sexta-feira, 31 de agosto de 2012

O Campeonato Piauiense de 1980

Neto Camarço (fisicultor), Bitonho, Ubirani, Carioca, Luis Caucaia, Ari e Duílio, em pé; Vitor, Sima, Edilson, Meinha e Edmael (agachados). Na reta final para conquistar o título, o River utilizou esta formação como time-base.
O primeiro campeonato piauiense da década de 1980 foi dominado pelos principais clubes da capital. A rodada de abertura já foi um aviso - River 4x0 Auto Esporte, Parnahyba 0x1 Flamengo, Comercial 0x4 Piauí e Picos 0x1 Tiradentes. Não por ocincidência, a classificação final, pela ordem, apontou os quatro vencedores da 1ª rodada nas quatro primeiras colocações (River campeão, Tiradentes vice, Flamengo 3° e Piauí 4°).

No aspecto público pagante, quanta saudade. Acredite, caro leitor, todos os times participantes tiveram média de público superior a 1 mil pagantes em seus jogos. Todos, sem exceção. O River, campeão de público, teve a média de 6 mil pagantes por jogo. O Flamengo, segundo colocado, teve uma média de 4.800 pagantes por partida. E o Tiradentes, 3.300.

E olhem que o regulamento foi complicado. Prá se ter uma idéia, no jogo que foi definido o campeão, o campeão não estava em campo. Deu prá entender? Explicando melhor, o River foi o campeão com o empate entre Piauí e Tiradentes, motivo pelo qual publicamos duas fichas no item JOGO DO TÌTULO. Você também pode ficar sem entender o motivo de Sima, ainda em grande forma, não foi o goleador máximo.

Simples. Sima jogou apenas os 10 últimos jogos do River, pois estava jogando no Leônico, da Bahia. Marcou 12 gols em 10 jogos (média 1,20), ao passo que o artilheiro principal, Edilson, também do River, fez 19 gols em 21 jogos (média de 0,90). Em síntese, confira abaixo como foi o Campeonato Piauiense de 1980, conquistado pelo River Atlético Clube. 

1° Turno
1ª rodada
06/07/1980
RIVER 4x0 AUTO ESPORTE
PARNAHYBA 0x1 FLAMENGO
COMERCIAL 0x4 PIAUÍ
PICOS 0x1 TIRADENTES

2ª rodada
13/07/1980
FLAMENGO 3x2 TIRADENTES
COMERCIAL 1x1 AUTO ESPORTE
PARNAHYBA 2x2 PIAUÍ
PICOS 1x4 RIVER

3ª rodada
16/07/1980
PIAUÍ 3x2 AUTO ESPORTE
RIVER 5x2 PARNAHYBA

4ª rodada
20/07/1980
PICOS 2x0 COMERCIAL
TIRADENTES 2x2 PIAUÍ

5ª rodada
23/07/1980
TIRADENTES 2x0 AUTO ESPORTE
FLAMENGO 2x1 PICOS

6ª rodada
27/07/1980
COMERCIAL 1x1 PARNAHYBA
RIVER 1x1 TIRADENTES

7ª rodada
03/08/1980
FLAMENGO 1x1 PIAUÍ
COMERCIAL 3x4 TIRADENTES
PARNAHYBA 4x0 PICOS

8ª rodada
06/08/1980
AUTO ESPORTE 0x3 PARNAHYBA
RIVER 2x1 COMERCIAL

9ª rodada
10/08/1980
RIVER 5x0 FLAMENGO

10ª rodada
14/08/1980
PIAUÍ 1x0 PICOS
FLAMENGO 1x0 AUTO ESPORTE

11ª rodada
17/08/1980
RIVER 2x0 PIAUÍ
PARNAHYBA 1x0 TIRADENTES
COMERCIAL 1x0 FLAMENGO
PICOS 1x0 AUTO ESPORTE

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 13 pontos
2° Piauí e Flamengo, 9 pontos
4º Parnahyba, 8 pontos e 4 gols de saldo
5º Tiradentes, 8 pontos e 2 gols de saldo
6º Comercial e Picos, 4 pontos
8° Auto Esporte, 1 pontos

Obs.: River, Piauí, Flamengo e Parnahyba classificaram-se para a fase semifinal do 1º turno.

1° Turno – Fase Semifinal
20/08/1980
FLAMENGO 1x0 PARNAHYBA
RIVER 3x1 PIAUÍ

Decisão do 1º Turno - 1º jogo
24/08/1980
RIVER 1x0 FLAMENGO

2º jogo
31/08/1980
FLAMENGO 0x2 RIVER

Neste Tiradentes x Flamengo de 1980, o duelo do lateral direito Waldinar contra o ponta esquerda Santos. Sob o olhar atento do árbitro Paulo César Eckhardt.
2º Turno
1ª rodada
03/09/1980
AUTO ESPORTE 2x3 COMERCIAL
FLAMENGO 2x0 PARNAHYBA

2ª rodada
07/09/1980
TIRADENTES 0x2 PIAUÍ
COMERCIAL 0x1 RIVER
PARNAHYBA 2x1 AUTO ESPORTE
PICOS 1x1 FLAMENGO

3ª rodada
10/09/1980
PIAUÍ 0x0 PARNAHYBA
AUTO ESPORTE 1x2 FLAMENGO

4ª rodada
14/09/1980
AUTO ESPORTE 1x2 PICOS
RIVER 1x5 TIRADENTES

5ª rodada
17/09/1980
TIRADENTES 3x0 COMERCIAL
RIVER 0x1 PICOS

6ª rodada
21/09/1980
AUTO ESPORTE 0x7 TIRADENTES
PIAUÍ 3x1 FLAMENGO
PARNAHYBA 3x2 COMERCIAL

7ª rodada
28/09/1980
AUTO ESPORTE 2x6 PIAUÍ
FLAMENGO 3x0 COMERCIAL
PICOS 1x0 PARNAHYBA

8ª rodada
01/10/1980
TIRADENTES 4x1 PICOS
AUTO ESPORTE 2x12 RIVER

9ª rodada
05/10/1980
FLAMENGO 0x2 RIVER

10 ª rodada
08/10/1980
PIAUÍ 3x1 COMERCIAL
TIRADENTES 0x0 PARNAHYBA

11ª rodada
12/10/1980
PIAUÍ 0x1 RIVER
COMERCIAL 1x2 PICOS

12ª rodada
19/10/1980
TIRADENTES 1x1 FLAMENGO
PARNAHYBA 1x2 RIVER
PICOS 0x0 PIAUÍ

Classificação (pontos ganhos)

1º Tiradentes, River, Piauí e Picos, 10 pontos.
5º Flamengo, 8 pontos.
6º Parnahyba, 6 pontos.
7° Comercial, 2 pontos.
8° Auto Esporte, 0 ponto.

Obs.: Tiradentes, River, Piauí e Picos classificaram-se para a fase semifinal do 2º turno.

2º Turno - Fase Semifinal
23/10/1980
TIRADENTES 3x0 PICOS
RIVER 3x1 PIAUÍ

Decisão do 2º Turno
1º jogo
26/10/1980
RIVER 1x1 TIRADENTES

2º jogo
29/10/1980
TIRADENTES 0x4 RIVER
Obs.: Com este resultado o River sagrou-se campeão do 2º turno.

3° Turno
1ª rodada
05/11/1980
FLAMENGO 1x0 PIAUÍ

2ª rodada
09/11/1980
TIRADENTES 1x1 RIVER

3ª rodada
12/11/1980
RIVER 6x1 PIAUÍ
FLAMENGO 1x2 TIRADENTES

4ª rodada
16/11/1980
RIVER 2x0 FLAMENGO

5ª rodada
19/11/1980
PIAUÍ 1x1 TIRADENTES

Classificação (pontos ganhos)

1º River, 5 pontos.
2º Tiradentes, 4 pontos.
3° Flamengo, 2 pontos
4º Piauí, 1 ponto.
Obs.: O River sagrou-se campeão do 3° turno. E como já havia ganho também os dois turnos anteriores, o time tricolor sagrou-se campeão piauiense de 1980, sem necessidade de decisão contra outra associação.

