversário fosse bem melhor e colocasse um gol de vantagem, o Flamengo superou-se na fase complementar, virou o placar para 2 a 1 e venceu o Parnahyba na conclusão da quinta rodada da Taça Estado do Piauí, ganhando um troféu para sua galeria e reassumindo posição na zona de classificação.

A rigor, foi um jogo de dois tempos bem distintos, onde cada time teve a oportunidade de mandar na partida. Este seria um resumo fiel dos 90 minutos. O primeiro tempo do Parnahyba foi tão bom que o bicampeão piauiense já assustava o goleiro Robson com apenas 12 segundos de bola rolando. Trocando passes e imprimindo um bom ritmo de jogo, o quadro azulino criava boas oportunidades.

Tentativa de Felipe Rafael, que tenta o gol na saída de Robson, com Wildinho também no lance. O gol parnaibano não foi desta vez.
Luciano e Capela desferiram dois chutes com perigo para a meta de Robson, enquanto Tuta também tentava pelo Flamengo. Gol, porém, só um, e para o time que estava melhor. Boa jogada de Barata, que serviu Felipe Rafael. O atacante entrou livre, cara a cara com Robson, não tendo muito trabalho colocara  bola fora do alcance do goleiro e na direção certa das redes rubro-negras.

Como não estava vendo outro jogo, o técnico Daniel Frasson processou duas substituições no intervalo, tirando Célio e Isael William, que eram substituídos por Alex e Augusto. O Parnahyba vinha sem Luciano, que sentiu-se mal e deu lugar a Idelvando. Luciano estava desidratado, diagnosticou o atendimento médico.

Fred leva o Flamengo à frente. A virada veio no segundo tempo.
Com a bola em jogo novamente, o Flamengo mostrou-se muito melhor, ao passo que o Parnahyba já não tinha o mesmo ímpeto. Aos 12 minutos, excelente jogada de Augusto, que cruzou para cabeçada de Joniel. O goleiro Robinho defendeu parcialmente e Tuta não desperdiçou a sobra de bola: 1 a 1.

Bem no jogo, Joniel marcou um belo gol, o da virada, após receber passe de Jarbas. Chute forte, de primeira, sem chances para Robinho. O Flamengo virava para 2 a 1 e ainda teve chances para ampliar. O Parnahyba pagou caro por não ter aproveitado mais oportunidades quando foi melhor em campo. Perdeu o jogo e o troféu Supercopa Piauí, disputado pelos campeões do Campeonato Piauiense e da Copa Piauí de 2013.

Com a vitória, o Flamengo também retorna à zona de classificação, agora somando 8 pontos ganhos e ocupando a 3ª colocação, enquanto Barras e River estão à sua frente. O Piauí completa o G4, com 7 pontos, mas maior saldo de gols que o Cori-Sabbá.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2x1 PARNAHYBA (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 5ª rodada); Data: 24/02/2014 (segunda-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e José Valmir dos Santos Xavier.

Renda: R$ 6.220,00 com 565 pagantes.

Gols: Felipe Rafael 41 do 1° tempo; Tuta 12 e Joniel 27 do 2°.

Cartões amarelos:  Jarbas, Tuta, Yago (FLA), Idelvando, Gilmar Bahia, Fabinho, Totonho e Alessandro (PAR).

Flamengo - Robson; Sandro, Laércio, Wildinho e Fred; Bruno Potiguar, Célio (Alex), Jarbas e Isael William (Augusto); Tuta e Joniel. Técnico: Daniel Frasson.

Parnahyba - Robinho; Ivan, Wesley, Gilmar Bahia e Barata; Alessandro, Luciano (Idelvando, depois Puxinha), Totonho e Capela; Felipe Rafael (Da Silva) e Fabinho. Técnico: Jorge Pinheiro e Silva.

Ex-atleta profissional é encontrado morto em Teresina

O ex-atleta profissional Toinho, que defendeu as equipes do Flamengo e do Parnahyba, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (24), no bairro Parque Piauí, zona sul de Teresina. Dependente químico, a primeira suspeita é de que ele tenha sido vítima de uma overdose de drogas, uma vez que não haviam sinais de violência no seu corpo.

Toinho era dependente de drogas desde os tempos de atleta profissional, fato que prejudicou bastante a sua trajetória. Revelado nas categorias de base do Flamengo, ele foi um dos principais jogadores da equipe entre 1989 e 1994, tendo atuado também no Parnahyba e em outros times do nordeste, como o Guarany de Sobral.

No clássico Rivengo, ele chegou a atuar 16 vezes, inclusive marcando 1 gol para o Flamengo. Antônio Lima Ximendes Alves era piauiense de Teresina, tinha 45 anos de idade (15/11/1968) e chegou a receber apoio da AGAP e de alguns familiares. Afastou-se das drogas, mas logo teve uma recaída e hoje foi encontrado morto na zona sul de Teresina.

BAÚ DO BUIM NO ARENA BRASIL - TV CIDADE VERDE


O ídolo da semana


Fla e Parnahyba fecham rodada de olho no G4

Luciano e Alessandro hoje estarão do mesmo lado, mas Parnahyba e Flamengo sempre fazem grandes jogos.
Com o objetivo comum de vencer para fechar a rodada na zona de classificação, Flamengo e Parnahyba se enfrentam na noite desta segunda-feira (24), a partir das 20 horas, no Estádio Lindolfo Monteiro, concluindo a quinta rodada da Taça Estado do Piauí - o 1° turno do Campeonato Piauiense.