Clássico Rivengo: a defesa do Flamengo, com Marins, Wagner e Pepeta (no cantinho direito, encoberto) numa missão quase impossível: segurar Edilson e Sima, os principais goleadores do Campeonato Piauiense naquela temporada.
OS JOGOS DO TÍTULO

16/11/1980 - RIVER 2x0 FLAMENGO
Local: Albertão (Teresina).
Arbitragem: Artur Braz, auxiliado por Luiz Antônio Caminha Veloso e Lineu Antonio de Lisboa Junior Santos.
Renda: Cr$ 454.510,00 com 9.489 pagantes.
Gols: Vitor 15 e Edílson 25 do 2° tempo.
Cartão amarelo: Décio Costa (FLA).
Expulsão: Joel, aos 40 do 2° tempo, por ofensas morais ao árbitro.
River – Duílio; Carioca, Ari (Zé Carlos), Luis Caucaia e Bitonho; Ubirani, Meinha e Sima; Vitor, Edílson e Edmael (Nascimento). Técnico: João Pereira da Silva (Mormaço).
Flamengo – Hindemburgo; Pepeta, Wagner, Marins e Jorge; Augusto, Joel e Carlinhos Bacurau; Mano (Décio Costa), Bodó e Edu (Santos). Técnico: Ênio Silva.

19/11/1980 - PIAUÍ 1x1 TIRADENTES
Local: Albertão (Teresina).
Preliminar: Parnahyba 3x2 Picos (Camp. Piauiense de Juvenis).
Arbitragem: Waldir Lima Vieira, auxiliado por Emílio Porto e Epitácio Soares Gondinho.
Renda: Cr$ 42.840,00 com 888 pagantes.
Gols: Zuega 12 e Derivaldo (pênalti) 24 do 1° tempo.
Cartões amarelos: João da Cruz (PIA), Zé Lima e Baiano (TIR).
Piauí – Batista; Washington, João da Cruz (Queiroz), Raimundo e Chico; Chicão, Catita (Mocó) e Maninho; Pilinguiça, Derivaldo e Zé Ramundo. Técnico: Dario de Souza.
Tiradentes – Duarte; Waldinar, Lambau, Baiano e Zé Lima; Zuega, Etevaldo e Hélio Rocha; Luiz Sérgio (Sabará), Flávio (Panzilão) e Acir. Técnico: Aurelino Esteves.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1º River Atlético Clube (Teresina)
2º Sociedade Esportiva Tiradentes (Teresina)
3º Esporte Clube Flamengo (Teresina)
4º Piauí Esporte Clube (Teresina)
5º Parnahyba Sport Club (Parnaíba)
6º Sociedade Esportiva de Picos (Picos)
7º Comercial Atlético Clube (Campo Maior)
8° Auto Esporte Clube (Teresina)

ÁRBITROS QUE MAIS APITARAM

15 jogos – Artur Braz e Paulo César Eckhardt.
9 jogos – Waldir Lima Vieira.
8 jogos – José Cavalcante Ferreira.
6 jogos – Gustavo Adolfo Maia.
5 jogos – Lineu Antônio de Lisboa Júnior Santos e Luiz Antonio Caminha Veloso.
2 jogos – José Roberto Ramiz Wright (Rio de Janeiro) e Valdílio Souza Falcão.

PRINCIPAIS GOLEADORES

19 gols – Edílson (River).
12 gols – Sima (River).
11 gols – Mocó (Piauí), Meinha (River) e Luiz Sérgio (Tiradentes).
8 gols – Flávio (Tiradentes).
7 gols – Hélio Rocha (Tiradentes).

MELHORES GOLEIROS (média de gols por jogo)

0,81 – Duílio (River) – 18 gols em 22 jogos
1,14 – Mário Boi (Parnahyba) – 8 gols em 7 jogos
1,17 – Cida (Tiradentes) – 20 gols em 17 jogos
1,20 – Batista (Piauí) – 18 gols em 15 jogos
1,25 – Lili (Parnahyba) – 10 gols em 8 jogos
1,26 – Hindemburgo (Flamengo) – 19 gols em 15 jogos

Flamengo perde Zuza e Cleiton para os próximos jogos

Nesta ocasião, Zuza e Cleiton Cearense, então adversários, foram expulsos. No TJD, suspensão de 4 jogos.
Sem advogado na sessão do Tribunal de Justiça Desportiva, o Flamengo acabou perdendo dois importantes jogadores para os próximos jogos da V Copa Piauí. Zuza e Cleiton Cearense, expulsos na decisão do Campeonato Piauiense, foram punidos com quatro jogos de suspensão. O Parnahyba também foi apenado. Confira o resultado do julgamento, realizado na noite de ontem.
 
Processo nº 38/2012
 
Zuza (atleta do Flamengo) - 4 jogos de suspensão
Cleiton Cearense (atleta do Parnahyba, hoje no Flamengo) - 4 jogos de suspensão
Célio (atleta do Flamengo) - absolvido
Batista Filho (auxiliar técnico do Parnahyba) - 6 jogos de suspensão
Parnahyba Sport Club - multa de R$ 1.000,00
 
Processo nº 39/2012
 
Joaci Moura (técnico do Comercial) - absolvido

Fried versus Pelé

 
Lançado pela Editora Makron Books, em dezembro de 2000, o livro FRIED VERSUS PELÉ trata-se de uma obra que tem, por objetivo, resgatar e traçar um comparativo entre as trajetórias de dois dos maiores goleadores do futebol de todos os tempos - Arthur Friedenreich, o primeiro grande artilheiro do futebol brasileiro, e Pelé, o maior de todos.
 
O texto sobre Friedenreich foi escrito por Severino Filho, enquanto Orlando Duarte produziu o material referente ao Rei Pelé. Embora seja uma obra fora das prateleiras das livrarias, ainda pode ser adquirido através do Mercado Livre ou da Estante Virtual.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Com um a menos, Bodão derrota campeão no litoral

Elias marcou o único gol do jogo.
Cansado pela maratona de jogos da semana passada, pela Série D, apenas um jogador no banco de reservas e ainda reduzido a dez atletas desde os 17 minutos do 2° tempo. Nada disso foi obstáculo suficiente para impedir que o Comercial conquistasse sua primeira vitória na Copa Piauí, por 1 a 0, hoje (30) à noite, no Estádio Mão Santa, diante do Parnahyba Sport Club, campeão piauiense da temporada 2012.

O primeiro tempo foi pobre de técnica. Poucas jogadas despetaram o reduzido público presente ao Piscinão. Na fase complementar, conscientes de que o empate não seriam bom para ninguém, parnaibanos e comercialinos se empenharam um pouco mais. E fizeram o nível da partida agradar.

Sem nenhuma opção no banco (o único atleta entrou ainda no primeiro tempo), o Comercial assistia o Parnahyba fazer as alterações em busca do primeiro gol. Mas foi aí que o goleiro Neto, como de costume, brilhou. Fez defesas de grande vulto, garantiu mesmo a integridade de sua cidadela. E viu, no finalzinho da partida, Elias aproveitar uma das poucas oportunidades que lhe surgiram para estabelecer 1 a 0.

O triunfo dentro de Parnaíba deixa o Comercial com chances de conquistar o primeiro turno. Precisa vencer o Piauí e decidir na última rodada, quando o River e o Flamengo também estarfão no páreo para ficar com o turno. O Parnahyba, por sua vez, está eliminado do 1° tuirno e agora vai apenas cumprir tabela, jogando diante do River. 

FICHA TÉCNICA

PARNAHYBA 0x1 COMERCIAL (V Copa Piauí - 1° Turno - Jogo da 3ª rodada); Data: 30/08/2012 (quinta-feira à noite); Local: Estádio Mão Santa (em Parnaíba); Arbitragem: Afonso Amorim de Sousa, auxilaido por Hélio Soares Freire e Inácio da Silva Sousa.

Renda: R$ 1.040,00 com 109 pagantes.

Gol: Elias 45 do 2° tempo.

Cartões amarelos: Marcos Gasolina, Nenzinho, Alessandro (PAR), Marcelo, Alisson, Cinelton, Dedê e Adam (COM).

Expulsões: Cinelton, aos 17, e Alessandro, aos 46, ambos por jogo violento (segundo amarelo), no 2° tempo.

Parnahyba - Ribamar; Pedro Roberto (Puxinha), Marcos Gasolina e Eridon; Damisson (Da Silva), Luciano, Alessandro, Isael e Nenzinho (Armeiro); Toni e Fabinho. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

Comercial - Neto; Marcelo, Alisson e Bruno Ernandes; Gaguinho, Janes (Adam), Jefferson Lopes, Cinelton e Samuel; Edias e Dedê. Técnico: Joaci Moura Ribeiro.

Conheça Jó, zagueiro do River

Na Copa Piauí, Jó tem sido um dos mais regulares do time tricolor.
Nome completo: Antônio Joelson Alves da Silva.

Local e data de nascimento: Teresina (PI), 09/11/1980 (31 anos).

Filiação: Pedro Alves da Silva Neto e Maria Ivone da Silva.

Estado civil: casado com Ana Caroline, tem uma filha - Pamela Vitória, de 7 anos de idade.

Altura: 1,79

Peso: 72 kg

Posição: zagueiro e volante.

Chuteiras: 40

Clubes: Esporte Clube Flamengo (Teresina – PI), River Atlético Clube (Teresina – PI), I), 4 de Julho Esporte Clube (Piripiri - PI), Sociedade Esportiva Tiradentes (Teresina - PI), Atlético Cajazeirense de Desportos (Cajazeiras - PB), Sousa Esporte Clube (Sousa - PB), Potiguar Esporte Clube (Parnamirim - RN), Sociedade Esportiva Nacional (Santa Inês - MA), Central Sport Club (Caruaru - PE), Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube (Santa Cruz do Capibaribe - PE), Maranguape Futebol Clube (Maranguape - CE), Associação Trairiense de Futebol (Trairi - CE), Guarany Sporting Club (Sobral - CE), Itapipoca Esporte Clube (Itapipoca - CE), Crateús Esporte Clube (Crateús - CE) e Horizonte Futebol Clube (Horizonte - CE).

Principais títulos: Taça Cidade de Teresina Sub-20 em 1999; Campeonato Piauiense de Juniores em 2000; Campeonato Piauiense da 1ª Divisão de Profissionais em 2003 (todos pelo Flamengo), Campeonato Brasileiro da Série C 2010 (Guarany de Sobral), Campeonato Pernambucano da 2ª Divisão 2004 (Ypiranga) e Copa Fares Lopes 2012 (Horizonte).

DOZE PERGUNTAS PARA JÓ

No flagrante de Vianey Moura, uma vistosa bicicleta do zagueiro Jó.
Entre 4-2-4 e 3-5-2, em qual esquema tático prefere atuar?
Prefiro o 4-4-2, embora me adapte a qualquer outro esquema que seja necessário para a equipe.

Qual o jogo inesquecível de sua carreira como atleta profissional?
Foi o Rivengo da final do 1° turno do Campeonato Piauiense de 2002, quando eu jogava no Flamengo. O jogo saiu 1 a 0 e o gol da vitória foi meu.

Prá quem marca poucos gols, em face do seu estilo mais defensivo, este gol seria o inesquecível?
Sem nenhuma dúvida. Marcar gol em Rivengo já é inesquecível. E este, então, teve todos os ingredientes para ser sempre lembrado. O clássico terminou 1 a 0, fiz o único gol, e a vitória valeu ao Flamengo o título de campeão do 1° turno.

Você começou como volante. Deixou o futebol piauiense nesta posição e agora retorna como zagueiro. Se for preciso, volta a jogar na posição original?
Se depender de minha preferência, não. Eu já estou há cinco anos jogando como zagueiro e teria que me readpatar a minha posição de origem. É melhor não mexer no que vem dando certo.

Uma grande tristeza e uma grande alegria no futebol?
Tristeza não existe em minha carreira. Alegria? A grande atuação no jogo contra o Fluminense do Rio, pela Copa do Brasil de 2004, que proporcionou o interesse do Fluminense pelo meu trabalho e minha ida para a França. Embora não tenha se confirmado a ida para o Rio de Janeiro, e a França não tenha sido um casamento que eu esperava, mas aquele momento foi uma grande alegria dentre tantas outras que já tive no futebol.

Tem se falado muito no futebol do Piauí jogar a Copa Nordeste. Você já atuou em clubes da Paraíba, Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte. O nível do nosso futebol está no mesmo patamar dos outros clubes da região nordeste?
Honerstamente, eu acho que não. Estamos um pouco mais abaixo. Precisamos melhorar. Se entrar do jeito que as coisas estão, é correr o risco de novos vexames.

O melhor companheiro de zaga?
Foi o Zezé, que jogou aqui no River. Atuei com ele no Horizonte. É um grande profissional e fizemos uma excelente dupla de zaga.


Ídolo do passado, Nivaldo entra em campo pelas mãos de Jó. Reverência e respeito do capitão e ídolo de hoje.
Um atacante que tirava seu sono na véspera do jogo?
Cleo, hoje no Fortaleza. Joguei várias vezes contra ele, na Paraíba e no Ceará. Exige atenção do zagueiro durante os 90 minutos.

Um treinador que você faz questão de destacar entre tantos que já lhe dirigiram?
O Djalma Linhares, no Central de Caruaru. Me ensinou muito. Foi importante trabalhar com ele.

Qual o melhor gramado em que você jogou?
O do Frasqueirão, estádio do ABC, em Natal. É excelente.

Que profissão pretende seguir quando deixar o futebol?
Já estou atuando no ramo de material esportivo e é nisso que vou me aperfeiçoar quando pendurar as chuteiras.

Se tivesse que convocar uma seleção piauiense dos jogadores que atuaram na sua época, contra ou a favor, quem você convocaria?
Vamos lá: Jefferson (joguei com ele no Horizonte); Niel, Zezé, Jó e Serginho (atuamos juntos no Ypiranga); Diogo Maia, Elanardo (atuamos no Horizonte), Tarso e Inha; André Caçaco (do Horizonte) e o Sílvio (campeão e artilheiro pelo Flamengo em 2003).

Copa Piauí prossegue com Parnahyba x Comercial

Em jogo programado para 20 horas desta quinta-feira (30), terá prosseguimento no Estádio Mão Santa, em Parnaíba, o primeiro turno da V Copa Piauí. Com os dois times ainda no páreo, a disputa pelos três pontos promete ser das mais acirradas, uma vez que a derrota, para qualquer uma das equipes, significará o adeus a esta primeira etapa da competição.

O campeão piauiense terá o retorno do zagueiro Eridon, que cumpriu suspensão, mas perdeu Totonho, pelo terceiro cartão amarelo. Outro desfalque é o zagueiro Gilmar Bahia, que cumprirá o segundo jogo da suspensão que lhe foi imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva. O técnico Moroni (foto), como de costume, confirma a escalação somente no estádio.

Cansado da maratona de jogos pela Série D do Campeonato Brasileiro, o Comercial tem, neste quesito, a principal desvantagem para seu adversário. O time jogou segunda, quarta e domingo, sendo este último em Cuiabá. Mal chegou de viagem, já foi embarcando para Parnaíba. O time do técnico Brinquedo também está indefinido.

Afonso Amorim de Sousa dirige Parnahyba x Comercial. Seus assistentes: Hélio Soares Freire e Inácio da Silva Sousa. O quarto árbitro - Moisés Sousa dos Santos. O Parnahyba tem 2 pontos e mais dois jogos por disputar - contra Comercial e River. O Comercial, por sua vez, soma 1 ponto, mas ainda joga contra Parnahyba, Piauí e 4 de Julho.


quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Só o River depende apenas de si para ganhar 1° turno

River lidera o primeiro turno e é o único que pode atingir os 11 pontos.
Beneficiado pelo empate entre Flamengo e Parnahyba, o River continua dependendo apenas de si para concluir o primeiro turno como campeão e finalista da V Copa Piauí. Mesmo com o empate de ontem, o Tricolor mantém este privilégio, sendo o único time que pode atingir a soma de 11 pontos ganhos.