Os dois times apresentam problemas para seus treinadores, que não terão oportunidade de escalar a melhor formação. No quadro rubro-negro, Daniel Frasson estará sem Zuza e Darlan, o primeiro entregue ao departamento médico, Darlan cumprindo suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

O bicampeão piauiense, por sua vez, não contará com Ramón (expulso) e Edson Sá (terceiro cartão amarelo), que terão de cumprir suspensão automática. Será a segunda apresentação do Parnahyba no Lindolfo Monteiro, onde ainda não venceu nesta temporada. 

Campeões da Copa Piauí e do Campeonato Piauiense em 2013, Flamengo e Parnahyba também disputarão mais um troféu - a Supercopa Piauí, com o time visitante jogando pelo empate, não havendo necessidade para decisão através de tiros livres da marca do pênalti. Antônio Dib Moraes de Sousa será o árbitro, com trabalhos laterais doa assistentes Edmilson Timóteo da Silva e José Valmir dos Santos Xavier.

TIMES PROVÁVEIS

Flamengo - Robson; Isael William, Laércio, Wildinho e Fred; Célio, Alex, Bruno Potiguar e Jarbas; Tuta e Augusto. Técnico: Daniel Frasson.

Parnahyba - Robinho; Ivan, Alessandro, Gilmar Bahia e Barata; Totonho, Capela, Luciano e Leo; Fabinho e Felipe Gabriel (Da Silva). Técnico: Jorge Pinheiro e Silva.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

River tropeça e fica no empate diante do Cori-Sabbá

Thiago Marabá segue em frente. Mas adiantou pouco. O Galo ficou no empate com o Cori-Sabbá. (Foto - Eduardo Frota / Cidadeverde.com).
Visto como grande favorito a fechar a rodada com a classificação antecipada, o River não se houve bem na tarde/noite deste domingo (23), e ficou apenas no empate com o Cori-Sabbá, por 1 a 1, no Estádio Lindolfo Monteiro, perdendo também a liderança da Taça Estado do Piauí para o Barras.

Foi uma exibição apática do time tricolor. Um primeiro tempo sem empolgação, ao que pese a vitória parcial, com o gol de pênalti do artilheiro do campeonato, Marciano. E um segundo tempo limitadíssimo, onde o time de Floriano foi melhor e chegou ao empate no placar, com o gol de Cafezinho.

Com certeza, não foi a exibição que a torcida e a comissão técnica - bem como a diretoria - esperavam. Além de deixar escapar a classificação de forma antecipada, a atuação do River não convenceu, deixando no ar a necessidade de muitos ajustes e uma dúvida sobre a posição em que o time se encontra: teria tido a sorte de enfrentar Caiçara e 4 de Julho ainda bem desarrumados?

Apesar de perder mais dois preciosos pontos dentro de casa e deixar escapar a liderança, o River permanece no G4, oucpando a vice-liderança. A rigor, o resultado também não foi bom para o Cori-Sabbá. Se houver vencedor amanhã, entre Flamengo e Parnahyba, o time de Floriano perde lugar na zona de classificação. 

FICHA TÉCNICA

RIVER 1x1 CORI-SABBÁ (Campeonato Brasileiro de Futebol da 1ª Divisão - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 5ª rodada); Data: 23/02/2014 (domingo à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Hélio Soares Freire. 

Renda: R$ 11.270,00 com 966 pagantes (225 não pagantes). 

Público total: 1.191 torcedores. 

Gols: Marciano (pênalti) 42 do 1° tempo; Cafezinho 10 do 2°. 

Cartões amarelos: João Rodrigo, Marciano, Thiago Marabá, Marclei (RIV), Cafezinho, Fagner, Jó, Anderson e Anderson Kamar (CORI). 

River - Everson; João Rodrigo (Carlinhos), Tales, Bruno Lopes e Lucas; João Neto, Toni (Brasinha), Thiago Dias e Thiago Marabá (Danilo Goiano); Marclei e Marciano. Técnico: Evair Aparecido Paulino. 

Cori-Sabbá - Fagner; Jó, Anderson e Cleiton; Jader, Jackson, Fagundes, Diego (Marcinho) e Marcelo Muniz; Anderson Kamar e Cafezinho. Técnico: Faustivânio Fernandes Venâncio (Vanin).

Barras vence e é lider isolado da Taça Estado do Piauí

Com uma atuação bastante lúcida e objetiva, o surpreendente time do Barras venceu mais uma partida e agora é o líder da Taça Estado do Piauí - o 1° turno do Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais. Na tarde deste domingo (23), o Bafo venceu o Piauí por 2 a 0 em jogo realizado no Estádio Juca Fortes, em Barras.

O time da casa precisou de apenas 26 minutos para marcar os dois gols que lhe garantiram mais uma vitória e manutenção da invencibilidade na competição. Mas foi o Piauí quem começou melhor, pressionando, buscando o primeiro gol. Em poucos minutos, Barras equilibrou as ações e os dois gols surgiram rapidamente.