Mas Flamengo, Comercial e Parnahyba ainda podem garantir o título do 1° turno. Precisam, porém, de uma combinação de resultados. Quanto a Piauí e 4 de Julho, ambos agora devem preparar seus times para tentar vencer o 2° turno. O Piauí tem apenas 1 ponto e não alcança mais o River.

A situação do 4 de Julho poderia ser muito boa, pois é vice-lider, com 7 pontos ganhos. Mas incluiu o atacante Alex Paraíba de forma irregular, no jogo contra o Piauí, e perderá 3 pontos no TJD, em sessão que deverá ser realizada na próxima semana. Caindo para 4 pontos, também fica fora da luta pelo título do 1° turno. Confira, adiante, alguns números da V Copa Piauí.

CLASSIFICAÇÃO

1° River, 8 pontos, 2 vitórias e 3 gols de saldo
2° 4 de Julho, 7 pontos, 2 vitória e 3 gols de saldo
3° Flamengo, 7 pontos, 2 vitórias e 2 gols de saldo
4° Parnahyba, 2 pontos e saldo -2
5° Comercial, 1 ponto e saldo -2
6° Piauí, 1 ponto e saldo -4

Toni é um dos artilheiros do Parnahyba na V Copa Piauí.
ARTILHEIROS

3 gols - Crislan (River) e Pretinho (4 de Julho).
2 gols - Jefferson (Flamengo)  e Anderson Kamar (River).
1 gol – Jefferson Pipoca, Alisson, Elias (Comercial), Ranielson, Marcos Vinícius, Darlan, Marcelão, Flavinho (Flamengo), Fabinho, Toni, Damisson (Parnahyba), Fabiano (Piauí), Leandro (River), Joniel, Rivellino e Wilsinho (4 de Julho).

GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO (MÉDIA DE GOLS POR PARTIDA)

0,50 - Geo (4 de Julho) - 1 gol em 2 jogos
0,66 - Jaílson (4 de Julho) - 2 gols em 3 jogos
0,75 - Robinho (River) - 3 gols em 4 jogos
1,25 - Robson (Flamengo) - 5 gols em 4 jogos.
1,66 - Ribamar (Parnahyba) e Rodrigo (Piauí) - 5 gols em 3 jogos
2,50 - Neto (Comercial) - 5 gols em 2 jogos.

ESTÁDIOS UTILIZADOS

5 jogos - Lindolfo Monteiro (Teresina).
2 jogos - Felipe Raulino (Altos) e Ytacoatiara (Piripiri).
1 jogo - Mão Santa (Parnaíba).

ARBITRAGENS

3 jogos - Leonardo Marques Fortes.
2 jogos - Antônio Dib Moraes de Sousa, Antônio Santos Nunes e Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves.
1 jogo - Afonso Amorim de Sousa.

Marcos Vinícius fez 1 dos 7 gols que o Flamengo assinalou.
ATAQUES

7 gols - Flamengo.
6 gols - River e 4 de Julho.
3 gols - Comercial e Parnahyba.
1 gol - Piauí.

DEFESAS

3 gols - 4 de Julho e River.
5 gols - Flamengo, Parnahyba, Comercial e Piauí.

ATLETAS EXPULSOS

1 jogo - Gilmar Bahia, Eridon (Parnahyba), Marcelo (Piauí), Renan (River) e Jaílson (4 de Julho).

MARCAS HISTÓRICAS

1º gol – Crislan (River), no jogo Comercial 2x2 River, em 04/08/2012.
50º gol – ....

GOLS MAIS RÁPIDOS

11 min - Jefferson (Flamengo), no jogo Comercial 1x3 Flamengo, em 15/08/2012.
15 min - Crislan (River), no jogo River 1x0 Flamengo, em 19/08/2012.
18 min - Toni (Parnahyba), no jogo Flamengo 2x2 Parnahyba, em 26/08/2012.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

2 jogos - Oliveira Canindé (Flamengo), Aníbal Lemos (River) e Paolo Rossi (4 de Julho).

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

1 jogo - Joaci Moura (Comercial), Oliveira Canindé (Flamengo), Paolo Rossi (4 de Julho) e Paulo Moroni (Parnahyba).
2 jogos - Marcão (Piauí).

PRÓXIMOS JOGOS

30/08 (quinta-feira)
20h00 - Mão Santa (Parnaíba) - PARNAHYBA x COMERCIAL

02/09 (domingo)
17h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - PIAUÍ x COMERCIAL

05/09 (quarta-feira)
15h45 - Felipão (Altos) - COMERCIAL x 4 DE JULHO
20h00 - Lindolfo Monteiro (Teresina) - FLAMENGO x PIAUÍ
20h00 - Mão Santa (Parnaíba) - PARNAHYBA x RIVER

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Futebol feminino: FFP convoca reunião para quinta

Encerradas as inscrições para a disputa do Campeonato Piauiense de Futebol Feminino, a FFP está convocando, para a próxima quinta-feira (30), a partir das 17 horas, uma reunião com os representantes dos clubes filiados que irão tomar parte da competição. Na ordem do dia, definições sobre o regulamento, fórmula de disputa e data de início do certame.

Morre o lateral Mano: futebol perde mais um ídolo

Mano com a camisa do Flamengo, em 1982.
O ex-lateral esquerdo Mano, que atuou nos dois times de maior torcida ca capital piauiense - Flamengo e River -, faleceu na tarde desta terça-feira (28), em Teresina, depois de passar vários anos com uma enfermidade que o deixou paralítico. O velório acontece na Pax União, Avenida Miguel Rosa, centro de Teresina.

Airton Scarcela Veloso, o Mano, pode até não ter sido um craque consumado, mas tinha habilidade e amor à camisa do clube que defendia. Esses dois predicados fizeram do lateral esquerdo Mano, por algumas temporadas, titular absoluto do Esporte Clube Flamengo e, em seguida, do River Atlético Clube.

Seguro na marcação e eficiente no apoio ao ataque, Mano não teve dificuldades para, já no início dos anos 80, fazer o papel do ala moderno de hoje. As emoções do clássico Rivengo ele passou a viver em 02/05/1981, quando disputou o primeiro de uma série de 22 jogos. O técnico Aurelino Esteves lhe deu a missão de segurar as arrancadas do ponta direita Vitor, então no auge da carreira.

Em 86, com a camisa tricolor do River.
Mano cumpriu a tarefa com absoluta segurança e Vitor pouco pode fazer, fator primordial para o resultado final de 0 a 0. Os 22 clássicos foram divididos meio a meio para cada camisa. Foram 11 pelo Flamengo e os outros 11 pelo River. Venceu mais que perdeu - 8 a 7 -, e empatou os sete restantes. Só não foi campeão piauiense porque passou pelos dois grandes em momentos de pouca inspiração de suas diretorias.

Hoje à tarde, com 51 anos de idade (Teresina-PI, 30/10/1960), faleceu depois de passar cerca de 10 anos enfermo, período em que recebeu poucas visitas e foi esquecido por muitos. Menos mal que sua história, envergando as camisas de River e Flamengo, está gravada no futebol piauiense e jamais será apagada.

São Joaquim ganha título no Matadouro

O time do São Joaquim ficou com o título da Copa dos Comerciários de Futebol Masters (Quarentão), disputada no Estádio Belchior Barros, bairro Matadouro, zona norte da capital piauiense. No jogo final, domingo último, derrotou o Matinha por 1 a 0. Parabéns ao pessoal que compõe o São Joaquim - diretores, atletas, comissão técnica, torcedores - e também ao presidente do Centro Esportivo do Matadouro, De Assis, pela organização do evento.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Golaço de Crislan garante empate tricolor contra 4 de Julho

Crislan: um gol de placa no LM.
Com um golaço do atacante Crislan, ao apagar das luzes, o River conseguiu empatar com o 4 de Julho na noite desta segunda-feira (27), por 1 a 1, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, e garantiu a condição de lider isolado do 1° turno da V Copa Piauí. O time de Piripiri vencia até os 48 minutos do 2° tempo, quando Crislan igualou a partida.