Aos 17 minutos, falta cobrada para a área rubroanil e o zagueiro Osvaldo (foto) subiu para cabecear, colocando 1 a 0 no placar do Juca Fortes. Aos 24 minutos, Marcos Gasolina foi expulso por prática de jogo brusco. Na cobrança, bola que Emerson levantou para novo desvio de cabeça, desta feita pelo atacante João Paulo.

Com um homem a menos e dois gols de desvantagem, o Piauí não conseguiu reagir com gols. O time teve até algumas boas oportunidades, mas o placar não mais foi movimentado, com Barras vencendo por 2 a 0, mantendo-se invicto e agora assumindo a liderança da Taça Estado do Piauí.

FICHA TÉCNICA

BARRAS 2x0 PIAUÍ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 5ª rodada); Data: 23/02/2014 (domingo à tarde); Local: Estádio Juca Fortes (em Barras); Arbitragem: Júlio César de Oliveira Gonçalves, que será auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Antônio Sérgio de Sousa Araújo.

Renda: R$ 2.890,00 com 315 pagantes (79 não pagantes).

Público total: 394 torcedores.

Gols: Osvaldo (cabeça) 17 e João Paulo (cabeça) 26 do 1° tempo.

Cartões amarelos: João Paulo, Cristiano, Stênio, Osvaldo (BAR) e Thiago Campelo (PIA).

Expulsão: Marcos Gasolina, aos 24 do 1°, por prática de jogo brusco (vermelho direto).

Barras - Ari; Bengala, Igor Pedra (Cezinha) e Osvaldo; Emerson, Peter, Stênio (Leca), Índio (Vitor) e Cristiano; Danilo Pitbul e João Paulo. Técnico: Júlio Cesar Araújo.

Piauí - Lucas; Eridon (Rafael Negão), Thiago Campelo e Vitor Recife (Pablo); Jorginho, Marcos Gasolina, Binha, Darley e Natan; Raphael Freitas e Fabiano (Denis). Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

O cartaz do final de semana


River pode selar classificação hoje à tarde

River e Cori-Sabbá fizeram bons jogos na temporada passada. Hoje voltam ao gramado do LM.
O excelente saldo de gols que conseguiu nas quatro primeiras rodadas pode dar ao River, em caso de mais uma vitória hoje (23) à tarde, diante do Cori-Sabbá, no Estádio Lindolfo Monteiro, a classificação antecipada para as semifinais da Taça Estado do Piauí.

Totalizando 11 pontos ganhos, 3 vitória e o mínimo de 11 gols de saldo, o River já estará, automaticamente, classificado para a fase semifinal. Na pior das hipóteses, o Tricolor será o quarto colocado. E para este jogo, o técnico Evair Paulino o volante Neto, suspenso por ter completado a série de três cartões amarelos. Mas os retornos de Thiago Marabá, Bruno Lopes e Danilo Goiano representam um excelente reforço para o "Jogo da Classificação".

No Cori-Sabbá, o técnico Vanin também tem desfalques, uma vez que, pelo mesmo motivo de Neto, Mangaia também fica fora do jogo no LM. A zaga Jó e Leone também está fora - o primeiro por contusão, o segundo por ter sido expulso na rodada passada.

A arbitragem para River x Cori-Sabbá: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Hélio Soares Freire. Na função de quarto árbitro: Samuel Lustosa. Os ingressos: R$ 10,00 (geral), R$ 20,00 (arquibancada) e R$ 30,00 (cadeira).

TIMES PROVÁVEIS

River - Everson; João Rodrigo, Gabriel, Talles e Lucas; Toni, João Neto, Rian e Thiago Marabá; Marclei e Marciano. Técnico: Evair Aparecido Paulino.

Cori-Sabbá - Fagner; Baiano, Jackson, Darliano e Marcelo Muniz; Jorge, Romario, Jader e Marcinho; Anderson Kamar e Cafezinho. Técnico: Faustivânio Fernandes Venâncio (Vanin).

Barras defende invencibilidade contra Piauí

Emerson, aqui contra o Flamengo, é uma das armas ofensivas do time barrense.
Có-líder da Taça Estado do Piauí (1° turno do Campeonato Piauiense) ao lado do River, perdendo a liderança pelo saldo de gols, mas mantendo-se invicto na competição, o Barras volta a campo na tarde deste domingo (23), a partir das 16 horas, no Estádio Juca Fortes, em Barras, tendo pela frente um outro candidato às quatro vagas das semifinais - o Piauí Esporte Clube.

Para este difícil compromisso, o técnico Júlio Cesar Araújo terá o retorno do volante Leís, que cumpriu suspensão automática na rodada passada. O time soma 8 pontos ganhos e pode até chegar à liderança, desde que obtenha melhor resultado que o River, que também joga à tarde.

Pelo lado do Piauí, o técnico Paulo Moroni tem desfalques. O zagueiro Eduardo Junho levou o terceiro cartão amarelo e o meia Adrianinho foi expulso. Ambos terão de cumprir suspensão automática. Mas o elenco atual lhe permite substitutos à altura, o que pode manter o equilíbrio da equipe, que também tem possibilidades de fechar a rodada na liderança.