O placar numérico diz muito bem o que foi o jogo. No primeiro tempo, quando estabeleceu 1 a 0, o 4 de Julho foi superior ao River. Quando Pretinho marcou o gol colorado, aproveitando um passe de Mica, fazia-se justiça ao melhor futebol do quadro visitante. O que já não correu no segundo tempo, principalmente em face das entradas de Péricles e Maranhão.

Rápido, Maranhão deu uma nova dinâmica ao setor ofensivo tricolor. De seus pés saíram dois passes para Crislan colocar a bola na rede. Na primeira situação, o atacante errou o alvo. Nos acréscimos, porém, ele acertou um chute espetacular, "num dos mais belos gols da história do Estádio Lindolfo Monteiro", atestou o narrador esportivo da Rádio Pioneira, Dídimo de Castro, que cobre jogos do Campeonato Piauiense há 50 anos.

Nem o fato de ter ficado reduzido a dez atletas, em face da expulsão de Renan, a partir dos 30 minutos do 2° tempo, foi suficiente para atrapalhar a reação riverina. Com este empate de 1 a 1, o River mantém a liderança isolada do 1° turno, agora com 8 pontos ganhos, com Flamengo e 4 de Julho vindo logo atrás, com 7 pontos. 

FICHA TÉCNICA

RIVER 1x1 4 DE JULHO (V Copa Piauí - 1° Turno - 4ª rodada); Data: 27/08/2012 (segunda-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (em Teresina); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por José Valmir dos Santos Xavier e Rogério de Oliveira Braga.

Renda: R$ 2.590,00 com 260 pagantes.

Gols: Pretinho 38 do 1° tempo; Crislan 48 do 2°.

Cartões amarelos: Renan, Crislan (RIV), Paulo Maranhão, Mica, Arnaldo Carioca e Evandro (4J).

Expulsão: Renan, aos 29 do 2°, por prática de jogo brusco (segundo amarelo).

River - Robinho; Leandro, Jó e Renan; Tote, Binha, Tela, Mimi (Maranhão) e Fabiano (Péricles); Anderson Kamar (Dudu) e Crislan. Técnico: Joaquim de Oliveira Lemos Júnior (Aníbal Lemos).

4 de Julho - Jaílson; Wilsinho, Paulo Maranhão, Arnaldo Carioca e Mica; Juninho (Fábio Ubajara), Dacha (Cloelson), Ivanzinho e Evandro; Alex Paraíba e Pretinho (Rivellino). Técnico: João Rufino Nascimento (Paolo Rossi).

River x 4 de Julho disputam liderança no LM

Um jogo de grande importância para a liderança do primeiro turno da V Copa Piauí. Assim será o confronto entre River e 4 de Julho, na noite desta segunda-feira (27), a partir das 20 horas, no Estádio Municipal Lindolfo Monteiro. O River tem 7 pontos, contra 6 do 4 de Julho. Este último, porém, está na iminência de perder 3 pontos no TJD, em decorrência de ter utilizado o atacante Alex Paraíba, contra o Piauí, quando este ainda não estava regularizado.

Na noite de hoje, será a primeira vez que o goleiro Robinho (foto ao lado) atuará contra seu ex-clube depois de ter sido campeão piauiense e se tornado ídolo do time colorado. O técnico Aníbal Lemos não confirmou a equipe que vai começar o jogo contra o 4 de Julho, mas deve ser a mesma formação que inicou o clássico diante do Flamengo.

Paolo Rossi, treinador do 4 de Julho, a exemplo de Aníbal, não confirmou o time que vai começar o jogo. Desta vez, Alex Paraíba já poderá jogar regularmente. E Jaílson, que foi julgado pelo TJD, foi absolvido. O desfalque será fora das quatro linhas, onde o preparador físico Maurício Reis cumprirá suspensão imposta pela Justiça Desportiva.

A arbitragem de River x 4 de Julho sofreu alteração. O árbitro escalado, Francisco Pereira de Lima Junior, sofreu uma entorse no tornozelo, por ocasião do jogo Paysandu x Icasa, pela Série C, em Belém. Seu substituto será Leonardo Marques Fortes. Os assistentes foram mantidos: José Valmir dos Santos Xavier e Rogério de Oliveira Braga. O quarto árbitro será Hélio Soares Freire.


domingo, 26 de agosto de 2012

Mozart Bastos e Costinha: duas perdas do futebol

Rivengo de 1985, com grande público no Albertão, visto pela objetiva de Costinha.
Este domingo, para o futebol piauiense, também foi marcado por duas perdas. Faleceram o repóter-fotográfico Raimundo Costa (Costinha) e o ex-diretor de futebol da FFP, Mozart Bastos. Ambos tiveram atuante participação no futebol piauiense do final da década de 1970 ao início da seguinte.

Costinha (Foto: Wagner Santos)
Raimundo Costa, o Costinha, documentou, para vários jornais piauienses, imagens de jogos dos nossos clubes e de outros esportes também. Num domingo como o de hoje, há 25, 30 anos atrás, estava também à beira do gramado, atrás dos gols, registrando as fotos para o jornal que prestava serviço.

Trabalhamos, lado a lado, na empresa O DIA. Costinha repórter-fotográfico. Eu, editor da página de esportes. Em dezenas de jogos, estivemos juntos, no gramado do Estádio Albertão ou do Lindolfo Monteiro. Filho de outro grande profissional da fotografia - Antônio Costa -, Costinha parte deixando uma grande saudade. Quem trabalhou ao seu lado, como eu, sabe muito bem disso.

Mozart Bastos (foto à direita), por sua vez, foi diretor de futebol da Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí), durante vários anos. Por ocasião do histórico vice-campeonato brasileiro de juniores, em 1981/82, era ele o diretor da entidade que seguiu com a garotada para os jogos fora do Piauí.

Nos primeiros passos da minha carreira como jornalista esportivo, conheci Mozart Bastos já como diretor da Federação. Sempre solícito, foi um dos dirigentes que me deram bastante apoio no difícil começo de todo profissional da comunicação. Sempre que o procurava, tinha as informações que precisava sem qualquer dificuldade. 

Mozart e Costinha. Ambos faleceram neste domingo. Às famílias enlutadas, nosso sentimento de pesar. A eles, Mozart e Costinha, a gratidão por sempre terem tido, com este profissinal, um respeito e um carinho muito grandes, sempre em nome de uma causa comum - o futebol piauiense.

Fla reage no final e arranca empate com o Parnahyba

Toni domina, cercado por Marcos Vinícius (2) e Marcelão. Wildinho (ao fundo), Isael (10) e Nenzinho (6) também acompanham a jogada.
Depois de um primeiro tempo ruim, onde terminou derrotado por 2 a 0, o Flamengo reagiu na fase final e conseguiu empatar com o Parnahyba nos últimos minutos, no jogo de abertura da quarta rodada do 1° turno da V Copa Piauí, disputado hoje (26), no Estádio Municipal Lindolfo Monteiro, em Teresina.

O Flamengo não foi tão inferior ao Parnahyba, no primeiro tempo, como o placar pode refletir. A derrota de 2 a 0 foi muito mais pelo fato do adversário ter sido mais eficaz naas conclusões das oportunidades que criou, em número menor que as do Flamengo. O diferencial foi a falta de acerto nas conclusões, por parte do ataque rubro-negro, e falhas coletivas no setor defensivo.

Portugal x Gasolina: no duelo dos Marcos, deu empate: 2 a 2
Três substituições no intervalo, porém - Marcos Vinícius, Marcos Portugal e Darlan cederam seus lugares para Jorginho, Laércio e Flavinho -, é que deram ao Flamengo uma nova postura em campo e a agressividade, com acertos, ingrediente que fez falta nos primeiros 45 minutos. O resultado foi um Flamengo em cima, buscando o gol.