Barras x Piauí será dirigido por Júlio César de Oliveira Gonçalves, que será auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Antônio Sérgio de Sousa Araújo. O quarto árbitro escalado: Diego da Silva Castro. 

TIMES PROVÁVEIS

Barras - Ari; Emerson, Bengala, Igo Pedra e Cristiano; Osvaldo, Leís, Stênio e Índio; João Paulo e Tadeu. Técnico: Júlio Cesar Araújo.

Piauí - Lucas; Eridon, Thiago Campelo e Vitor Recife; Jorginho, Binha, Darley, Marcos Gasolina e Natan; Raphael Freitas e Fabiano

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Piripiri: 4 de Julho vence e deixa lanterna com o Caiçara

Caiçara foi a Piripiri e colheu mais uma derrota no campeonato (Foto - Wellington Leite)
No jogo que abriu a quinta rodada da Taça Estado do Piauí (o 1° turno do Campeonato Piauiense), o 4 de Julho conseguiu sua primeira vitória na competição ao vencer o Caiçara na noite deste sábado (22), no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri, pelo placar de 2 a 1. O time colorado voltou a ser o penúltimo colocado, com 4 pontos ganhos, com o time de Campo Maior retornando à condição de lanterna, com 3 pontos.

A exemplo do que ocorrera com o Caiçara na rodada passada, agora foi a vez do 4 de Julho conquistar sua primeira vitória no Campeonato Piauiense. Aproveitando o fato de jogar em casa, embora a torcida tenha comparecido em pequeno número ao Ytacoatiara, o 4 de Julho fez um dever de casa da forma mais simples possível.

O Caiçara até começou melhor, pressionando, mas o time da casa foi equilibrando as ações. E aos 11 minutos o atacante Vinícius aproveitou um passe de Pretinho e cabeceou para abrir a contagem. O mesmo Vinícius, em outra jogada de Pretinho, recebeu em boas condições e assinalou o segundo gol quando decorriam 36 minutos.

O primeiro tempo caminhava para o seu final quando o Caiçara reduziu a desvantagem, com um gol marcado pelo zagueiro Roberto. Em vários momentos do jogo, inclusive no 2° tempo, o time de Campo Maior teve chances de igualar o marcador, mas errou muito nas conclusões. Resultado final: 4 de Julho 1x0, resultado que recoloca o Colorado na penúltima colocação, enquanto o Caiçara volta à lanterna.

FICHA TÉCNICA

4 DE JULHO 2x1 CAIÇARA (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 5ª rodada); Data: 22/02/2014 (sábado à noite); Local: Estádio Ytacoatiara (em Piripiri); Arbitragem: Antônio José Lopes Trindade de Sousa, auxiliado por Karol Vinícius Mendes Soares Martins e Márcia Fernanda Lima Vieira.

Renda: R$ 1.885,00 com 172 pagantes (98 não pagantes).

Público total: 270 torcedores.

Gols: Marcos Vinícius (cabeça) 11, Marcos Vinícius 36 e Roberto (cabeça) 38 do 1° tempo.

Cartões amarelos: Mayrton, Keyton, Marcos Vinícius (4J), Roberto, Pereira, Wanderson Costa e Paulinho (CAI),

4 de Julho -  Zé Filho; Ramires, Wilsinho, Mayrton e Renan; Juninho Maranhense, Lira (Keyton), Diguinho (Renatinho) e Jader (Sávio); Vinícius e Pretinho. Técnico: Maurício Reis.

Caiçara - Yuri; Juliano, Roberto, Paulinho (Juninho) e Lucas (Flávio); Sadan, Wanderson Costa, Pereira e Jferson Pipoca; Lourian (Gerlan) e Serginho. Técnico: Cristiano Rodrigues.

Poster nostalgia


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Definida arbitragem para a 5ª rodada do Piauiense

Nurisman, Karol e Márcia (aqui com Marciano e Wilsinho, capitães de River e 4 de Julho) figuram na escala da quarta rodada.
Já são conhecidos os árbitros que irão trabalhar nos jogos da quinta rodada da Taça Estado do Piauí - o 1° turno do Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais. Dos quatro árbitros escalados pelo sorteio da CEAF, somente Antônio Dib figurou em três das quatro rodadas anteriores da competição. Confira a escala completa:

22/02 (sábado)
20h00 - Ytacoatiara (Piripiri) - 4 de Julho x Caiçara
Árbitro: Antônio José Lopes Trindade de Sousa.
Assistente 1: Karol Vinícius Mendes Soares Martins.
Assistente 2: Márcia Fernanda Lima Vieira.
4° Árbitro: Jonathas Carneiro.

23/02 (domingo)
16h00 - Juca Fortes (Barras) - Barras x Piauí
Árbitro: Júlio César de Oliveira Gonçalves.
Assistente 1: Francisco Nurisman Machado Gaspar.
Assistente 2: Antônio Sérgio de Sousa Araújo.
4° Árbitro: Diego da Silva Castro.

17h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - River x Cori-Sabbá
Arbitragem: Leonardo Marques Fortes.
Assistente 1: Rogério de Oliveira Braga.
Assistente 2: Hélio Soares Freire.
4° Árbitro: Samuel Lustosa.