Conseguiu em duas oportunidades, aos 32 minutos (com Marcelão) e seis minutos mais tarde (com Flavinho), garantindo o empate. Se não foi o melhor resu ltado, pelo menos não foi derrotado, mantendo esperanças de ser campeão do primeiro turno da V Copa Piauí. 

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2x2 PARNAHYBA (V Copa Piauí - 1° Turno - 4ª rodada); Data: 26/08/2012 (domingo à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Izaura de Sousa e Silva.

Renda: R$ 690,00 com 63 pagantes.

Gols: Toni  18 e Damisson (cabeça) 30 do 1° tempo; Marcelão (cabeça) 32 e Flavinho 38 do 2°.

Cartões amarelos: Jefferson, Laércio, Marcelão (FLA), Damisson, Pedro Roberto, Da Silva e Pio (PAR).

Expulsão: Totonho, aos 26 do 2º, por ofensas morais ao árbitro (vermelho direto).

Flamengo - Robson; Marcos Vinícius (Jorginho), Marcelão, Wildinho e Cleiton Cearense; Célio, Marcos Portugal (Laércio), Bruno Potiguar e Darlan (Flavinho). Ranielson e Jéferson. Técnico: Oliveira dos Santos Lopes (Oliveira Canindé).

Parnahyba - Ribamar; Dámisson, Pedro Roberto, Marcos Gasolina e Nenzinho; Alessandro, Luciano (Pio), Totonho e Isael (Sorim); Toni e Fabinho (Da Silva). Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

Bodão vence no Tocantins e ainda aspira segunda vaga

Elias, atacante do Comercial, atuou na vitória de hoje.
Com uma atuação sem a necessidade de muito brilho, em face da fragilidade do adversário, o Comercial derrotou o Araguaína na tarde deste domingo, por 2 a 0, em Araguaína, e manteve a esperança de figurar na segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, como um dos classificados do Grupo 2. 

Com 8 pontos ganhos, o Bodão agora vai aguarda o desfecho do "Caso Mixto" no STJD da CBF, a fim de manter suas possibilidades de ficar com a segunda vaga da chave. O time piauiense espera que o Mixto seja apenado com a perda de 15 pontos, pois teria incluído um atleta de forma irregular. O problema ainda vai entrar em pauta para julgamento do StJD.

A vitória deste domingo começou a se desenhar com apenas 3 minutos de bola rolando. O zagueiro Alisson foi o autor do gol que colocou o Comercial na frente. Os dois times, sem muita inspiração, não proporcionavam um grande jogo. E o time piauiense aproveitou para selar sua vitória, aos 35 do 2° tempo, com um chute de Leo, que balançoui a rede do adversário e determinou a segunda vitória piauinese na competição.

Um público pagante de apenas 89 torcedores esteve presente ao Estádio Mirandão, em Araguaína, proporcionando a fraca arrecadação de R$ 1.060,00. Outros 35 não pagantes completaram os números de público no jogo de hoje em Araguaína. No outro jogo do grupo, o Sampaio Correa derrotou o Mixto, de Cuiabá, por 1 a 0, e fechou a primeira fase com 100% de aproveitamento.

FICHA TÉCNICA

ARAGUAÍNA 0x2 COMERCIAL (Campeonato Brasileiro - Série D - 1ª Fase - 10ª rodada); Data: 26/08/2012 (domingo à tarde); Local: Estádio Leôncio Miranda (Araguaína - TO); Arbitragem: Wales Martins de Souza (Distrito Federal), auxiliado por Luciano Benevides de Sousa (Distrito Federal) e Antônio Fernando de Sousa Santos (Maranhão).

Renda: R$ 1.060,00 com 89 pagantes.

Gols:  Alisson 3 do 1° tempo; Leo 35 do 2°.

Cartões amarelos: Adenisio (ARA), Cinelton, Erinaldo, Elias e James (COM).

Araguaína - Raphael; Marcelo Lanza, Paulão, Robson (Dequinha) e Gustavo; Marcelo, Adenisio, Mael e Bruno Guedes (Bar); Dinho (Ueslei) e Toddy. Técnico: Leonardo de Sousa Barbosa.

Comercial - Neto; Erinaldo (Dedê), Marcelo, Alisson e Tiaguinho; Bruno Ernandes, Ithalo (James), Leo e Cinelton (Jeferson Lopes); Elias e Samuel. Técnico: Joaci Moura Ribeiro.

De olho na liderança, Flamengo enfrenta Parnahyba

Flamengo e Parnahyba voltam a se enfrentar no Estádio Lindolfo Monteiro.
Vice-lider da V Copa Piauí, com seis pontos ganhos, o Flamengo enfrenta o Parnahyba na tarde deste domingo (17 horas), no Estádio Municipal Lindolfo Monteiro, com possibilidades de reassumir a liderança do primeiro turno. Para tal, precisa vencer o campeão piauiense que, por sua vez, também precisa da vitória para ter alguma aspiração neste primeiro turno.

Oliveira Canindé, técnico do Flamengo, não confirmou a estréia de Gauchinho no time rubro-negro. O atacante, que atuou nas categorias de base do Corinthians Paulista, é o mais recente reforço do time rubro-negro para a competição. Com 6 pontos ganhos em três jogos, o Flamengo está na segunda colocação, atrás do River. 

O Parnahyba, por sua vez, terá que improvisar mais uma vez. O técnico Paulo Moroni não contará com Gilmar Bahia e Eridon, suspensos pelo Tribunal de Justiça Desportiva. Este será o primeiro confronto das duas equpes após a partida final do Campeonato Piauiense, quando o Tubarão sagrou-se campeão piauiense.

A arbitragem de Flamengo e Parnahyba estará sob a responsabilidade de Antônio Dib Moraes de Sousa, que terá como assistentes Francisco Nurisman Machado Gaspar e Izaura de Sousa e Silva. O quarto árbitro será Wanderson dos Santos Lima.

Ainda sonhando, Comercial enfrenta Araguaína

Neto é o principal destaque do time comercialino.
Acreditando na possibilidade da Justiça Desportiva tirar 15 pontos do Mixto, atual vice-lider do Grupo 2, o Comercial enfrenta o Araguaína na tarde deste domingo (26), pela Série D do Campeonato Brasileiro, sonhando com a classificação para a setgunda fase da competição promovida pela CBF.

Depois de vencer a primeira partida, na penúltima rodada, o Comercial viajou para Tocantins com esta esperança. O time local, porém, está na mesma situação e vai buscar a vitória para, em seguida, aguardar o desfecho do problema do Mixto com a Justiça Desportiva. Com os dois times de olho numa quase impossível classificação, o jogo promete ser dos mais disputados.

A vitória sobre o Santos, quarta-feira, deu um pouco de motivação aos jogadores do Comercial. O goleiro Neto, escolhido pela crônica como o grande detaque do jogo, está otimista. "Se depender de minha dedicação, o Comercial não vai levar gol e vamos buscar a vitória. Temos que acreditar até expirarem todas as possibilidades".

O time viajou praticamente definido. O técnico Brinquedo não tem muitas opções e deve usar a máxima de não mexer no time que venceu. O jogo Araguaína x Comercial tem início programado para 16 horas, com arbitragem de Wales Martins de Sousa, auxiliado por Luciano Benevides de Sousa e Antônio Fernando de Sousa Santos.

sábado, 25 de agosto de 2012

Sub-18: Barras é campeão com mais uma goleada

Kevilly recebe a bola à sua feição. Daqui vai sair o chute que culminou no 1° gol do Barras.
Repetindo o mesmo placar do jogo em que se enfrentaram pela terceira fase, o Barras voltou a golear o Auto Esporte, por 5 a 0, e, pela primeira vez, conquistou o título do Campeonato Piauiense Sub-18, promovido pela Federação de Futebol do Piauí. Com 86% de aproveitamento, o time apenas ratificou o seu favorfitismo absoluto.

Foram 90 minutos de inteira supremacia do time do Barras. Em alguns momentos, o Auto Esporte conseguiu armar o ataque e buscar o gol, mas em percentuais bem menores que o adversário, campeão com inteira justiça. Não foi à toa que a garotada do Barras repetiu o mesmo placar da terceira fase - Barras 5 x Auto Esporte 0.

Neste lance, o goleiro Ivan conseguiu evitar que a bola chegasse até a cabeça do zagueiro Lucas Maranhão.
A goleada começou a ser construída aos 30 minutos do primeiro tempo, quando o ala esquerda Kevilly recebeu uma bola açucarada. Chutou forte, no canto direito do goleiro, que não conseguiu efetuar a defesa. Assim terminou o primeiro tempo. Na fase final, Barras manteve sua supremacia e foi definindo a conquista do título gradativamente.

Aos 9, Bruno usou a cabeça para estabelecer 2 a 0 e igualar-se a Robinho (Krac) e João Victor (Flamengo) na artilharia-mor da competição, com 10 gols. Mas se o título seria dividido com toda a equipe, Bruno não queria divisão na artilhairia. E marcou mais um, isolando-se como principal goleador, com 11 gols. Depois, Lucas Sousa e Luiz Henrique definiram a goleada.

O árbitro Antônio Santos Nunes e os demais membros da equipe de arbitragem tiveram um trabalho tranquilo e sem ressalvas. Além de conquistar o título do Campeonato Piauiense Sub-18 e garantir a vaga do futebol piauiense na próxima Copa São Paulo de Futebol Júnior, o time campeão também ficou com o título do futebol na Olimpiauí, promovida pela TV Cidade Verde.

Com esta garotada, o Barras conquistou o título Sub-18 merecidamente.
FICHA TÉCNICA

BARRAS 5x0 AUTO ESPORTE (VI Campeonato Piauiense de Futebol Sub-18 - Jogo final); Data: 25/08/2012 (sábado à tarde); Local: Clube das Classes Produtoras (Teresina); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e Antônio Gonçalves Area.

Gols: Kevilly 30 do 1° tempo; Bruno (cabeça) 9, Bruno 16, Lucas Sousa (pênalti) 30 e Luiz Henrique 35 do 2°.

Barras - Danilo; Goner, Lucas Sousa, Lucas Maranhão e Kevilly; Pedro, Victor, Dindê e Bruno (Jefferson); Klinsmann (Yuri) e Luiz Henrique. Técnico: José Danilo Queiroz.

Auto Esporte - Ivan; Wesley, João Lucas, João Victor e Jardson; João Carlos, Kalysson, Katriel e Leonardo (Thalles Victor); Danilo (Thallys) e Josias (Richardson). Técnico: Aldides Barroso de Castro (Maradona).

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Sub-18: Barras e Auto Esporte fazem final nas Classes Produtoras

Bruno: favorito ao título, também pode ser artilheiro.
Após a disputa de quase cem jogos, distribuídos em três fases, o VI Campeonato Piauiense Sub-18 chega ao seu final na tarde deste sábado (25), com o decisivo confronto entre Barras e Auto Esporte, programado para as 16 horas, no campo do Clube das Classes Produtoras, localizado às margens da BR-343.

Com 100% de aproveitamento na terceira fase, onde chegou a golear o próprio Auto Esporte por 5 a 0, o time do Barras é franco favorito ao título. O técnico Danilo Queiroz, porém, tem evitado que o clima de favoritismo possa prejudicar a equipe e a ordem no grupo é respeitar o Auto Esporte e ve-lo como um grande adversário.

Leo é um dos talentos do time alviverde. Também busca a artilharia.
Além do título de campeão, a artilharia da competição também estará em jogo. NO momento, Robinho (Krac) e João Victor (Flamengo) são os principais goleadores do certame, com 10 gols, mas Bruno (9 gols) e Klinsmann (7), ambos do Barras, e Leo (8), do Auto Esporte, também pensam na possibilidade de terminar como principal goleador.

De acordo com o regulamento da competição, ninguém leva vantagem. Quem vencer será o campeão. Se houver empate no tempo normal, o título será decidido na cobrança de tiros livres da marca do pênalti. A arbitragem de Barras x Auto Esporte será de Antônio Santos Nunes, auxiliado por Edmilson Timóteo da Silva e Francisco Antônio Gonçalves Arêa. O quarto árbitro será Moisés Sousa dos Santos.

ALBUM DE OURO DOS CAMPEÕES SUB-18

2007 - Auto Esporte Clube
2008 - Esporte Clube Flamengo
2009 - Piauí Esporte Clube
2010 - Fluminense Esporte Clube
2011 - Esporte Clube Flamengo

Sitricom: cinco jogos abrem a X Copa das Construtoras

Com a realização de cinco partidas, sendo três nesrte sábado e as demais no domingo, o Sitricom abre neste final de semana a X Copa das Construtoras, que terá a participação de 24 associações, mobilizando cerca de 700 trabalhadores-atletas. Na semana passada, a Betacom venceu o Torneio Início. Confira a programação da rodada de abertura da competição:

25/08 (sábado)
15h30 - Andrade Junior x Kalfix
16h30 - Decta x AC Construções
17h30 - J.S. x Mauro Lopes

26/08 (domingo)
8h30 - Costa Pinheiro x Gama
9h30 - NPJ x Garra

NPJ faz seu primeiro jogo na rodada de domingo, contra o Garra.

Piauí perde mais um ex-atleta em apenas 5 dias

Time do Piauí no Torneio Dirceu Arcoverde, em 1978: Cafofa, Félix, Ribas, Queiróz, Raimundo e Carlinhos (em pé); Rodrigues, Aníbal, Cacá, Rui Lima e Edmilson Furtado (agachados).
A morte do ex-goleiro Félix, campeão do mundo com a Seleção Brasileira em 1970, representa, também, o falecimento do terceiro ex-atleta do Piauí Esporte Clube em apenas cinco dias. Antes do goleiro, que fez duas partidas pelo time rubroanil, já haviam falecido o ex-zagueiro Miranda (na segunda-feira) e o ex-meia e atacante Edmilson Furtado (na quarta-feira). Félix faleceu nesta sexta-feira, em São Paulo.

A passagem de Félix Miélli Venerando pelo Piauí Esporte Clube foi semelhante à de Marcelinho Carioca pela Seleção Piauiense, ocorrida no mês passado. No caso do goleiro, ele participou de um torneio internacional, denominado Torneio Dirceu Arcoverde, promovido em 1978, com a participação de Piaui, Flamengo, River e Seleção Uruguaia de Novos. 

Félix defendeu o gol do Piauí, nas duas partidas que o time rubroanil jogou naquela ocasião, ao lado, inclusive, de Edmilson Furtado, falecido anteontem. No primeiro jogo do torneio, em 08/03/1978, o Piauí foi derrotado pelo Flamengo, por 2 a 1. No segundo, três dias depois, derrota para o River, por 1 a 0. Nos dois jogos, Félix foi substituído pelo goleiro piauiense Teodoro.

4 de Julho perderá três pontos na Justiça Desportiva

Alex Paraíba não poderia jogar contra o Piauí e o fez de forma irregular.
A equipe do 4 de Julho deverá perder os três pontos que conquistou ao vencer o Piauí, no último final de semana, pelo 1° turno da V Copa Piauí. O time colorado utilizou o atacante Alex Paraíba sem que o nome do mesmo estivesse constando no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. A denuncia foi feita pelo River Atle´tico Clube, que tem interesse na perda dos pontos por parte do time de Piripiri, atual vice-lider da competição.

De fato, o nome de Alex Paraíba só aparece no BID da CBF com data de segunda-feira, dia 20 de agosto. E o mesmo atuou contra o Piauí, no sábado, 18. Em seu artigo 4°, o regulamento da Copa Piauí fala da condição de jogo, do prazo de inscrição e do uniforme dos atletas. E diz, texxtualmente, no parágrafo 2°, que "...os atletas de futebol profissional deverão constar no BID-E da CBF até o dia útil imediatamente anterior a realização do seu jogo em cada rodada".