24/02 (segunda-feira)
20h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - Flamengo x Parnahyba
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa.
Assistente 1: Edmilson Timóteo da Silva.
Assistente 2: José Valmir dos Santos Xavier.
4° Árbitro: Wanderson dos Santos Lima.

Barras: boa fase faz lembrar velhos tempos do Bafo

Gol de Barras no Lindolfo Monteiro. O Leão do Marathaoan continua invicto.
Depois de ficar fora do Piauiense 2013 e voltar sem inspirar muita confiança em seu torcedor, a vice-liderança depois de quatro rodadas está fazendo com que o time comece a lembrar suas melhores atuações. Um dos dois único invictos da competição - o outro é o líder River -, a equipe barrense figura na zona de classificação desde a primeira rodada.

A desconfiança do torcedor pode ser refletida na média de público pagante dentro de casa, onde enfrentou - e venceu - 4 de Julho e Caiçara. A média do Barras é de apenas 310 pagantes por partida, superando apenas os números de 4 de Julho e Caiçara. O que, convenhamos, é, de uma certa forma, incompreensível.

Vice-líder na classificação da Taça Estado do Piauí, o Bafo é apenas o 6° colocado em média de público dentro de casa. A expectativa da diretoria, comissão técnica e jogadores, é de que o torcedor possa se reaproximar do time, comparecendo ao próximo jogo, contra o Piauí, em quantidade bem mais significativa. 

Para enfrentar o Piauí, o técnico Júlio Cesar Araújo terá o retorno do volante Leís, que cumpriu suspensão automática na última partida. O Barras soma 8 pontos ganhos, resultantes de duas vitórias (3x0 4 de Julho e 1x0 Caiçara) e 2 empates (2x2 Flamengo e 1x1 Parnahyba).

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Feminino: SEP perde, mas elimina o Duque de Caxias

Abelhas Rainhas eliminam time carioca e prosseguem na Copa do Brasil.
Embora tenha saído de campo derrotado por 3 a 2, hoje (19) à tarde, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, a equipe feminina da Sociedade Esportiva de Picos está classificada para a terceira fase da Copa do Brasil. Por ter vencido na semana passada, por 2 a 0, as "Abelhas Rainhas do Zangão" podiam perder por qualquer placar com diferença de 1 gol.

Os dois gols que garantiram nossa classificação foram assinalados por Grazzi. Na próxima fase, o adversário do representante piauiense será o Esmac, de Belém, que eliminou o Neves, de Minas Gerais. A CBF ainda vai confirmar a data dos dois jogos, que deverão ser realizados em Picos (Helvídio Nunes) e Belém (Abelardo Conduru).

Marabá volta no que pode ser o Jogo da Classificação

Thiago Marabá deve reaparecer no Galo para o Jogo da Classificação.
O retorno do meia Thiago Marabá, que cumpriu suspensão automática contra o Flamengo, e a ausência de Neto, que terá de se ausentar pelo mesmo motivo - o terceiro cartão amarelo -, pode significar nas únicas mudanças que o técnico Evair Paulino venha a processar visando o compromisso diante do Cori-Sabbá, encarado como "Jogo da Classificação".

Se não quiser mexer muito na sua formação do clássico Rivengo, Evair pode resumir as mudanças nesta única substituição, saindo Neto e voltando Marabá. O setor de meio campo, com esta hipótese, seria formado por João Neto, Toni, Thiago Dias e Thiago Marabá, com as demais posições permanecendo da forma como ele iniciou o clássico.

O técnico riverino, porém, não adianta seus planos. Uma coisa, porém, é ponto pacífico: vai caprichar nos treinos de finalização, uma vez que o River precisa da vitória para ser o primeiro time a garantir classificação para as semifinais da Taça Estado do Piauí. Se atingir os 11 pontos ganhos, 3 vitórias e saldo de 11 gos, o Galo não poderá ser ultrapassado por mais de três equipes, o que lhe garantiria a condição de semifinalista de forma antecipada.

Para a comissão técnica tricolor, a classificação é o primeiro objetivo. Todavia, se ela vier no domingo, o time continuará em busca de novas vitórias, uma vez que o passo seguinte é ser semifinalista com o melhor índice técnico, para não ter que deixar Teresina na próxima fase.

Piauiense 2014: média de público já supera 2013

Rivengo levou público recorde de 2014: média do campeonato já supera ano passado.
Como já era esperado, em virtude da presença do clássico Rivengo, a quarta rodada da Taça Estado do Piaui - o 1° turno do Campeonato Piauiense - bateu todos os recordes de público da atual temporada. Além de ter o jogo com maior público pagante, teve também, no contexto geral, a maior média de público em relação às três rodadas anteriores.

Com o total de 5.050 pagantes nos quatro jogos disputados, a rodada do final de semana apresentou a média de 1.262 pagantes por partida. Todavia, não teve apenas o recorde positivo, com o jogo de maior público pagante - Flamengo x River, com 4.043. Mas, também, o jogo de menor público: Caiçara 2x1 Cori-Sabbá, com apenas 70 pagantes.

Computando-se os 16 jogos realizados nas quatro primeiras rodadas, a competição apresenta um total de 14.703 pagantes, o que resulta na média de 918 por partida, superior a de todo o Campeonato Piauiense do ano passado, que teve média de 830 pagantes por jogo. No quesito gol, a rede balançou 43 vezes nos 16 jogos, registrando-se média de 2,68 por jogo.  Adiante, confira os principais números do certame, faltando três rodadas para o encerramento da Fase Classificatória da Taça Estado do Piauí.

 MÉDIA DE PÚBLICO PAGANTE EM TODOS OS JOGOS DE CADA EQUIPE

1° River, 1.761 pagantes (7.045 em 4 jogos)
2° Flamengo, 1.697 pagantes (6.788 em 4 jogos)
3° Parnahyba, 1.040 pagantes (4.160 em 4 jogos)
4° Cori-Sabbá, 587 pagantes (2.351 em 4 jogos)
5° Piauí, 540 pagantes (2.163 em 4 jogos)
6° Barras, 536 pagantes (2.144 em 4 jogos)
7° 4 de Julho, 477 pagantes (1.908 em 4 jogos)
8° Caiçara, 196 pagantes (787 em 4 jogos)

MÉDIA DE PÚBLICO PAGANTE NOS JOGOS COMO MANDANTE

1° Flamengo, 2.381 pagantes (4.762 em 2 jogos)
2° River, 1.426 pagantes (2.853 em 2 jogos)
3° Cori-Sabbá, 998 pagantes (1.996 em 2 jogos)
4° Parnahyba, 893 pagantes (1.787 em 2 jogos)
5° Piauí, 523 pagantes (1.047 em 2 jogos)
6° Barras, 310 pagantes (621 em 2 jogos)
7° 4 de Julho, 209 pagantes (418 em 2 jogos)
8° Caiçara, 109 pagantes (219 em 2 jogos)

PÚBLICO PAGANTE POR CIDADES (MÉDIA P/ JOGO)

1°° Teresina, 1.655 pagantes (9.934 em 6 jogos)
2° Floriano, 998 pagantes (1.996 em 2 jogos)
3° Parnaíba, 893 pagantes (1.787 em 2 jogos)
4° Barras, 230 pagantes (691 em 3 jogos)
5° Piripiri, 188 pagantes (567 em 3 jogos) 

O parnaibano Luciano vai tentar interceptar o chute de Cristiano. Neste jogo, o empate manteve Barras na vice-liderança.
CLASSIFICAÇÃO

1° River, 8 pontos, 2 vitórias e 10 gols de saldo
2° Barras, 8 pontos, 2 vitórias e 4 gols de saldo
3° Piauí, 7 pontos, 2 vitórias e 3 gols de saldo
4° Cori-Sabbá, 6 pontos, 2 vitórias e saldo 0
5° Flamengo, 5 pontos, 1 vitória e saldo 0  (4 gols marcados)
6° Parnahyba, 5 pontos, 1 vitória e saldo 0 (3 gols marcados)
7° Caiçara, 3 pontos, 1 vitória e saldo -10
8° 4 de Julho, 1 ponto e saldo -7
 
ARTILHEIROS

6 gols - Marciano (River).
3 gols - Anderson Kamar (Cori-Sabbá).
2 gols - João Paulo, Emerson (Barras), Jader (Cori-Sabbá), Puxinha (Parnahyba), Fabiano e Raphael Freitas (Piauí).
1 gol - Gugu, Jader, Renatinho (4 de Julho), Leís, Tadeu, Osvaldo (Barras), Jeferson Pipoca, Lourian (Caiçara), Augusto, Joniel, Laércio, Tuta (Flamengo), Da Silva (Parnahyba), Lucas Marques, Darley, Vitor Recife (Piaui), Marclei, Gabriel, Thiago Marabá, Thiago Dias e Igor (River). 

GOLS CONTRA

1 gol - Jó (Cori-Sabbá, a favor do 4 de Julho). 

GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO (MÉDIA DE GOLS POR PARTIDA)

0,25 - Everson (River) - 1 gol em 4 jogos.
0,75 - Ari (Barras), Robinho (Parnahyba) - 3 gols em 4 jogos
1 gol por jogo - Robson (Flamengo) e Lucas (Piauí) - 4 gols em 4 jogos, - e Yuri (Caiçara) - 1 gol em 1 jogo.
1,25 - Fagner (Cori-Sabbá), 5 gols em 4 jogos.
2,75 - Zé Filho (4 de Julho) - 11 gols em 4 jogos
3,66 - Anderson (Caiçara) - 11 gols em 3 jogos. 

ESTÁDIOS UTILIZADOS

6 jogos - Lindolfo Monteiro (Teresina).
3 jogos - Juca Fortes (Barras) e Ytacoatiara (Piripiri).
2 jogos - Tibério Nunes (Floriano) e Verdinho (Parnaíba).
 
ARBITRAGENS

3 jogos - Antônio Dib Moraes de Sousa.
2 jogos - Karol Vinícius Mendes Soares Martins, Leonardo Marques Fortes, Rogério de Oliveira Braga, Antônio Santos Nunes, Afonso Amorim de Sousa e Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves.
1 jogo - Antônio José Lopes Trindade de Sousa.