Diante do que dispõe o regulamento da Copa Piauí, Alex Paraíba só poderia atuar contra o Piauí se o seu nome constasse no BID na sexta-feira, dia 17 de agosto, o que não ocorreu. O requerimento do River Atlético Clube foi encaminhado ao TJD, que deverá, por sua vez, apreciar o pedido e determinar a perda dos pontos. No momento, enquanto a questão não for julgada, o 4 de Julho permanece com 6 pontos ganhos.

Há 70 anos...

Em sua edição do dia 21 de agosto de 1942, o Diário Oficial publica a nova diretoria do Automóvel Esporte Clube (hoje Fluminense Esporte Clube). Confira, nome a nome, quem fazia parte daquele corpo diretivo eleito para conduzir os destinos do Automóvel.

Presidentes de honra – Dr. Raimundo de Arêa Leão, Cap. Adão Gomes da Costa e Tenente Ivan Tito de Oliveira.
Presidente – José da Silva Rios
Vice – Albertoni Oliveira
1º Secretário – Alderi Modestino da Silva
2º Secretário – Francisco Guedes Alencar
1º Tesoureiro – Antonio Alves da Silva
2º Tesoureiro – Artur Machado Pessoa
Orador – Eutápio Campos
Diretor de Esportes – Manoel Modesto da Silva

TJD suspende jogadores do Parnahyba

Gilmar Bahia vai desfalcar o Tubarão por dois jogos.
Em sessão realizada na noite desta quinta-feira (23), a Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva puniu dois atletas do Parnahyba Sport Club e o preparador físico do 4 de Julho. Todos eles estarão fora da rodada do final de semana, quando a Copa Piauí apresentará os jogos Flamengo x Parnahyba (domingo) e River x 4 de Julho (segunda-feira).

Nos dois primeiros processos da noite (35 e 36/2012), os atletas Marcelo (Piauí) e Jaílson (4 de Julho), foram absolvidos. No processo n° 37/2012, foram julgados dois atletas do Parnahyba e o preparador físico do 4 de Julho. O zagueiro Eridon e o fisicultor Maurício Reis foram apenados com 1 jogo de suspensão. Gilmar Bahia, por sua vez, foi punido com 2 jogos.

Diante do resultado do julgamento do TJD, Eridon está fora do jogo Flamengo x Parnahyba, enquanto Gilmar Bahia desfalca o campeão piauense nos confrontos contra Flamengo e Comercial. Já o preparador Maurício Reis não poderá fazer seu trabalho na segunda-feira, por ocasião do jogo River x 4 de Julho.

Ainda a propósito de Eridon e Gilmar Bahia, é oportuno ressaltar que, independente do resultado do julgamento, ambos já estavam fora do próximo jogo, uma vez que não cumpriram a suspensão automática, pois foram expulsos no último jogo de sua equipe, diante do 4 de Julho, em Piripiri. A legislação obriga o cumprimento da suspensão automática, mesmo que tivessem sido absolvidos pelo TJD.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Final do Campeonato Sub-18 tem arbitragem definida

Campeão Sub-18 vai ser conhecido na tarde do próximo sábado.
A Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (CEAF) já definiu o quarteto para o jogo final do Campeonato Piauiense de Futebol Sub-18, programado para a tarde do próximo sábado (25), no campo do Clube das Classes Produtoras, na BR-343. Antônio Santos Nunes, do quadro nacional, terá a responsabilidade de dirigir a decisão entre Barras e Auto Esporte.

Nas laterais, Antônio Santos Nunes terá o auxílio dos assistentes Edmilson Timóteo da Silva e Francisco Antônio Gonçalves Area. Como quarto árbitro está escalado Moisés Sousa dos Santos. De acordo com o regulamento da competição, ninguém leva vantagem de fases anteriores para a decisão do título. 

Barras e Auto Esporte jogarão em igualdade de condições. Quem vencer fica com o título e a vaga do futebol piauiense para a Copa São Paulo de Futebol Jr. 2013. Havendo empate no tempo normal de 90 minutos, o campeão será conhecido através da cobrança de tiros livres da marca do pênalti. A competição está inserida no evento Olimpiauí, promovido pela TV Cidade Verde.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Série D: Comercial consegue a primeira vitória

Depois de ficar seis jogos sem vencer - colheu 2 empates e 4 derrotas -, o time do Comercial, finalmente, conseguiu sua primeira vitória na Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando hoje (22) à noite, no Estádio Albertão, o time de Campo Maior derrotou o Santos, do Amapá, por 3 a 1, com dois gols de Tiaguinho e um de Cinelton.

Comemoração do primeiro gol comercialino, marcado por Tiaguinho. (Foto - Ramiro Pena/Acessepiauí)
Não foi um grande jogo, mas esteve bem acima do que foi disputado na segunda-feira, entre Comercial e Sampaio Correa. O time piauiense fez uma atuação razoável e, menos mal, aproveitou as oportunidades, o que não vinha ocorrendo em outras ocasiões. No primeiro tempo, Tiaguinho colocou o time de Campo Maior na frente.

Na fase complementar, Cinelton ampliou, em boa jogada que foi concluída dentro da área, e Tiaguinho assinalou o terceiro. O Santos ainda diminuiu, numa cobrança de falta de Chiquinho, mas ficou nisso. E o Comercial conquistou sua primeira vitória na Série D do Campeonato Brasileiro de 2012. O Grupo 2 tem o Sampaio como lider, com 21 pontos. O Comercial, que soma 5 pontos, fará seu último compromisso no próximo domingo, em Tocantins.
 
FICHA TÉCNICA

COMERCIAL 3x1 SANTOS-AP (Campeonato Brasileiro - Série D - 1ª Fase - Grupo 2 - 7ª rodada); Data: 22/08/2012 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Albertão (Teresina); Arbitragem: Cláuber José Miranda, auxiliado por Márcio correia Dias e Luís Diego Nascimento Lopes (todos do Pará).

Renda: R$ 3.060,00 com 306 pagantes.

Gols: Tiaguinho 14 do 1° tempo; Cinelton 11, Tiaguinho 28 e Chiquuinho (falta) 34 do 2°.

Cartões amarelos: Alisson (COM) e Cláudio Baiano (SAN).

Comercial - Neto; Erinaldo, Álisson, Maracelo e Tiaguinho; Bruno, Ítalo, Léo (Janes) e Cinelton (Dedê); Elias (Jéferson Lopes) e Samuel. Técnico: José Gonçalves Lopes de Sousa Filho (Brinquedo).

Santos - Diego; Chiquinho, Gomes, Cláudio Baiano e Weverton (Soares); Maicon (Edvan), Serginho, Esquerdinha e Léo (Américo); Douglas Caê e Fabrício. Técnico: Flávio Barros.

Ex-jogador profissional é assassinado em Timon

Edmílson Furtado, ex-jogador profissional com atuações em vários clubes de Teresina, foi assassinado na tarde desta quarta-feira (22), na cidade de Timon, numa briga em família. O crime aconteceu na residência da própria vítima, figurando como acusado o ex-presidiàrio Leonardo da Vinci, filho de Edmilson Furtado.

Jogador de boas qualidades técnicas, Edmilson Furtado atuou de meia e ponta esquerda, entre 1970 e 1981. A maior parte da sua trajetória como profissional foi vestindo a camisa do Piauí Esporte Clube, equipe pela qual foi vice-campeão piauiense em 1978. Neste ano, viveu um dia de glória, ao entrar no segundo tempo, na semifinal do 1° turno, contra o Tiradentes, e marcar o gol da vitória, a 7 minutos do final da partida.

Piauí, 1978: Rodrigues, Aníbal, Cacá, Rui Lima e Edmilson Furtado.
Edmilson Furtado de Mendonça contava 62 anos de idade (14/08/1950) e residia na cidade de Timon. Seu último time como profissional, no início da década de 1980, foi o Auto Esporte Clube. Seu sepultamento será nesta quinta-feira, na cidade de Timon.