Antônio Dib, árbitro que mais apitou até o momento, acompanha a jogada de Rian com Isael William.
ATAQUES

11 gols - River.
7 gols - Barras e Piauí.
5 gols - Cori-Sabbá.
4 gols - Flamengo e 4 de Julho.
3 gols - Parnahyba.
2 gols - Caiçara. 

DEFESAS

1 gol - River.
3 gols - Barras e Parnahyba.
4 gols - Flamengo e Piauí.
5 gols - Cori-Sabbá.
11 gols - 4 de Julho.
12 gols - Caiçara.

ATLETAS EXPULSOS

1 jogo - Anderson (4 de Julho), Pereira (Caiçara), Fagundes, Leone (Cori-Sabbá), Alessandro, Fabinho, Ramón (Parnahyba), Adrianinho e Marcos Gasolina (Piauí). 

MAIOR GOLEADA

Caiçara 0x7 River, em 02/02/2014, no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri.
River 4x1 4 de Julho, em 10/02/2014, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

MARCAS HISTÓRICAS

1º gol - Augusto (Flamengo), no jogo Cori-Sabbá 0x2 Flamengo, em 25/01/2014. 

GOLS MAIS RÁPIDOS

4 minutos - Osvaldo (Barras), no jogo Parnahyba 1x1 Barras, em 16/02/2014.
6 minutos - Darley (Piauí), no jogo Piauí 2x0 Flamengo, em 09/02/2014.
9 minutos - Emerson (Barras), no jogo Barras 3x0 4 de Julho, em 26/01/2014.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

2 jogos - Paulo Moroni (Piauí), Vanin (Cori-Sabbá), Júlio Araújo (Barras) e Evair Paulino (River).
1 jogo - Henrique Catita (Caiçara), Denis Borges (Flamengo) e Jorge Pinheiro (Parnahyba). 

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

3 jogos - Jasiel Lira (4 de Julho) e Henrique Catita (Caiçara).
2 jogo - Vanin (Cori-Sabbá).
1 jogo - Denis Borges (Flamengo), Jorge Pinheiro (Parnahyba) e Paulo Moroni (PIauí).

PRÓXIMOS JOGOS
22/02 (sábado)
20h00 - Ytacoatiara (Piripiri) - 4 de Julho x Caiçara

23/02 (domingo)
16h00 - Juca Fortes (Barras) - Barras x Piauí
17h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - River x Cori-Sabbá

24/02 (segunda-feira)
20h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - Flamengo x Parnahyba

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

O ídolo da semana


Meia do 4 de Julho bate recorde no futebol piauiense


O meio campista Lira, do 4 de Julho, acaba de bater um recorde na história do futebol piauiense. Ao entrar em campo na noite do último sábado, por ocasião do jogo em que sua equipe ficou no empate por 2 a 2 com o Piauí, ele tornou-se o atleta mais velho a jogar uma partida do Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais.

Pernambucano de Jaboatão dos Guararapes, Jasiel José de Lira nasceu em 30 de agosto de 1971. Com 42 anos e 5 meses de idade, ele deixou para trás a marca de Paulo Isidoro, volante que defendeu Comercial e Caiçara por muitos anos, e que atuou pela última vez com a idade de 42 anos e 4 meses.

Lira, que ainda não havia jogado no atual campeonato, iniciou a competição como técnico do 4 de Julho. Todavia, devidamente regularizado como atleta, resolveu figurar na relação de 18 jogadores escalados para a partida diante do Piauí e deixou o fisicultor Maurício Reis como técnico interino.

Aos 30 minutos do 2° tempo, Lira entrou em campo, substituindo Marcos Vinícius. E, aos 42 anos e 5 meses de idade, entra para a história do Campeonato Piauiense com mais este registro. Disputando a competição desde 1999, Lira já foi campeão da mesma em 2000, 2001, 2002, 2007 (pelo River) e 2011 (pelo 4 de Julho). E avisa: "Vou parar quando achar que não tenho mais condições de atuar profissionalmente.".

OS VOVÔS DO CAMPEONATO PIAUIENSE

42 anos e 5 meses - Lira (volante do 4 de Julho), em 15/02/2014 - 4 de Julho 2x2 Piauí

42 anos e 4 meses - Paulo Isidoro (volante do Caiçara), em 19/11/2006 - Cori-Sabbá 1x1 Caiçara

42 anos e 1 mês - Batista (goleiro do Caiçara), em 28/06/1987 - Caiçara 2x1 Parnahyba


domingo, 16 de fevereiro de 2014

Quarta rodada não altera G4. River continua líder

Rian é bloqueado por Isael William e Zuza. O Rivengo foi disputado com muita garra.
Concluída mais uma rodada da Taça Estado do Piauí - o 1° turno do Campeonato Piauiense, o G4 permanece com River, Barras, Piauí e Cori-Sabbá. Mas os resultados verificados, apesar de não mudarem a ordem de classificação na parte de cima da tabela, deixaram a situação até certo ponto equilibrada, uma vez que Flamengo e Parnahyba, por exemplo, podem até ocupar a liderança na próxima rodada. Confira como foram os quatro jogos deste final de semana.

O goleiro Fagner faz arrojada defesa, evitando que o Caiçara marque mais um gol contra sua equpe.
CAIÇARA 2x1 CORI-SABBÁ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 4ª rodada); Data: 15/02/2014 (sábado à tarde); Local: Estádio Juca Fortes (em Barras); Arbitragem: Julio Cesar de Oliveira Gonçalves, auxiliado por José Valmir dos Santos Xavier e Izaura de Sousa e Silva.

Renda: R$ 537,00 com 70 pagantes (70 não pagantes).

Público total: 140 torcedores.

Gols: Jader 34 e Jeferson Pipoca 38 do 1° tempo; Lourian 41 do 2°.

Cartões amarelos: Ismael, Ítalo (CAI), Diego, Mangaia e Anderson Kamar (CORI). 

Expulsão: Leone, no 2° tempo, por prática de jogo brusco (vermelho direto).

Caiçara - Yuri; Juliano (Ìtalo), Roberto, Paulinho e Ismael; Sadan (Flavio), Juninho (Lucas), Vanderson e Jeferson Pipoca; Gerlan e Lourian. Técnico: José Henrique da Silva (Catita).

Cori-Sabbá - Fagner; Mongaia, Jó (Darliano), Leone e Marcelo Muniz; Diego, Jackson, Jader e Marcinho ( Jorginho); Anderson Kamar e Cafezinho (Lenilson). Técnico: Faustivanio Fernandes Venâncio (Vanin).


Mesmo marcado por Laércio, o atacante Marciano desvia a bola. Desta vez, porém, não teve gol do artilheiro hat-trick.
FLAMENGO 0x0 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 4ª rodada); Data: 15/02/2014 (sábado à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Thyago Costa Leitão.

Renda: R$ 44.185,00 com 4.043 pagantes (728 não pagantes).

Público total: 4.771 torcedores.

Cartões amarelos: Laércio, Alex, Wildinho, Darlan, Isael William, Tuta (FLA), Toni, Everson, João Neto e Neto (RIV).

Flamengo - Robson; Isael William (Sandro), Laércio, Wildinho e Fred; Zuza, Célio, Alex (Bruno Potiguar) e Jarbas (Augusto); Tuta e Darlan. Técnico: Daniel Frasson.

River - Éverson; João Rodrigo (Carlinhos), Tales, Gabriel e Rian (Lucas); João Neto, Neto, Toni (Brasinha) e Tiago Dias; Marclei e Marciano. Técnico: Evair Aparecido Paulino.

Piauí trouxe importante ponto de Piripiri, mantendo-se na terceira colocação no G4.
4 DE JULHO 2x2 PIAUÍ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 4ª rodada); Data: 15/02/2014 (sábado à noite); Local: Estádio Ytacoatiara (em Piripiri); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e Mauro Cezar Evangelista de Sousa.

Renda: R$ 1.527,50 com 133 pagantes (60 não pagantes).

Público total: 193 torcedores.

Gols: Jader 17 e Fabiano (cabeça) 27 do 1° tempo; Renatinho 7 e Vitor Recife 32 do 2°.

Cartões amarelos: Keyton, Renan, Zé Filho (4J), Eridon, Raphael Freitas, Vitor Recife, Lucas Marques, Adrianinho e Eduardo Junho (PIA).

Expulsão: Adrianinho, após o encerramento da partida, por ofensas morais (segundo amarelo).

4 de Julho - Zé Filho; Ramires, Wilsinho, Mayrton e Renan; Keiton, Diguinho, Gugu e Jader (Renatinho); Marcos Vinícius (Lira) e Pretinho (Ítalo Pereira). Técnico: Maurício Vladimir dos Reis.

Piauí - Lucas; Eridon, Eduardo Júnior e Vitor Recife; Jorginho (Pablo), Binha (Darley), Marcos Gasolina, Adrianinho e Natan (Lucas Marques); Raphael Freitas e Fabiano. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

O goleiro Ari foi uma segurança na meta da equipe barrense.
PARNAHYBA 1x1 BARRAS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 1° Turno - Taça Estado do Piauí - 4ª rodada); Data: 16/02/2014 (domingo à tarde); Local: Estádio Verdinho0 (em Parnaíba); Arbitragem: Afonso Amorim de Sousa, auxiliado por José Nilton da Costa e João Thiago Carvalho Reis. 

Renda: R$ 9.290,00 com 804 pagantes (250 não pagantes). 

Público total: 1.054 torcedores.

Gols: Osvaldo 4 do 1° tempo; Puxinha 28 do 2°.

Cartões amarelos: Ramón, Totonho, Edson Sá (PAR), Cristiano e Danilo Pitbul (BAR).

Expulsão: Ramón, aos 23 do 2°, por prática de jogo brusco (segundo amarelo).

Parnahyba - Robinho; Ivan, Alessandro, Gilmar Bahia e Barata; Ramon, Totonho (Capela), Luciano e Edson Sá (Leo); Fabinho e Da Silva (Puxinha). Técnico: Jorge Pinheiro e Silva.

Barras - Ari; Ermeson, Bengala, Igo Pedra e Cristiano; Osvaldo, Peter, Stênio e Índio (Bajara, depois Danilo Pitbul); João Paulo (Fagner) e Tadeu. Técnico: Júlio Cesar Araújo.